23/08/16 - 16:14:11

Projeto ‘Setesp Itinerante’ inicia agenda de visitas por Canindé (Foto ascom)

As visitas são para criar estratégias de integração entre os agentes públicos estaduais e municipais e os empreendedores locais para a busca de alternativas capazes de contribuir para a consolidação turística dos municípios

Dando início à série de visitas aos municípios sergipanos com o projeto Setesp Itinerante, com o objetivo de gerar estratégias para o fortalecimento e consolidação do turismo no interior, o secretário de Estado do Turismo e Esporte, Saulo Eloy, esteve na última semana na cidade de Canindé de São Francisco. Em pauta, a discussão da importância da região para o turismo de Sergipe e a construção de uma agenda integrada de projetos e ações, já em curto prazo, para a consolidação do destino como forte produto turístico sergipano.

A reunião realizada no Hotel Águas do Velho Chico, contou com a participação de mais de 50 empresários dos setores de hotelaria; bares e restaurantes; artesanato; representantes do Museu de Arqueologia de Xingó; Equipe de técnicos do Prodetur/SE; e representantes da prefeitura. Para os presentes, o secretário propôs ações para geração de novos projetos, destinados à estruturação do turismo no município – com a participação coletiva – para fortalecer a regionalização do turismo.

Atualmente Canindé é o segundo destino turístico do estado, depois de Aracaju, sendo extremamente representativo para a atividade turística. A cidade recebe anualmente milhares de turistas regionais, nacionais e, também, estrangeiros em busca de desfrutar de diversas opções de lazer, assim como conhecer a cultura do cangaço.

Durante a reunião o secretário Saulo Eloy, enfatizou ainda a importância do turismo de Canindé para o estado, informando que há muitos outros investimentos a serem feitos. “O primeiro passo foi dado com a inauguração da orla de Canindé de São Francisco, que agregou significativos benefícios à população e ao polo. Agora é preciso fortalecer e unir o empresariado para que possam contribuir e definir parcerias público-privadas de efeito real sobre o desenvolvimento e consolidação do destino como uma referência para o turismo de Sergipe, do nordeste e do Brasil”.

Reconhecendo o forte crescimento turístico local, o secretário Saulo Eloy anunciou ainda a abertura de um amplo processo de qualificação e capacitação dos agentes do turismo, através de cursos do Senac e do Sebrae, ofertados com apoio efetivo do governo do Estado. Saulo informou ainda a construção de um fórum para discussão do turismo local, este, com agenda permanente de implementação das ações inerentes à cadeia produtiva.

Outros municípios sergipanos irão também receber as visitas do Setesp Itinerante, que tem por intuito definir ações que contemplem novos caminhos e soluções para fortalecer ainda mais a cadeia produtiva do turismo nos diversos municípios que formam os polos Velho Chico e Costa dos Coqueirais.

Orla de Canindé

Por conta de seu forte potencial turístico, recentemente o governo do Estado inaugurou a orla da prainha, à beira do rio São Francisco. A obra teve investimentos acima de R$ 6 milhões, com recursos provenientes do Programa de Desenvolvimento do Turismo em Sergipe (Prodetur), por meio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A nova Orla de Canindé é o primeiro investimento concluído entre as diversas intervenções estruturantes que estão previstas para serem realizadas com recursos do Prodetur em Sergipe. A Orla ocupa uma área de 23.700 m² e tem novos bares; restaurante com vista panorâmica; prédio de apoio ao turista, estacionamento com 87 vagas para veículos de passeio e 08 vagas para ônibus; campo de futebol em grama; parque infantil; academia popular; acessibilidade; duchas; centro de atendimento ao turista e quiosque para guarda-vidas.

Os recursos permitiram a construção não só da Orla, como também a implantação do sistema de esgotamento sanitário na localidade da ‘Prainha’ e seu entorno. Além de mais conforto, a ação proporciona mais qualidade de vida aos moradores da região e aos frequentadores da Orla, uma vez que a intervenção garante sustentabilidade ambiental, com um moderno sistema de esgotamento sanitário interligado à estação de tratamento de esgotos.

A implantação do esgotamento sanitário de toda a área da Prainha foi projetada de modo a evitar qualquer tipo de contaminação do Rio São Francisco e dos lençóis freáticos existentes na região. O sistema de esgotamento sanitário vai proporcionar coleta sistematizada e tratamento das águas servidas e demais resíduos provenientes do esgotamento sanitário residencial e comercial, cujo volume crescerá com a nova Orla.

Ascom Setesp