26/08/16 - 00:01:29

PROGRAMAS ELEITORAIS

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

O eleitor nunca foi de ficar atento aos programas eleitorais na televisão. Principalmente em uma sexta-feira, quando se inicia o final de semana. Quem fica em casa geralmente não presta atenção ao que expõem projetos e programas. Os que ficam atentos às falas duvidam ou desacreditam nelas. Os candidatos, entretanto, têm certeza que a campanha começa com eles na TV e são absolutamente convictos de que as chances de elegerem-se aumentam a cada vez que aparecem na telinha.

Não é bem assim. Mesmo quando eram plastificados, os programas não convenciam aos eleitores em razão do exagero e megalomania de falsas propostas. A realidade não é bem exposta. Exceto nos exemplos de atos e ações dos adversários. A maioria dos políticos não leva a sério a consciência do eleitor, mesmo quando ele sé qualificado. Ilustram seus discursos com um amontoado de promessas, sem fazer qualquer avaliação de como torná-las realidade.

Os municípios passam por momento de extrema dificuldade. A maioria está falida e sem sinais de recuperação. Os candidatos não podem falar de futuro se não tiverem uma forma de solucionar a situação do momento. Urge tratar sobre a crise econômica e financeira, porque o eleitorado, de uma forma em geral, estará mais voltado para aquele que apresente solução viável para o estômago, o desemprego de membros da família e a ordem salarial.

O eleitor cansou de ouvir sobre construções de praças, avenidas, viadutos, escolas, hospitais e tudo o mais que sempre está nos projetos de todos os candidatos. Prefere comer. Todos pensam em benfeitorias, mas agora querem saber qual será o futuro da família, diante desse cenário de fome. De propósito, quem disputa cargos majoritários e proporcionais tende a esconder ou dourar a crise ao bel prazer da boa vida que leva.

Daí, quem falar sobre necessidades reais do povo, pode ganhar mais votos…

PESQUISAS

Como em eleições anteriores, as pesquisas eleitorais vão inundar Aracaju para avaliação dos candidatos à Prefeitura de Aracaju, por diversos institutos.

Invariavelmente, ganha a pesquisa quem a financia.

REGISTRO

Quarta-feira, mais dois institutos de pesquisas requereram junto à Justiça Eleitoral o registro de avaliação do eleitorado de Aracaju em relação aos candidatos a prefeito.

Foram eles: Dataform e instituto Dataplan.

FORMATO

Nestas pesquisas encomendadas por candidatos são oferecidos dois cenários: o real para consumo interno e um alterado para registro e publicação.

O eleitorado já conhece bem esse truque e não acredita.

VERITÁ

Pesquisa registrada pelo Instituto Veritá, de Minas, sobre candidatos a prefeito de Aracaju, deveria ter sido publicada na quarta-feira, mas até agora nada.

Pode ter sido feita, mas não agradou a quem contratou.

JACKSON

O governador Jackson Barreto reuniu-se ontem com produtores de milho do sertão e decidiu trabalhar em duas frentes para tentar salvar a situação.

No custeio agrícola e no abastecimento

EXÉRCITO

Dia 2 de setembro haverá uma outra reunião. Desta vez com o Exército para tratar do abastecimento de cidades que estão literalmente sem água.

O Exército estaria trabalhando aquém das necessidades da população.

ARMANDO

Depois de retirar sua família de campo, na disputa pela Prefeitura de São Cristóvão, Armando Batalha desligou seu celular e ‘mergulhou’.

Existem versões variadas das razões de desistência da candidatura do filho.

ALGUMAS

A causa apresentada por Batalha foi questão de saúde, mas há informações de que ele fora aconselhado a se retirar em razão de problemas jurídicos.

Outra: teria feito bom negócio para apoiar outro candidato.

E A CRISE?

Uma coisa importante que os candidatos a prefeito estão esquecendo: a crise econômica. Até o momento nenhum deles se refere a esse grave problema que afeta as cidades.

Anunciam programas, sem saber de onde vem o dinheiro.

A PENSAR

A crise econômica não termina com a posso do candidato eleito e cada um deve falar claramente com a sociedade até sobre a questão do pagamento dos salários.

Com a crise nenhum deles cumprirá o que está em seus programas.

QUEBRADEIRA

Um deputado federal disse ontem que está vendo “uma quebradeira geral” dos candidatos a prefeito e vereador, do interior ao sertão.

– Será a campanha mais sem graça e de maior pobreza da história, disse.

TSUNAMI

O juiz eleitoral de Canindé provocou um tsunami com apenas uma canetada, em que cassou quatro vereadores e impugnou oito candidaturas proporcionais.

Os atingidos estão recorrendo, mas com poucas chances.

HÁBEAS CORPUS

O ex-deputado Nelson Araújo (PPL) entrou com hábeas corpus preventivo, ontem à noite, para evitar que seja preso pelo juiz Roberto Alcântara, de Boquim.

Alcântara ameaçou prender Nelson caso o chamasse e ele não fosse.

EXCESSO

Nelson admite que houve ‘abuso de poder’ e relata que Roberto Alcântara o proibiu de falar e o prendeu, ao lado do irmão, porque o ex-deputado insistiu em se explicar.

Nelson é bacharel em Direito.

PROGRAMA

Não terá programa eleitoral nas rádios de Lagarto hoje pela manhã. É que as coligações entregaram a fita com a gravação depois das 16 horas e a Eldorado não aceitou.

A Eldorado é geradora e obedeceu a orientação do juiz eleitoral Ednaldo César.

ENCONTRO

Em reunião realizada na semana passada com candidatos e coligações em Lagarto, o juiz Ednaldo César determinou que os programas deveriam ser entregues até 16 horas.

O pessoal foi reclamar da recusa da emissora, mas o juiz achou correta.

ALÍVIO

O tempo deu um alivio no sertão ontem. Começou a chover em algumas cidades da região, ainda que de forma esporádica, mas que anima os agricultores.

Antes a falta de chuva era intensa a partir de novembro.

ENTUSIASMO

A opinião é de um candidato a prefeito de cidade do interior (pediu off): ‘a falta de entusiasmo da população com as eleições municipais é grande’.

– Sem dinheiro, o eleitor fica sem graça, brincou.

Notas

Educação – O governador Jackson Barreto (PMDB) disse ontem que anda de cabeça erguida com o trabalho que o Governo do Estado tem feito na educação! Segundo ele, é através da Educação que “estamos possibilitando a transformação do nosso povo”. E concluiu: “a dificuldade não vai me fazer desistir!”

0x0

Japoatã – Kerley Guimarães Pinheiro, enteada do prefeito de Japoatã, Dr. Gimarcos, disse ontem, via e-mail, que a sua candidatura à reeleição está cada dia mais forte e cresce junto ao eleitorado do município. Diz que isso ‘incomoda a gananciosos’, que não conseguiram êxito para garantir benefícios pessoais.

0x0

Debate – Por maioria de votos, o STF decidiu definiu que os candidatos que têm participação garantida pela norma em debates eleitorais não podem vetar a presença de candidatos convidados pela emissora organizadora, mesmo que esse convidado não atenda ao requisito legal que garante a participação no evento.

0x0

Ensaio – Senadores aliados da presidente afastada Dilma Rousseff vão se reunir com a petista no final de semana, no Palácio da Alvorada, para definir com ela estratégia do depoimento dela no Senado Federal, na segunda-feira. Segundo a senadora Katia Abreu (PMDB), o objetivo é “ensaiar o improviso”.

0x0

Lula vai – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai ao Senado na próxima segunda-feira para acompanhar o depoimento da presidenta afastada Dilma Rousseff no julgamento do impeachment. Lula deve assistir ao depoimento de Dilma em algum gabinete, e não no plenário, onde ela falará aos senadores.

0x0

Ministros – Além do ministro Dias Toffoli, procuradores da Lava Jato investigaram, pelo menos, familiares e assessores de dois outros ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), de acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo de ontem. Essa informação já está em poder da Corte.

Conversando

Educação – Jackson Barreto sente que está fazendo a diferença na educação! O Projeto vai contemplar, inicialmente, todos os municípios do Baixo São Francisco.

Garantia – Capitão Samuel (PSC) diz que “os PMs estão dispostos a negociar com o Governo para que mande à Assembléia a garantia dos seus direitos”.

Medalha – Logo no primeiro dia do julgamento do impeachment, Exército brasileiro dá medalha ‘O Pacificador’ para o juiz federal Sergio Moro. Seria um aviso?

Circo – Clovis Silveira diz que nessa história toda, a maior vítima é o povo brasileiro. Nesse circo chamado Brasília, os palhaços somos nós. Lamentável.

Medidas – O deputado federal João Daniel (PT) apela ao governo federal a adotar medidas para atender produtores atingidos pela seca.

Malandros – De Reri Barreto: Os malandros estão avisando que vão bagunçar os presídios e Antônio Hora fica brincando. Bota a Polícia Militar em ordem!

Culpa – O secretário da Justiça Antônio Hora diz que se houver rebelião a culpa será do Sindicato dos Agentes Prisionais.

Direito – Na realidade o que os detentos querem é um lugarzinho discreto para namorar, direito que não pode ser negado ao pior dos bandidos.

Áudio – Presidente do Sindicato dos Agentes Prisionais de Sergipe comenta o áudio de detento que faz ameaças à categoria.