02/09/16 - 14:18:36

EMBRAPA ARACAJU E O IFS RENOVAM A PARCERIA PARA ESTÁGIOS

A Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS) acabam de renovar a parceria para a promoção do programa de estágios de complementação da formação de alunos da instituição de ensino.

Na manhã desta sexta (2), na reitoria do IFS, em Aracaju, o chefe-geral da Embrapa, Manoel Moacir Macedo, e o reitor do IFS, Aliton Ribeiro de Oliveira, assinaram um novo convênio de concessão de estágio de complementação educacional. Como testemunhas, firmaram o termo a diretora de Assuntos Estudantis do instituto, Daniele Almeida, e o chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da empresa federal, Ronaldo Resende.

O convênio renova por mais cinco anos a pareceria para que alunos do IFS realizem estágio de formação na Unidade da Embrapa, trocando conhecimentos e adquirindo experiência de pesquisa em diversas áreas das ciências aplicadas à agropecuária.

Atualmente, oito alunos do IFS participam do programa na Embrapa, mas esse número encontra-se reduzido por conta das restrições financeiras determinadas pelo Governo Federal em decorrência da crise. No programa de estágio, que pode ser de 20 ou 30 horas semanais e com ajuda de custo, os alunos são supervisionados por pesquisadores e analistas, e participam de atividades de pesquisa e suporte nos laboratórios e em campo.

Para estagiar na Embrapa, os estudantes interessados devem estar matriculados em instituições que mantenham convênio de cooperação com a empresa, e precisam preencher um cadastro no portal da Embrapa Tabuleiros Costeiros na Internet. Para acessar o sistema de estágios e bolsas, clique aqui.

O reitor do IFS destacou a importante contribuição que a Embrapa tem dado ao desenvolvimento científico e à agricultura do Brasil, e ressaltou a importância de construção de parcerias entre as instituições públicas. “Como uma organização nova, criada em 2008, enxergamos em parcerias desse tipo um grande instrumento para fortalecer os resultados das nossas ações e gerar benefícios para as comunidades em que atuamos”, declarou Ailton.

Macedo enfatizou que um componente importante da missão da Embrapa é o seu papel de contribuir na formação de massa crítica em ciência para o desenvolvimento regional. “Mantemos mais de uma centena de estagiários nos programas de pesquisa porque acreditamos na importância da prática em campo para sua formação. Essa troca de conhecimento enriquece muito o trabalho realizado e potencializa os resultados”, afirmou o chefe da Embrapa.

Por Saulo Coelho