02/09/16 - 17:35:24

SSP DESMENTE NOITE DE “CAOS” VINCULADA NAS REDES SOCIAIS

 

No início da tarde desta sexta-feira, 2, o secretário de Segurança Pública de Sergipe, João Batista dos Santos Júnior, reuniu a imprensa para falar sobre os trabalhos de monitoramento e de ação que vêm sendo feitos ao longo da semana, para combater possíveis atos de vandalismo. Tudo isso por conta de algumas ameças de presidiários veiculadas nas redes sociais, com o intuito de levar pânico à população.

Ao lado da Alta Cúpula da SSP/SE, João Batista iniciou a entrevista falando sobre os três casos de vandalismo envolvendo ônibus coletivo que ocorreram na noite de ontem, na capital e interior do Estado, como também frisou a grande quantidade de informações inverídicas veículadas nas redes sociais com o intuito de criar um clima de terror na população.

“É necessário que as pessoas tenham mais responsabilidade com o conteúdo que é veiculado nas redes sociais. Apesar delas terem tentado mostrar que a noite de ontem teria sido de muita violência, os números comprovam que tudo ocorreu dentro da normalidade. Os índices de criminalidade foram normais, abaixo da média mensal para o dia. Claro que houve três eventos, uma tentativa de incêndio de um ônibus no Conjunto Augusto Franco e dois eventos consumados, um na cidade de Lagarto e outro em Itabaiana, que serão investigados rigorosamente pela Polícia Civil. Mas, apesar desses acontecimentos, podemos dizer que tudo está dentro da normalidade porque os outros indicadores de crimes caíram”, explica.

Em relação à identificação dos presidiários que teriam divulgado vídeos ameaçando a população sergipana, além de um comunicador local, João Batista confirmou que dois deles já teriam sido identificados e ouvidos pelo delegado João Eloy, diretor do Complexo de Operações Policiais Especiais (COPE) e responsável pelas investigações. “As investigações continuam no intuito de identificar esses indivíduos que estariam sendo coordenados pelos presidiários e praticado os atos de vandalismo”, ressaltou.

Por fim, o secretário da SSP/SE aproveitou a oportunidade para tranquilizar a população em relação às ameaças que estão sendo disseminadas nas redes sociais, reafirmando o compromisso da Secretaria de Segurança Pública em garantir a segurança dos cidadãos: “A Polícia vai estar nas ruas como sempre esteve para tentar evitar qualquer tipo de crime dessa natureza e retirar os criminosos de circulação. Contamos com policiais abnegados, e não permitiremos que queiram implantar o caos em Sergipe”.

Estiveram presentes à reunião o superintendente executivo da SSP, coronel José Perreira de Andrade; delegado-geral da Polícia Civil, Alessandro Vieira; o comandante geral da Polícia Militar, coronel Marcony Cabral; o coordenador de Polícia Civil da Capital (COPCAL), André Baronto;o coordenador de Polícia Civil do Interior (COPCI), Fábio Pereira; o comandante do policiamento militar da capital (CPMC), tenente-coronel Vivaldy e o comandante do policiamento militar do interior (CPMI).

Áudio do Policial Civil

Sobre o caso envolvendo o policial civil André Agrelli, integrante do Grupo Especial de Repressão e Busca (GERB), que teria divulgado um áudio, por meio do aplicativo WhatsApp, alertando as pessoas sobre possíveis ataques, o delegado-geral informou que a situação está sendo avaliada. “A Polícia Civil está avaliando, de forma equilibrada, a conduta do policial. Ele terá a oportunidade de prestar esclarecimentos e responderá procedimento se for constatado algum indiciativo que pode ser qualificativa de infração disciplinar”, finalizou Alessandro Vieira.

Fonte e foto: Ascom SSP