03/09/16 - 07:47:31

Brigada Itinerante Estadual já visitou 61 municípios neste ano (Foto ascom SES)

Mais 13 municípios estão na agenda da Brigada neste mês

A programação do mês de setembro da Brigada Itinerante foi iniciada nesta quinta-feira, dia 1, no município de Tomar do Geru, distante 131 km da capital. Hoje, sexta-feira, dia 2, a força-tarefa do Governo do Estado, gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Fundação Estadual de Saúde (Funesa), para o combate ao Aedes aegypti continua no mesmo município, intensificando o tratamento e a eliminação de possíveis focos do mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus. Até o momento, 61 municípios sergipanos receberam a visita dos agentes de endemias.

De acordo com Sidney Sá, gerente do Núcleo de Endemias da SES, além de Tomar do Geru, mais 13 municípios estão na agenda da Brigada neste mês. São eles: Riachão do Dantas, Amparo do São Francisco, Muribeca, São Cristóvão, Areia Branca, São Domingos, Cumbe, General Maynard, Ribeirópolis, Porto da Folha, Campo do Brito, Carira e Simão Dias.

“Fazemos a seleção dos municípios de acordo com os índices de infestação e, também, atendendo aos pedidos dos gestores.  Priorizamos aqueles municípios com alto índice de infestação e de pessoas com as arboviroses”, detalhou Sidney.

Visitas

Até julho, a Brigada (que é composta por uma equipe de 100 agentes de endemias) trabalhou 138.691 imóveis em todo o estado. Com isso, os brigadistas conseguiram tratar 24.280 possíveis criadouros, eliminando 112.029 deles, isto é, 82,2% dos criadouros identificados.

De acordo com Liliane Trindade, coordenadora de Prevenção e Promoção da Saúde da Funesa, a prioridade é eliminar os criadouros. Mas, quando esses possíveis locais de criação de focos do mosquito Aedes aegypti não podem ser eliminados, os agentes optam por realizar o tratamento com larvicida.

“São possíveis criadouros como caixas d?água, potes e porrões de barro e tantos outros que o agente não pode simplesmente eliminar”, explicou a coordenadora.

Ações educativas

Além das visitas para o tratamento e eliminação dos criadouros e focos do Aedes aegypti, as equipes da Brigada Itinerante se dividem também na realização de ações educativas, como palestras, distribuição de panfletos e apresentações teatrais encenadas pela companhia da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), parceira do Governo de Sergipe no combate ao mosquito.

Sidney Sá esclareceu o objetivo das ações. “A função da Brigada na parte educativa é orientar as pessoas nas feiras livres, igrejas, comunidades, unidades de saúde e, principalmente, nas escolas, independente da faixa etária, sobre a importância da prevenção e ter o cuidado com a própria residência para que não surjam criadouros do mosquito”, pontua.

Segundo dados da SES, as ações educativas da Brigada Itinerante já atingiram a faixa de mais de 14 mil escolares em todo o Estado de Sergipe.

Fonte ASN