04/09/16 - 05:19:41

PROFESSORES DE ARACAJU ENTRAM EM GREVE A PARTIR DO DIA 6

 

As escolas da rede pública municipal de ensino de Aracaju, continuam com infraestrutura precária e sem oferecer condições de trabalho, situação que tem se agravado cada vez mais com a greve dos trabalhadores terceirizados das áreas de limpeza e merenda.

As unidades de ensino estão sujas e grande parte delas tem liberado os estudantes mais cedo pela falta de alimento ou de quem o prepare. Além disso, a violência continua amedrontando a comunidade escolar. Por esses motivos, os professores decidiram, em assembleia geral realizada na manhã da quinta-feira, 1º de setembro, paralisar as atividades em sala de aula na próxima terça-feira (06).

Neste mesmo dia a categoria fará um ato público diante do prédio da Secretaria Municipal da Educação, localizado na Rua Wilson Rocha, 853, Bairro Grageru, para mostrar toda a indignação do professorado com o descaso que a gestão municipal tem dado à Educação. Os rumos da paralisação e o calendário dos novos atos serão definidos na quinta-feira, dia 8 de setembro, as 15h30, quando acontece nova assembleia na sede do SINDIPEMA.

A categoria também aprovou cobrar da gestão municipal um calendário de pagamento dos salários, já que este problema se tornou corriqueiro a cada mês. Os professores ativos e aposentados ainda não receberam os salários do mês de agosto. Outras ações definidas foram as de convidar o Núcleo de Educação Pública da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil/SE para ser um intermediador do professorado junto aos órgãos de controle, como o Ministério Público Estadual e o Tribunal de Contas do Estado, e continuar a divulgar nos meios de comunicação locais as mazelas sofridas pelos professores e comunidade escolar.

Vários professores relataram a situação de caos que têm vivido nas escolas onde atuam, e um dos motivos tem sido a falta de limpeza por causa da greve dos trabalhadores terceirizados. “Não podemos permitir que esta situação deplorável continue. Quando paralisamos as atividades no início do mês de agosto a fizemos para forçar a melhoria das condições de trabalho na rede, o que infelizmente ainda não aconteceu. Também não abriram, ao longo deste tempo, um canal de diálogo conosco”, informou o presidente do sindicato, Adelmo Meneses Santos. Os presentes à assembleia elegeram a professora Wilza Meneses como a representante titular da categoria, para participar do Congresso da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), no período de 12 a 15 de janeiro de 2017, em Brasília, quando será eleita a nova direção da entidade.

Adelmo Meneses passou alguns informes para a categoria:

* a visita dos candidatos a prefeito e vice prefeito ao SINDIPEMA para assinar a Carta-compromisso com a Educação, documento contendo propostas da categoria para que sejam inseridas no plano de governo do candidato

* a realização do ato público “Respeito ao professor, eu apoio!”, que acontece no dia 4 de setembro, a partir das 7h30, durante o desfile cívico da rede municipal, na Rua Bahia

* a falta de avanço da negociação da pauta de reivindicação 2016, uma vez que as secretarias da PMA não têm recebido a comissão de negociação, e a secretária substituta da SEMED se mostra sem poder para negociar ou dar encaminhamento às questões que já tinham sido discutidas, como a concessão de licença para curso.

Fonte e foto: Sindipema