14/09/16 - 07:15:11

Salve-se quem puder

Atenção marginais, preparem-se para “trabalhar” dobrado, agir à luz do dia e de cara limpa sem qualquer risco de serem molestados pelo esfacelado braço armado do estado. Caso os delegados e agentes civis entrem em greve como prometem, Sergipe se transformará num verdadeiro paraíso para os bandidos, obrigando o cidadão de bem, largado à própria sorte, fugir se quiser preservar a vida. Seguindo o pensamento dos policiais militares, que cruzaram os braços por melhores salários, os delegados a agentes civis também ameaçam dar as costas ao povo, caso o governo se recuse em engordar seus contracheques. Como o Executivo jura não ter dinheiro para conceder reajustes, seguramente a ameaça será cumprida. Em isso acontecendo, os criminosos terão que buscar “reforços” em outros estados, pois já andam sem tempo e parceiros suficientes para roubar, estuprar e matar por qualquer ou nenhum motivo. É lastimável que policiais mantidos com o suor dos contribuintes, escudem-se na vida do cidadão para colocar a faca no pescoço do governo. Menos, senhores, menos!

Quebrou na solda

Sergipe e os demais estados nordestinos estão falidos, quebraram na solda. Reunidos com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, os governadores da região ameaçaram decretar estado de calamidade se este governo temerário não liberar imediatamente uma ajuda de R$ 7 bilhões. Ao ouvir do ministro que o foco é garantir a confiança do mercado, o governador Jackson Barreto (PMDB) disparou: “Nós lidamos com seres humanos. Eles deixam de ser atendidos em hospitais, não há gasolina para ambulâncias, nem como levar água para as vítimas da seca”. Cruz credo!

Vai que vai

E o candidato a prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), está sorrindo de orelha a orelha com o resultado da pesquisa do Instituto Paraná divulgada ontem pela TV Atalaia. Ele lidera com 36,3%, seguido de longe por Valadares Filho (PSB) com 20,6%. O prefeito João Alves Filho (DEM) tem 10,3%, portanto, menos que os brancos e nulos, que somam 12,1%. Dr. Emerson (Rede) está com 5,9%, Vera Lúcia (PSTU) aparece com 4,6%, Sônia Meire (PSOL) tem 2,8% e João Tarantela (PPN) só 0,8%. Registrada na Justiça Eleitoral com o número SE07518/2016, a pesquisa ouviu 800 eleitores entre os dias 8 e 12. A margem de erro é de 3,5%, para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%.

Segundo turno

A pesquisa encomendada pela TV Atalaia também quis saber como o eleitor votará caso haja 2º turno em Aracaju. Na simulação entre Edvaldo e Vavazinho, o comunista seria eleito prefeito com 46,8% dos votos contra 32,1% do candidato pessebista. Em outro cenário para o 2º turno, Nogueira teria 56,3% contra apenas 18,5% de João Alves. Aliás, o demista tem a maior rejeição: 55,5%, seguido por Edvaldo (18,3%), Vera Lúcia (17,6%), Valadares Filho (14,2%), Sônia Meire (13,8%), Dr. Emerson (10,4%) e João Tarantela (6,1%).

Boataria

Além de trabalhar duro para eleger o filho Thiago vereador em Aracaju, o secretário municipal de comunicação, Carlos Batalha, ainda tem que desmentir boatos. Ontem, ele gastou tempo e saliva para negar que continuará no cargo se o prefeiturável Valadares Filho (PSB) por eleito. Segundo Batalha, sua “dedicação e empenho é, como sempre foi, por uma vitória de João Alves Filho”, a quem tem o maior respeito e admiração, confia e sempre confiou na sua administração.

Bico seco

Sete bairros e dois povoados de Aracaju estão sem água tratada. A Deso informou que a interrupção temporária do fornecimento visa a execução da interligação dos novos reservatórios construídos no bairro Santa Maria. Portanto, ficarão com as torneiras vazias até o fim da tarde, os moradores dos bairros Aeroporto, Atalaia, Aruana, Coroa do Meio, Farolândia, Mosqueiro, Padre Pedro, Robalo, Santa Maria, Santa Tereza, Povoado Areia Branca e Povoado São José.

Braços cruzados

Quem precisa de assistência médica não deve procurar os postos de saúde de Aracaju. É que os profissionais de saúde seguem de braços cruzados em protesto contra o atraso e parcelamento dos salários. Enquanto isso, a administração do prefeito João Alves Filho (DEM) apenas informa que só regularizará a situação salarial da turma quando Deus der bom tempo. Misericórdia!

Alô, alô, responde

Alguém sabe em que pé se encontra o inquérito policial aberto para investigar o uso irregular das verbas indenizatórias da Câmara de Aracaju? Segundo a Polícia Civil e o Ministério Público de Sergipe, os vereadores acusados de “lavarem” as tais verbas são: Agamenon Sobral, Adriano Taxista, Agnaldo Feitosa, Anderson de Tuca, Jailton Santana, Valdir Santos, Augusto do Japãozinho, Ivaldo José, Max Prejuízo, Daniela Fortes, Dr. Gonzaga, Emmanuel Nascimento, Pastor Roberto Moraes, Renilson Felix e Adelson Barreto Filho.

Mãos ao alto

E o assalto aos estúdios da rádio 103/FM foi motivo do discurso feito pelo senador Eduardo Amorim (PSC). O líder do PSC no Senado mostrou números da violência em Sergipe. Segundo ele, o governador Jackson Barreto (PMB) perdeu o controle da situação e do poder diante da criminalidade. Amorim garante que os números de homicídios, roubos, assaltos, invasões à residência aumentam exponencialmente, levando os cidadãos a um clima de insegurança nunca vivido no estado. Lastimável!

Sem saída

O líder ficha suja deste governo temerário, deputado federal André Moura (PSC), disse que não tinha outra escolha a não ser se abster na votação do pedido de cassação de Eduardo Cunha (PMDB). “Não tinha outra alternativa”, justificou Moura ao jornal Estadão. André era aliado de primeira hora de Cunha, tendo atuado como interlocutor do agora ex-deputado quando este era presidente da Câmara. Ficou claro que para o parlamentar sergipano, rei morto, rei posto. Te cuida, Temer!

Recorte de jornal

__________________________1946

Publicado no jornal aracajuano O Nordeste, em 25 de dezembro de 1946.

Resumo dos jornais