22/09/16 - 17:01:44

COOPERAÇÃO VIABILIZA CONSTRUÇÃO DE NOVO PARQUE EÓLICO EM SE

 

Seagri e Emdagro firmam cooperação com Sowitec do Brasil para instalação de novo parque eólico

Capacidade do Estado de atrair novas empresas e capacidade de resposta rápida da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) na área de regularização fundiária foram os motivos que levaram representantes da Sowitec do Brasil Energias Alternativas a se reunirem, nesta manhã de quinta-feira (22), com o Secretário de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Rural e da Pesca, Esmeraldo Leal, e com o presidente da Emdagro, Jefferson Feitoza de Carvalho, a fim de firmarem um termo de cooperação que viabilizará a instalação de um novo parque eólico nos municípios de Tobias Barreto, Simão Dias e Riachão do Dantas.

Pelo termo de cooperação, a participação da Emdagro é a de promover a regularização fundiária das áreas onde receberão o empreendimento, possibilitando regularizar a propriedade de pequenos agricultores para que estes se adéquem aos novos investimentos e possam conceder onerosamente parte de sua terra para a instalação das turbinas eólicas.

O projeto, que terá um investimento de 750 milhões de reais, será numa região que tem um grau de produtividade relativamente baixa, contribuindo, dessa maneira, para formação de outro tipo de renda extremamente positiva para os pequenos proprietários, em virtude do uso do solo onde essas torres serão instaladas. “A terra não será desapropriada. O agricultor permanecerá com suas terras onde poderá continuar desenvolvendo sua atividade agrícola, porém, ele cederá pouco mais de 5% de seu terreno para a instalação das turbinas eólicas. Isso garantirá a ele uma renda anual entre 15 a 20 mil por turbina”, detalhou o Diretor da Sowitec do Brasil Energias Alternativas, Thomas Schultess.

Segundo ele, o leilão de energia acontecerá em dezembro e, dependendo do seu resultado, a construção dos parques ocorrerá em no máximo 1 ano e meio. Quando em pleno funcionamento, o novo parque eólico vai gerar 150 megawatts de energia limpa, que será interligada à rede nacional e será distribuída para Brasil inteiro. “Na primeira etapa do projeto, que ocorrerá no município de Riachão do Dantas, serão construídas 60 turbinas”, frisou o diretor da Sowitec.

O Secretário de Estado da Agricultura, Esmeraldo Leal, destacou a importância do empreendimento e a capacidade do estado de atrair novas empresas. “Quero destacar a importância de estarmos apoiando a construção de outro parque eólico muito maior do que já existe, o que só demonstra a capacidade que Sergipe tem, graças ao empenho do governador Jackson Barreto, de atração de grupos de interesses para investir no estado. Somando a isso, o papel da Emdagro e a importância de um programa muito relevante para o estado que é a regularização fundiária”, disse.

Para o presidente da Emdagro, três municípios terão investimentos graças ao trabalho de regularização fundiária que a Emdagro vem fazendo. “Prova mais uma vez que o trabalho que vinha sendo desenvolvido pela empresa em muitos municípios é essencial para o produtor, que se beneficia diretamente, ou seja, regularizar a terra significa dar oportunidade para que esses proprietários tenham benefícios com a chegada da torre”.

“Muito provavelmente que parte das áreas, onde serão construídas as torres, já possuem regularização fundiária realizadas pela Emdagro, como é o caso do município de Simão Dias que vai ter um avanço muito grande por conta do trabalho que já fora desenvolvido antes”, concluiu Jefferson.

Texto: Ascom Emdagro