26/09/16 - 07:17:30

Crime ambiental em queda

As mudanças feitas na Legislação Eleitoral, impedindo empresas de doarem dinheiro aos candidatos a prefeito, vice e vereadores, contribuíram sobremaneira para a redução de um determinado crime ambiental. Descapitalizados, os traficantes têm feito em menor volume o transporte ilegal de ‘animais silvestres’ em famigeradas malas pretas. Mesmo assim, é preciso fiscalização rigorosa da Polícia, pois os representantes da nossa fauna continuam sendo amontoados em pacotes e escondidos nas malas dos carros até chegarem ao bolso do eleitor desinformado e disposto a vender o voto. Embora em menor volume que dos pleitos anteriores, os traficantes de ‘animais silvestres’ devem transportar algumas centenas de milhares deles nesta última semana de campanha. São bichos como Garças (R$ 5), Araras (R$ 10), Micos-Leão-Dourado (R$ 20), Onças (R$ 50) e Garoupas (R$ 100), sendo esta última em volume menor. A Tartaruga (R$ 2) é menos traficada pelos candidatos mala-preta, pois o eleitor tem pouco interesse por ela devido seu baixo valor de mercado. Por dever de justiça, vale ressaltar que os compradores de consciência não são responsáveis pela extinção do Beija-Flor (R$ 1). Portanto, é preciso adotar providência contra a compra de votos para que as eleições não continuem sofrendo a nefasta influência do dinheiro sujo.

Deixou o barco

O professor da Universidade Federal de Sergipe, José Roberto de Lima, é o novo presidente do Sergipeprevidência. Ele substitui Augusto Fábio Oliveira. O moço entregou o cargo por discordar da permissão dada pela Assembleia para o governo usar os recursos do Fundo de Previdência visando pagar aposentadorias e pensões. Há quem garanta que os futuros aposentados do Estado vão pagar caro pela descapitalização do Funprev. Homem, será?

Grana no bolso

Aposentados e pensionistas do Estado recebem amanhã (27) a última parcela do benefício referente a agosto. Também nesta terça, botam no bolso o valor integral alusivo a este mês. Em nota, o governo desculpa-se com os velinhos por não ter depositado na última sexta-feira o restante da “grana” de agosto. Segundo explica, “questões de ordem burocráticas” impediram os depósitos. Então tá!

Cabide de emprego

Mais de R$ 130 milhões por ano. Este é o valor que o governo de Sergipe gasta com os cerca de 4 mil cargos em comissão. A informação é do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Sergipe, com base nas nomeações publicadas no Diário Oficial. O maior gasto do governo em CC’s está na Secretaria da Casa Civil. Para pagar mais de 400 CC’s e FC´s desta pasta, são torrados mensalmente algo em torno de R$ 1 milhão. É por esta e outras que não há dinheiro para pagar em dia os salários dos servidores. Uma lástima!

Apelo patético

Quem assiste a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) pedindo, penhoradamente, para votarem no maridão João Alves Filho (DEM) pensa que o homem jogou a toalha. A demista se esforça para convencer o eleitor da necessidade de votar no esposo e, por fim, afirma que votando em João é como se estivesse votando nela. No apelo patético, chama a atenção o fato de a cada inserção a senadora aparecer com uma blusa diferente, embora o surrado discurso seja o mesmo. Misericórdia!

Comissão ameaçada

Depois se tanto trabalho para ser criada e instalada, a Comissão Estadual da Verdade corre o risco de ser desativada a qualquer momento. Membros do grupo que apura as denúncias de torturas e perseguições durante o regime militar, implantando no Brasil em 1964, comentam que “se as pressões continuarem, todos vão renunciar”. De onde partem as pressões, eles não relevaram. Esta informação é do blog Primeira Mão.

Aracaju fede

Aracaju começa a cheira mal. É que a coleta de lixo domiciliar não está sendo feita desde o último sábado, por conta da greve dos garis e margaridas. A categoria culpa a empresa Cavo por não cumprir cláusulas do acordo coletivo de trabalho. Tanto a Prefeitura da capital quanto a Cavo negam a acusação dos grevistas e os acusam de não honrar entendimentos firmados dias antes da paralisação. Cruz credo!

TCE alerta

Os sergipanos devem ficar atentos às ações dos atuais prefeitos depois das eleições. Alguns derrotados devem abandonar as administrações, unicamente para prejudicar os sucessores. Em boa hora, o Tribunal de Contas de Sergipe resolveu distribuir com prefeitos e vereadores diretrizes sobre o final de mandado. O documento alerta que o descumprimento das orientações pode representar violação a normas como a Lei de Responsabilidade Fiscal. Portanto, os prefeitos devem abrir os olhos para não terminarem dando com os costados nas barras da Justiça.

Inimigos do povo

Você votaria em vereadores que aprovaram o aumento do IPTU de sua casa, criaram a Taxa de Iluminação Pública e concederam exagerados reajustes na passagem de ônibus? Quem gosta de sofrer, pode escolher entre nos seguintes vereadores de Aracaju: Anderson de Tuca, Dr. Agnaldo, Adelson Barreto Filho, Manoel Matos, Valdir Santos, Renilson Felix, Dr. Gonzaga, Ivaldo José, Augusto do Japãozinho, Jailton Santana, Adriano Taxista, pastor Roberto Morais, Max Prejuízo, e Agamenon Sobral. Embora não tenha votado nos três projetos, o presidente da Câmara, Vinícius Porto, orientou os vereadores a ficarem contra os aracajuanos.

Machismo

Criticada de forma desleal nas redes sociais, a candidata a vice-prefeita de Aracaju, Eliane Aquino (PT), recebeu solidariedade da deputada estadual Ana Lúcia (PT): “Estes ataques revelam quanto o ambiente da política é envolto em valores machistas”, diz a parlamentar. Segundo ela, Eliane está sendo submetida a uma “violência verbal e simbólica, por ter tido a coragem de desafiar e ocupar o mesmo espaço dos homens”. Aff Maria!

Recorte de jornal

____________________________________________1932

Publicado no jornal aracajuano A Tribuna, em 27 de dezembro de 1932.

Resumo dos jornais