03/10/16 - 08:11:03

Venceu a democracia

Os sergipanos deram ontem um banho de democracia no estado ao elegerem 797 vereadores e 74 prefeitos (Aracaju terá 2º turno), para legislar e administrar os municípios a partir de 1º de janeiro de 2017. No geral, o pleito foi tranquilo, apesar de clima tenso em alguns municípios do interior, onde a disputa foi mais acirrada. Na maioria dos casos, a exemplo de Aracaju, o resultado das urnas repetiu o que apuraram as pesquisas de opinião: Edvaldo Nogueira (PCdoB) e Valadares Filho (PSB) foram os mais votados e retornarão às unas no próximo dia 30. Portanto, estão de parabéns os mais 1,5 milhão de eleitores pela maneira cidadã como se comportaram nesta eleição, a Justiça Eleitoral por ter comandado um pleito sem sobressaltos e, principalmente, os candidatos, eleitos ou não, que trabalharam duro durante meses para convencer o eleitorado que suas propostas eram as melhores.

Nulos e brancos

O exagerado número de abstenções, votos nulos e em branco registrado em Aracaju comprova a falta de opções do cidadão. Dos 397.228 eleitores da capital, 139.723 anularam os votos, votaram em branco ou simplesmente não apareceram nas urnas, volume bem superior aos sufrágios obtidos pelos prefeituráveis Edvaldo Nogueira (99.815) e Valadares Filho (98.071), que passaram para o 2º turno.

Aposentaram João

Como era de se esperar, os aracajuanos “aposentaram” politicamente o prefeito João Alves Filho (DEM), ao lhe aplicarem uma fragorosa surra nas urnas. Ele conseguiu apenas 9,99% dos votos, ficando na terceira posição e num empate técnico com o médico Emerson Ferreira (Rede), votado por 9,01% dos eleitores. No próximo dia 30, os eleitores da capital vão escolher entre Edvaldo Nogueira (PCdoB) e Valadares Filho (PSB) quem será o futuro prefeito da cidade.

Punidos nas urnas

Dos 14 inimigos do povo, responsáveis pela aprovação do exagerado aumento do IPTU, do reajuste da passagem dos ônibus e da criação da Taxa de Iluminação Pública, oito receberam a merecida punição dos aracajuanos. Apenas três (Anderson de Tuca, Manoel Matos e Dr. Gonzaga) foram eleitos. Outros três deles (Dr. Agnaldo, Adelson Barreto Filho e Jailton Santana) desistiram da disputa com medo do castigo eleitoral. Foram surrados nas urnas Valdir Santos, Renilson Felix, Ivaldo José, Augusto do Japãozinho, Adriano Taxista, pastor Roberto Morais, Max Prejuízo e Agamenon Sobral. Parabéns ao povo!

Renovação

E os aracajuanos renovaram a Câmara de Municipal em mais de 50%, elegendo 13 novos vereadores e reconduzindo ao Legislativo três ex-parlamentares. Os neófitos são Kitty Lima (Rede), Zezinho do Bugio (PTB), Isac (PCdoB), Pastor Alves (PRB), Emília Corrêia (PEN), Seu Marcos (PHS), Jason Neto (PTB), Fábio Meireles (PPS), Palhaço Soneca (PPS), Thiaguinho Batalha (PMB), professor Bittencourt (PCdoB), cabo Amintas (PTB) e Américo de Deus (Rede). Estão de volta ao parlamento da capital Jovêncio Oliveira (DEM), Evando Franca (PSD) e Elber Batalha (PSB).

Reeleitos

Dos 24 atuais vereadores de Aracaju, somente oito conseguiram se reeleger, numa demonstração clara que a população reprovou a atual legislatura. Foram reeleitos apenas Iran Barbosa (PT), Anderson de Tuca (PRTB), Nitinho (PSD), Manoel Marcos (DEM), Lucas Aribé (PSB), Vinícius Porto (DEM). Dr. Gonzaga (PMDB) e Bigode do Santa Maria (PMDB).

Maiores goleadas

As maiores goleadas eleitorais em Sergipe ocorreram em Canindé e Itabaiana. No primeiro município, o ex-prefeito Orlandinho (PSD) obteve 12.796 votos (71,29%), enquanto seu adversário Marinho (PSC) foi votado por apenas 5.153 eleitores (28,71%). Em Itabaiana, o prefeito Valmir de Francisquinho (PR) foi reeleito com 35.559 votos (65,83%), tendo seu adversário Roberto Bispo (PMDB) conseguido somente 18.461 votos (34,17%).

Tapetão 1

Os resultados das eleições em Pirambu e Japaratuba estão sub judice. Os vitoriosos Elinho Martins (PSC) e Lara Moura (PSC), processados como fichas sujas, dependem da validação de seus votos pela Justiça Eleitoral. Caso o cunhado e a esposa do deputado federal André Moura (PSC) não consigam reverter a situação no “tapetão”, o TRE marcará novas eleições para aqueles dois municípios.

Tapetão 2

O resultado eleitoral de Socorro também depende da Justiça Eleitoral. Condenado como ficha suja, o tucano Zé Franco não teve os votos divulgados porque está com a candidatura sub judice. Candidato da oposição, o deputado estadual Padre Inaldo (PCdoB) obteve 35.190 votos e aguarda a posição da Justiça sobre seu adversário. Caso o comunista vença esta eleição, será substituído na Assembleia pelo suplente Matos (Pros), já que o 1º suplente Diógenes Almeida (PRP) foi eleito prefeito de Tobias Barreto.

Novos deputados

As eleições dos candidatos a prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro (PSC), e de Estância, Gilson Andrade (PTC), vão provocar mudanças na Assembleia, pois ambos terão que renunciar aos mandados de deputado. Os dois serão substituídos no legislativo estadual pelos suplentes Adelson Barreto Filho (PR) e Gilmar Carvalho (SDD). Caso Valadares Filho vença no 2º turno a disputa para a Prefeitura de Aracaju, o pastor Daniel Fortes (PTC) herdará a cadeira do deputado estadual Antônio Santos (PSC), candidato a vice na chapa de Vavazinho.

Recorte de jornal

_________________________________________-1932

Publicado no jornal aracajuano A República, em 24 de julho de 1932.

Resumo dos jornais