06/10/16 - 08:27:21

Crime e política de mãos dadas

Nunca o crime organizado esteve tão envolvido na política como nesta campanha eleitoral. Preso por crime de pistolagem, o candidato Ubiraci Rocha (PPD) foi votar algemado e se elegeu vereador em Catolé da Rocha (PB). Alí em Propriá – a 79 km de Aracaju – a candidata Maria Luciene dos Santos, “Ciene” (SD), quase conquista uma da cadeira na Câmara de Vereadores. A moça obteve 235 votos, mais da metade dos 411 dados a Mattheus (PHS), o menos votado entre os 11 eleitos. Nada demais se a indigitada não estivesse presa há quase um mês, sob a acusação de comandar na região ribeirinha de Sergipe e Alagoas uma organização criminosa especializada em tráfico de drogas e homicídios. Segundo a Polícia de Propriá, se “Ciene” não estivesse presa, teria sido a candidata mais votada do município. Tudo bem que ela não foi eleita, porém seus 235 votos foram fundamentais para a legenda do Solidariedade eleger dois vereadores, inclusive a mais votada do pleito. Coisas deste Brasilzão de meu Deus!

Amizade rompida

Foi pras cucuias a velha amizade entre o governador Jackson Barreto (PMDB) e o deputado estadual Robson Viana (PEN). A gota d’água que provocou o rompimento da relação entre os dois foi a decisão do parlamentar de apoiar o candidato a prefeito de Aracaju, Valadares Filho (PSB). “Robson traiu a minha confiança e o projeto que defendemos”, queixou-se JB, ao anunciar que não quer mais o moço na bancada governista. Aff Maria!

Troca troca

O governador Jackson Barreto exonerou ontem, Márcio Barreto e Renata Vargas Roriz Cruz, respectivamente, presidente e diretora administrativa e financeira do Diário Oficial de Sergipe. Os dois foram substituídos por Zezinho Sobral (PMDB) e Ricardo José Roriz Silva Cruz. A exoneração de Márcio Barreto foi motivada pelo rompimento político do deputado Robson Viana com o governador.

Se a canoa não virar…

A continuar recebendo adesões, o prefeiturável Valadares Filho terá dificuldades para acomodar tanta gente. Já embarcaram na canoa de Vavazinho o PSDB de Jailton Santana, candidato a vice na chapa do prefeito João Alves Filho (DEM), o PPS de Clóvis Silveira e o PEN de Robson Viana. Segundo o Jornal da Cidade desta quinta, os vereadores do DEM e a senadora Maria do Carmo Alves também já remam ao lado de Vavá Júnior. Entre tantos outros marujos, já estavam no barco do PSB o senador Eduardo Amorim (PSC), seu irmão Edvan Amorim (PR) e o deputado federal André Moura (PSC). Como diz a modinha, “Olê olê olê olá”!

Suspense

O PSOL está entre os partidos ainda indefinidos neste 2º turno das eleições em Aracaju. A legenda promete adotar uma posição amanhã. Será que o Movimento Não Pago, braço barulhento do PSOL, topará apoiar o prefeiturável Edvaldo Nogueira (PCdoB), o mesmo que em 2011 era motivo de chacota dos estudantes. Aliás, o comunista ganhou do “Não Pago” até o grito de guerra “Edvaldo, almofadinha, quero ver você andar no Tijuquinha”. Misericórdia!

Corda bamba

Os resultados das eleições de Laranjeiras, Pirambu e Japaratuba dependem do “tapetão”. Ontem, a Justiça confirmou as inelegibilidades dos eleitos Paulo da Varzinhas (DEM), Elio Martins (PSC) e Lara Moura (PSC). Todos vão recorrer contra as decisões, mas se não conseguirem reverter o quadro até janeiro de 2017, as três prefeituras serão administradas provisoriamente pelos presidentes das Câmaras Municipais. Caso as punições a Varzinhas, Elinho e Lara sejam mantidas em última instância, serão convocadas novas eleições. Danou-se!

Ou paga ou desce

O governo de Sergipe está obrigado a pagar a folha de pessoal até o dia 30 do mês trabalhador. Pelo menos foi o que decidiu ontem o Pleno do Tribunal de Justiça. No entendimento dos desembargadores, o salário é verba alimentar. Portanto, o atraso e o parcelamento atentam contra o princípio constitucional da dignidade da pessoa. O diabo é saber de onde o governo vai tirar a grana para cumprir a decisão judicial.

Teje preso

Após o Supremo ter decidido ser correta a prisão após o suplicante ter sido condenado por colegiado de segunda instância, aumentou a venda dos calmantes Lexotan e Rivotril. Alguns réus mais nervosos até já arrumaram as malas pensando no novo endereço. Há quem garanta que se os juízes resolverem cumprir à risca a decisão do Supremo, faltará cadeia pra tanta gente. Cruz credo!

Cara, crachá!

Como perguntar não ofende: por que na hora do voto a Justiça Eleitoral exige do eleitor a apresentação de um documento com foto? Será que não acredita em seu moderníssimo sistema biométrico, desenvolvido justamente para identificar quem teve as impressões digitais previamente cadastradas pelos próprios cartórios eleitorais?

Força da máquina

O governador Jackson Barreto (PMDB) está sendo acusado de ter usado a máquina administrativa para beneficiar amigos candidatos. Após fazer a grave acusação, a deputada estadual Maria Mendonça (PP) pediu que, passadas as eleições, JB administre o estado sem privilegiar os aliados. “Ele precisa entender que não é governador apenas de gestores do seu agrupamento político, mas de todos os sergipanos”, discursou Maria.

Picadeiro

De um gaiato sobre a eleição do Palhaço Soneca (PPS) para a Câmara de Vereadores de Aracaju: “Se faltava alguma coisa para aquilo virar um picadeiro de circo, agora não falta mais nada”. Homem, vôte!

Recorte de jornal

_________________________________________________1946

Publicado no jornal aracajuano A Cruzada, em 7 de dezembro de 1946.

Resumo dos jornais