13/10/16 - 16:00:30

IRAN VOLTA COBRAR PONTUALIDADE NO PAGAMENTO SALÁRIOS

Iran Barbosa volta a cobrar pontualidade no pagamento de servidores ativos e aposentados

O Vereador Iran Barbosa, do PT, voltou a usar a tribuna da Câmara Municipal de Aracaju para chamar a atenção sobre a difícil situação vivida pelos servidores públicos. Na manhã desta quinta-feira (13), o parlamentar demonstrou preocupação quanto aos constantes atrasos no pagamento dos proventos dos servidores aposentados e dos salarios dos servidores efetivos e dos trabalhadores terceirizados do município de Aracaju.

“Quero, mais uma vez, afirmar que nada justifica esses atrasos, essa falta de pontualidade nos pagamentos e de seriedade no tratamento dos direitos, tanto dos servidores quanto daqueles que prestam serviços, eventualmente, à Administração Municipal. Vejo, com muita preocupação, essa situação”, ressaltou Iran.

Para o parlamentar e professor, em função da falta de diálogo por parte da Administração, resta ao conjunto dos servidores que se sinta atingido pela falta de pontualidade no pagamento dos seus salários, acionar os meios judiciais para fazer valer os seus direitos.

“Os dados econômicos e financeiros do Município, que já foram apresentados aqui na Casa e que tenho sempre acompanhado, mostram que há condições, sim, de se tratar com seriedade e pontualidade o pagamento dos servidores”, enfatizou.

Iran Barbosa lembrou que decisão recente do Tribunal de Justiça de Sergipe, sobre ações movidas por entidades sindicais de servidores estaduais, diz que o pagamento dos proventos dos servidores públicos aposentados deve ser assegurado pelo Governo do Estado de forma pontual e não parcelada.

“E se vale para o servidor aposentado o direito à pontualidade e ao pagamento sem parcelamento, o que dizer do servidor da ativa? E o grande argumento que funaentou essa decisão do TJ é o que tenho utilizado sempre: que salários e proventos equivalem a alimentos e, como tal, são prioritários e não podem ser atrasados nem parcelados”, reforçou.

O Vereador e líder da oposição levantou, ainda, sua preocupação quanto à conclusão do atual mandato municipal, já que o atual Prefeito perdeu a eleição. “Mas é obrigação deste governo assegurar, até o final da gestão, a seriedade no trato da Administração municipal. E é necessário que os salários e proventos dos servidores estejam na ordem das prioridades”, reiterou.

Para Iran, o argumento da crise econômica também não pode ser utilizado como justificativa para atraso no pagamento dos servidores nem para parcelamentos.

“É em momentos de crise que não se pode abrir mão de duas coisas: primeiro, muita criatividade por parte dos gestores, que foram eleitos, todos eles, sabendo que existia uma crise, portanto, foram pedir voto dizendo que tinham capacidade intelectual e criativa para administrar com a crise, então, não podem, agora, usar a crise como desculpa; segundo, é preciso estabelecer prioridade nos investimentos, e, neste momento de crise, uma das grandes prioridades deve ser o pagamento dos servidores, inclusive, em respeito à decisão do Tribunal de Justiça”, concluiu Iran.

Por: George W. Silva