27/10/16 - 14:08:02

VALOR ECONÔMICO DESTACA PROJETO DA TERMELÉTRICA DE SE

O Estado de Sergipe foi referência em uma matéria publicada na edição dessa quinta-feira, dia 27, no jornal Valor Econômico. No texto, o presidente da General Eletric (GE) para a América Latina, Rafael Santana, destaca que a empresa americana fechou um contrato de US$ 900 milhões no Brasil, graças a uma encomenda para o projeto da termelétrica Porto de Sergipe. A usina será a maior a gás natural da América Latina.

De acordo com ele, o negócio envolve todos os equipamentos necessários para a construção da usina, desde as turbinas até as máquinas responsáveis pelas obras civis, passando pelos sistemas de integração e monitoramento digitais. “A General Eletric ainda fará a montagem e instalação dos equipamentos”, ressaltou Rafael Santana.

A termelétrica pertence à Centrais Elétricas de Sergipe (Celse), empresa criada pela EBrasil Energia e pela Golar Power para executar o projeto. Segundo o presidente da GE, o escopo desse contrato marca uma inovação do modelo de contratos da empresa. “Se a gente voltasse um ou dois anos atrás, seria comum a GE fornecer basicamente os equipamentos das turbinas. O valor do contrato seria de um terço do que temos hoje”, pontua.

A previsão é de que a Termelétrica Porto de Sergipe comece a operar em janeiro de 2020 e conforme informações do presidente da Celse, Eduardo Maranhão, a usina terá uma capacidade de geração da planta de 1,516 megawatts, com taxa de eficiência de 62,22%. “Quando em funcionamento, a energia gerada pela usina deverá ser suficiente para abastecer cerca de 15% da demanda do Nordeste”, observou ao destacar que o valor total do investimento na termoelétrica é de US$ 1,3 bilhão.

Ainda na matéria, Eduardo Maranhão informa que a Celse vai construir um terminal de regaseificação de gás natural liquefeito (GNL) em Sergipe para abastecer a usina. Segundo ele, o contrato de fornecimento de gás ainda não foi fechado, mas estão em tratativas finais para importar da ExxonMobil. “O contrato deve ser assinado no início de novembro”, afirmou.

Com informações do Valor Econômico