13/11/16 - 06:00:16

ESTUDANTES PARTICIPAM DE AUDIÊNCIA SOBRE DESARMAMENTO

Um grupo de alunos do Colégio Estadual Profª Glorita Portugal, do conjunto Eduardo Gomes, reuniram-se para comparecer na sexta-feira (11), de audiência pública sobre o desarmamento, que tem como tema: “Cultura da Paz e do Desarmamento”. Evento ocorreu na Assembleia Legislativa de Sergipe, e contou com  a participação de representantes de órgãos da Segurança Pública do Estado.

Adotando cenário de palestra e discussão como caminho para resolução de um problema recorrente na escola, o presidente do Grêmio Estudantil da instituição de ensino do Glorita Portugal, Pedro Lucas Pinheiro Santos, revela que ele e seus colegas se sentem sem estímulo de ir a aula, por marginais invadirem a escola para fazerem arrastões entre os estudantes, e, com posse de arma.

“Viemos rogar, pedir clemência aos governantes, e aos deputados. Já enviamos relatório com fotos até para a Secretaria de Educação, e até agora não houve melhoramentos. Estamos com medo de ir a aula, pois roubam nossos celular e carteiras, e isso dentro da escola, pois pulam o muro para entrarem. Estamos inseguros!”, desabafa o estudante, de apenas 15 anos.

Ressalta ainda que está ciente que o problema não é só da escola em que estuda. “Sei que essa ocorrência não está apenas na escola, sabemos que Sergipe está assim, a insegurança é geral”, arremata o Pedro.

Alunos se refere aos dados do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado no dia 03 de novembro deste ano, que informou que  enquanto a violência sofreu uma pequena retração no país, estimada no percentual de 1,2%, Sergipe apresentou um aumento de 18,2%.  Sendo dados, Aracaju é a quinta capital mais violenta do Brasil, sendo o Estado de Sergipe, o mais violento do país.

Em 2015 registraram-se 1.196 homicídios dolosos e 47 latrocínios. O fato levou o Estado a ocupar, pela primeira vez,  a classificação de  primeiro lugar no ranking da violência, com 57,3 mortes violentas intencionais a cada 100 mil habitantes, desbancando a vizinha Alagoas.

Coordenador da audiência, o deputado Capitão Samuel (PSL), fez menção aos alunos na audiência. Segundo ele, “a juventude que acompanha o trabalho da vida pública, é de grande importância. Pois passam a ter compreensão do trabalho realizado nesta Casa, e criam o senso crítico, de frisar o que é bom, dando continuidade, e de melhorar amanhã o que ocorre no hoje”, salientou o deputado, que é presidente da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa.

Agência de Notícias Alese