20/12/16 - 10:33:29

Secretariado de Aracaju está sendo montado por JB!

Boa parte da imprensa de Sergipe deixou passar despercebido um suposto “ato falho” do prefeito eleito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), quando do anúncio dos primeiros nomes de seu secretariado. Na oportunidade, quando anunciou o ex-deputado federal Mendonça Prado na presidência da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), o comunista revelou que ali se tratava de uma indicação do PMDB, mais precisamente do governador Jackson Barreto (PMDB). Talvez, a “citação” do prefeito não tenha sido tão “inocente” assim.  Há quem veja que ele quis pontuar uma suposta “interferência” do governador em sua equipe de trabalho.

Para este colunista a leitura não é exatamente essa. Subentende-se que quem dará as “cartas” na administração municipal a partir de janeiro é Jackson Barreto. Por uma questão de Justiça, este colunista vai reconhecer: a vitória nas urnas em 2016 na capital se deu, efetivamente, graças a participação do governador, mas o povo que foi às urnas escolher o prefeito pelos próximos quatro anos escolheu Edvaldo Nogueira e não JB! Desde a confirmação da vitória do candidato do PCdoB que o chefe do Executivo Estadual “roubou a cena” e ofuscou o prefeito eleito. Até Edvaldo, quando do anúncio do seu secretariado, confirmou que Mendonça, por exemplo, não foi uma escolha sua, mas do governador.

Mas, convenhamos, é esta a Aracaju que queremos? Teremos um prefeito aliado do governador, mas independente e autônomo ou teremos na Prefeitura Municipal um “puxadinho” do Estado, uma espécie de Casa Civil, onde o governo de plantão amontoa as indicações políticas? JB já tem o Palácio de Despachos, reformou a cozinha do Palácio de Veraneio e agora vai “reinar” no Centro Administrativo! Como se não bastasse, o jornalista e publicitário Carlos Cauê, ligadíssimo ao governador, foi escolhido secretário de Governo, uma espécie de “secretaria-chave” em qualquer gestão, onde hoje quem responde, por exemplo, é Marlene Calumby, irmã e da confiança total do atual prefeito João Alves Filho (DEM).

Há quem diga que nem o novo secretário de Saúde, André Sotero, teria sido uma indicação de Edvaldo. Seria um nome, que não “reza” na cartilha de Rogério Carvalho (PT) e que seguiria as orientações do governador quanto à gestão da Saúde Municipal. Como a maioria dos médicos do quadro da administração municipal, Sotero deve “engolir” o presidente estadual do PT dentro do mesmo agrupamento político. Talvez Edvaldo não tivesse força para “peitar” Rogério, como nunca teve quando o governador era Marcelo Déda (in memoriam). O modelo é praticamente o mesmo: Déda dava as cartas lá atrás; Jackson dará de agora em diante.

Outro “presente” de JB para Edvaldo Nogueira é o secretario de Estado da Fazenda, Jeferson Passos, que assume a Fazenda Municipal. Em síntese, para alguns o governador estaria “se livrando” dos nomes que já não lhe interessam na gestão estadual e com as indicações já está facilitando as mudanças que já previstas para seu secretariado; para este colunista JB está colocando pessoas de sua confiança para controlar os passos do prefeito eleito. Na experiência anterior, quando foi prefeito, Edvaldo não foi muito “atencioso” com o governador, que chegou a guardar certa mágoa. Ao ponto de, no início de 2016, tentar emplacar Zezinho Sobral (PMDB) como sua alternativa para Aracaju.

Em síntese, esta coluna, setores da imprensa e toda a sociedade sergipana aguardam, com ansiedade, a definição por parte do governador Jackson Barreto, dos demais nomes da administração do prefeito Edvaldo Nogueira. É compreensível um pouco a demora até porque os partidos aliados, que apoiaram e ajudaram o prefeito do PCdoB na campanha passada, estão reivindicando seus espaços na gestão. E, com duas “máquinas” na mão, JB tem espaço sobrando para fazer política e agraciar os apadrinhados. Está mesclando nomes no Estado e na Prefeitura já pensando em 2018! Só precisa ter cuidado para avisar a Edvaldo que é ele quem precisa ser empossado no próximo dia 1º. Nesta confusão toda, desfocado pelo governador, ele pode findar passando despercebido no processo…

Veja essa!

Um dos auxiliares de Edvaldo Nogueira que mais geram expectativa é Mendonça Prado. Grande tribuno, de oratória impecável, não se saiu bem em algumas das experiências que teve auxiliando o Poder Executivo. No terceiro governo de João Alves Filho, por exemplo, foi muito contestado enquanto secretário de Estado da Administração.

E essa!

Quando mudou seu posicionamento político e seguiu o antigo desafeto JB, foi “presenteado” com a Secretaria de Segurança Pública e sucumbiu. Parecia perdido no cargo e não disse a que veio. A violência só aumentava e ainda contribuiu para a divisão das polícias.

Agrese

Sem espaço no 1º escalão e sem mandato, Mendonça Prado foi escanteado para gerir a Agência Reguladora. Por ironia do destino, foi para substituir Edvaldo Nogueira, que sem mandato, ficou nomeado como presidente da Agrese, por um tempo, “pensando” na sua criação e no seu formato. Mendonça também ficou meio “escondido”  por lá.

Emsurb

Agora, em sintonia com Edvaldo, Mendonça tem um desafio maior em suas mãos: será o responsável, por exemplo, por assuntos polêmicos como a coleta e a destinação do lixo de Aracaju e como as feiras livres. Para tanto, terá que sair um pouco do conforto do “ar condicionado” e ir para as ruas conhecer os problemas de perto.

Ambulantes

Mendonça Prado terá que resolver também algo que a gestão do prefeito João Alves até tentou, mas não encontrou solução: uma destinação para os ambulantes da capital. A PMA entrou em conflito por diversas vezes com os trabalhadores que não aceitavam sair dos locais em que atuam. Houve uma padronização que hoje completamente desrespeitada e onde praticamente não há fiscalização.

Café da manhã

O prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) e a vice-prefeita Eliane Aquino (PT) participaram, nessa segunda-feira (19), de um café da manhã realizado pelo Conselho Regional de Serviço Social de Sergipe (CRESS/SE) e de uma roda de conversa com a categoria, para debater as questões técnicas e éticas do exercício profissional e o modelo de gestão das políticas sociais para o município.

Emília Corrêa

A defensora pública e vereadora eleita pelo (PEN), Emília Corrêa, participou nesse domingo (18), de Ato Público promovido por igrejas, artistas e sociedade civil com o objetivo de promover uma reflexão sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que legaliza o aborto até os três primeiros meses de gestação. O movimento, que é coordenado pelo Brasil Pró-Vida acontece em várias cidades do país e, em Sergipe, foi organizado pela cantora Antonia Amorosa. Emília Correa destacou a força do movimento e a defesa da vida.

Saúde

Falando em João Alves, diga-se de passagem, é preciso destacar o trabalho incansável do secretário de Saúde, Antônio Almeida, que não tem medido esforços, junto ao Ministério Público Federal e ao Ministério Público Estadual, para encontrar soluções que amenizem o sofrimento dos usuários do SUS na capital.

Transparência

Antônio Almeida tem procurado ser o mais transparente possível para os órgãos fiscalizadores nesse final de gestão e conseguiu, apesar dos inúmeros problemas, manter um relacionamento aberto e respeitoso com todos os dirigentes de entidades sindicais da Saúde.

Ações

O secretário Antônio Almeida, em conversa com este colunista, explicou ainda que já entregou uma Unidade Básica de Saúde e, nos próximos dias, estará entregando mais duas UBS totalmente reformadas, além do “consultório de rua”, com toda estrutura de trabalho, e do “castra móvel”.

Bomba!

Este colunista tomou conhecimento que um gestor público em Sergipe, “metido a garanhão”, passou por maus bocados com uma assessora. Quando a auxiliar se aproximou, o “tarado” tentou agarrá-la a força e foi surpreendido com um golpe.

Pega fogo!

De pernas para o ar, e numa situação bastante ridícula, o “gestor” tentou contornar a situação. O difícil era conter a ira da assessora. Para o assunto não vir à público e para não gerar um desgaste junto à opinião, o abuso fora rapidamente abafado e a auxiliar devidamente “contemplada”. Em Sergipe, tudo se sabe…

Exclusiva!

A tendência petista Articulação de Esquerda já estuda seu futuro político no Estado, com o anúncio da “aposentadoria” da deputada estadual Ana Lúcia (PT) em 2018. O principal nome do grupo para a Assembleia Legislativa é do vereador reeleito em Aracaju, Iran Barbosa (PT). A novidade é que o candidato a deputado federal da tendência tende a ser o também petista João Daniel.

Estratégia

Falando nisso, está mais do que claro que o lançamento da candidatura de Iran Barbosa para a presidência da Câmara Municipal é mais uma estratégia de marketing para ampliar seus espaços na mídia do que outra coisa. Iran sabe que precisa ser bem articulado com os demais pares para ter alguma chance, e ele não faz qualquer movimento neste sentido.

Salários

Muitos vereadores de Aracaju reclamam do comportamento de Iran Barbosa, sobretudo, quando o assunto é reajuste dos salários. Os parlamentares dizem que o petista discursa para o povo sendo contra o aumento, mas não abre mão do subsídio.

Desabafo

“Iran é um grande parlamentar, mas não pensa no parlamento e age individualmente. Faz este discurso contra o aumento só para justificar ao seu eleitorado e para queimar os colegas”, reclamou um vereador que prefere não se identificar.

Riachão do Dantas

A Coligação “Riachão em você eu acredito” e a segunda colocada nas eleições municipais, Simone Andrade Farias Silva, protocolaram junto ao Juiz Eleitoral de Riachão do Dantas uma ação pedindo a cassação dos mandatos da prefeita e do vice-prefeito eleitos, além de um vereador eleito do município.

Denúncia

Nos termos da ação, constam as denúncias de suposta captação ilícita de sufrágio; propaganda eleitoral supostamente fraudulenta  através de pesquisa com proibição de divulgação, além de uma suposta intimidação a eleitores e perturbação de atos de campanha eleitoral, através de milícia. O magistrado ainda não se manifestou. A coluna está à disposição caso os acusados queiram emitir qualquer manifestações ante as denúncias protocoladas.

Jairo de Glória I

O deputado estadual Jairo de Glória (PRB) destacou os investimentos que vêm sendo feitos pelo governador Jackson Barreto em áreas estratégicas, a exemplo da segurança pública. “Sergipe não é uma ilha. Há inúmeros problemas, mas não podemos ignorar os investimentos que o governador tem conseguido fazer”.

Jairo de Glória II

De acordo com ele, a superpopulação carcerária, por exemplo, é uma realidade em todos os Estados brasileiros. “Os problemas na segurança são registrados em todo o país. Precisamos combatê-los, mas não tem como fazer milagres. O Governo, dentro da medida do possível, tem feito a parte que lhe cabe”.

Estância

Gilson Andrade (PTC) e Adriana Leite (PRB), respectivamente eleitos prefeito e vice-prefeita de Estância pela Coligação “Construindo um futuro melhor”, anunciam em Coletiva à imprensa, a equipe de secretários que irá compor a gestão municipal a partir de janeiro. O anúncio acontece nesta quarta-feira (21), às 8h, na Câmara Municipal de Vereadores.

Santa Luzia

O município de Santa Luzia do Itanhi é o único na região sul de Sergipe, que recebeu luminárias e decoração natalina. A cidade, uma das mais antigas de Sergipe, vem inovando e resgatando sua cultura. Este tem sido um compromisso do prefeito Edson Cruz.

Natal

No mês de dezembro, além de acontecer a festa religiosa de sua padroeira, ocorrem também o Festival de Poesia Falada (que aconteceu dia 17) e o Sarau Natalino, que acontecerá dia 23, às 19h30, com muita poesia e apresentação da filarmônica.

João Daniel

Em discurso na Câmara, durante a sessão dessa segunda-feira (19), o deputado federal João Daniel (PT) ressaltou a realização do IV Encontro de Filarmônicas, no município de São Cristóvão. No último domingo (18), o parlamentar prestigiou o evento, realizado na praça São Francisco – reconhecida como Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco, e destacou sua importância para a cultura sergipana.

Reconhecimento

O deputado parabenizou o idealizador do encontro, maestro Fortunato, e todas as filarmônicas participantes. “Parabenizamos todas as bandas, em especial a de São Cristóvão, e todos aqueles que fazem da música um grande espaço de melhoria da vida e da nossa cultura sergipana e brasileira”, destacou João Daniel.

 CRÍTICAS E SUGESTÕES

[email protected] e [email protected]