30/12/16 - 06:06:24

Superintendente do SAMU fala sobre atividades realizadas em 2016 (Foto: Jadilson Simões)

“Estamos aguardando para 2017 cinco viaturas já cadastradas no Fundo Nacional de Saúde oriundas de emendas parlamentares”, disse a superintendente do Samu 192 Sergipe”

Na manhã da última quarta-feira (28), a superintendente do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Sergipe (Samu 192 Sergipe), Maria Lúcia dos Santos, concedeu entrevista ao Jornal de Notícias da TV Alese, onde fez um balanço das atividades do Samu 2016.

Durante a entrevista, Maria Lúcia explicou que o Samu presta serviços a sociedade há 15 anos, com 36 bases em todo o Estado, com uma frota de 59 ambulâncias, 43 equipes de unidades de porte básico e 16 equipes de suporte avançado.

Ainda de acordo com a superintendente, o Samu conta com o total de 100 mil chamadas, entre atendimento, orientações médicas e trotes. 48 mil chamadas efetivadas, transformadas em atendimento. “ A cada 10 minutos temos uma demanda para o Samu”, disse Maria Lúcia acrescentando que 20% é para unidade de saúde avançada, com equipe formada por médicos e enfermeiros, 80% para unidade de suporte básico e 3% para ocorrências de motolândia”.

Segundo Maria Lúcia, o problema do Samu 192 mais incidente são os trotes, totalizando 40%.    “Pensando em reduzir esses números, em 2017, por meio da educação em saúde, através do Núcleo de Educação Permanente (NPE), iremos realizar campanhas a fim de conscientizar a população sobre a utilização adequada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, bem como prevenção e a promoção da saúde”, ressaltou.

A superintendente salientou ainda que a Secretaria de Estado da Saúde, a Fundação Hospitalar de Saúde, junto com Central de Regulamentação de Urgências organizaram para este final de ano o Plano de Contingência, com resultado positivo já no natal, e que estão aguardando cinco viaturas já cadastradas no Fundo Nacional de Saúde oriundas de emendas parlamentares.

Destaque para alguns Projetos:

Projeto Salve – Corrente de assistência à vida

Lançado em 1º de setembro de 2016, o Projeto Salve é realizado em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe, Sociedade Médica do Estado de Sergipe e Cooperativa dos Anestesiologistas.

Por meio dessa iniciativa a comunidade é treinada a reconhecer uma parada respiratória e a adotar medidas que dizem respeito à comunidade de forma geral. “As informações compartilhadas podem contribuir com a redução do índice de mortalidade a partir do aumento de sobrevida do paciente”, destacou o gerente do NEP do Samu.

Motociclista vivo

Motivado pelos altos índices de mortalidade envolvendo motociclistas no estado, o Samu 192 Sergipe e a Secretaria de Estado da Saúde (SES) desenvolveram a campanha ‘Motociclista Vivo’. A ação ocorreu entre os meses de agosto e dezembro de 2015, e contou com a parceria da Policia Rodoviária Federal, com o Departamento Estadual de Trânsito de Sergipe (Detran/SE) e Secretaria de Estado da Educação (Seed).

O projeto foi desenvolvido nas 20 maiores escolas do Estado de Sergipe para conscientizar, especialmente, o público jovem. Por meio de atividades interativas, além de conhecer medidas para redução de acidentes, o público pode aprender mais sobre o funcionamento do Samu e como utilizar o serviço.

Por Agência de Notícias Alese, com informações Agência Sergipe