04/01/17 - 10:06:38

Batalha PAI x Batalha FILHO: veremos o embate no rádio?

A política realmente é uma “caixinha de surpresas” e geralmente apresenta algumas situações que, no mínimo, nós avaliamos como inusitadas. Na publicação anterior, este colunista chamou a atenção para o vereador eleito Thiaguinho Batalha (PMB), filho do secretário de Comunicação da PMA, na gestão de João Alves Filho (DEM), Carlos Batalha, um dos maiores críticos do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB). O jovem parlamentar foi eleito para compor a nova Mesa Diretora da CMA e sinaliza que deve fazer parte da bancada aliada do prefeito do PCdoB.

Não cabe a este colunista questionar o posicionamento político do vereador. Ele foi eleito pelo voto democrático das urnas, não pesa contra ele nenhuma denúncia ou indício de compra de votos, tanto que a Justiça Eleitoral lhe diplomou e, em seguida, o empossou vereador de Aracaju para os próximos quatro anos. Apenas fora colocado aqui neste espaço porque ele foi candidato apoiando e votando em Valadares Filho (PSB). Agora fechou uma composição com o candidato do PCdoB, o atual presidente Josenito Vitale (PSD), o “Nitinho”, que ganhou o voto e não tem nada com isso.

E não foi apenas a questão de ter apoiado Valadares Filho na campanha em Aracaju: Thiaguinho é filho de Carlos Batalha, braço direito de João Alves Filho e que, segundo o próprio Edvaldo Nogueira, teria deixado um “rombo” na gestão municipal da ordem dos R$ 500 milhões. O “Batalha Pai” é o interlocutor oficial do ex-prefeito e certamente será muito acionado em 2017 para dar explicações a respeito de denúncias e ataques que serão feitos contra a administração anterior. E a pergunta que não quer calar: como vai se posicionar o “Batalha Filho”, o vereador?

Seria surreal, mas não impossível verificar, em breve, em um dos inúmeros programas radiofônicos que temos em Sergipe, um debate entre um vereador “apaixonado” pelo novo governo e determinado a lhe prestar serviços e do outro lado da linha telefônica ou no próprio estúdio da emissora, um combativo assessor, disposto a defender como sempre seu líder político, mesmo que este esteja afastado do Poder. Teríamos uma verdadeira “Batalha” entre pai e filho, onde cada um vai depender seu ponto de vista, seu lado político?

Isto até poderia ser impossível, não fosse a explicação do vereador que nessa terça-feira (3) emitiu uma nota à imprensa, dizendo em outras palavras que, o “Batalha Pai” tem seu lado político e suas preferências e que o “Batalha Filho” tem sua independência e suas preferências.  É importante frisar que, enquanto secretário de Comunicação da PMA, na gestão de João Alves Filho, certamente que o jornalista Carlos Batalha, mesmo que indiretamente, conseguiu alguns apoios para seu filho. Gente que trabalhava com o prefeito do DEM e que, por gratidão e por aproximação política, decidiu apostar em um jovem e dinâmico vereador.

Thiaguinho explicou na nota que só deve satisfação a seu partido, o PMB; um leve engano do parlamentar, já que ele foi eleito para representar toda a cidade de Aracaju e, sendo assim, seu mandato “deve obrigações” ao povo, de uma forma geral. Quanto ao “confronto radiofônico”, só o tempo nos dirá se ele será possível acontecer. Esta é uma situação que precisará ser contornada dentro de casa, mas que dificilmente conseguirá ser controlada. Quanto mais prestigiado for por Edvaldo, mais “Batalha Filho” estará determinado a ajuda-lo. Mais um desafio para “Batalha Pai”, que terá que separar o “joio do trigo” nesta que será apenas uma das “Batalhas” que ele terá pela frente…

Veja essa!

Em nota, o vereador “Batalha Filho” explica que na eleição da Mesa Diretora da CMA, ele conversou com o então presidente Vinícius Porto (DEM), que buscava a reeleição, e com o vereador Nitinho, eleito presidente.

E essa!

“Durante o período que antecedeu essa eleição, eu tive várias reuniões com ambos, inclusive uma delas com poucos minutos uma da outra, onde recebi no meu escritório Nitinho, acompanhado do prefeito Edvaldo Nogueira, e logo depois Vinicius Porto. Portanto, eu nunca escondi de nenhum dos dois as conversas que estava tendo com ambos”, explica Batalha Filho.

 E o voto?

Agora, como perguntar não ofende nunca, se estava conversando com os dois candidatos, o que Batalha Filho estava esperando? Qual era o teor das conversas? O que lhe atraiu para votar em Nitinho?

Os outros

Para justificar seu voto, Batalha Filho colocou outros vereadores “na roda”: “Thiaguinho ressalta, ainda, que vereadores tradicionalmente aliados de Vinícius Porto, a exemplo de Juvêncio Oliveira (DEM) e Manoel Marcos (ex-DEM), também votaram na chapa de Nitinho”.

Independência I

Em tom de desabafo, vem a “pérola” do jovem vereador: “as pessoas estão confundindo Thiaguinho Batalha com Carlos Batalha. Eu e meu pai somos pessoas diferentes. Meu pai sempre foi do lado de João Alves Filho, que é um homem público que eu  tenho muito respeito e admiração”.

Independência II

E completou: “sei do que ele (João Alves) fez pelo povo de Sergipe, mas quem trabalhou com ele foi meu pai. Eu não estou no partido dele, não fiz parte da coligação dele. Meu partido é o PMB, a quem devo satisfação e que foi comunicado antecipadamente e entendeu minha posição em optar pela escolha livre e democrática por Nitinho”.

Bomba!

Para encerrar o assunto, este colunista traz uma informação quente dos bastidores da Câmara Municipal de Aracaju: depois de acumular experiências na Secom do Governo do Estado e da PMA, Carlos Batalha está cotado para assumir a Comunicação da Câmara pelos próximos dois anos.

Exclusiva!

Sabe-se apenas que muitos nomes estão disputando a vaga dentro do agrupamento, mas que o nome mais forte e que seria uma espécie de “compromisso” é para Carlos Batalha assumir a comunicação do Poder. A política é realmente como as nuvens…

Alô Danielle!

Em tempos de investigações, a atuante delegada-chefe da DEOTAP, Danielle Garcia, poderia dar sua colaboração na questão de como foi encontrada a Prefeitura de Capela. Talvez esta não seja uma atribuição de seu departamento, mas é preciso que a verdade prevaleça e que absurdos como aquele não passem em branco. Que os verdadeiros culpados sejam identificados e responsabilizados…

Machado no PMDB

Caiu como uma bomba na política de Sergipe a possibilidade do empresário José Carlos Machado (PSDB) mudar de partido e de agrupamento político. Se realmente for para o PMDB, além de uma perda considerável para a oposição, ele também levará consigo uma parcela significativa de seguidores.

Fará falta

Machado é o principal nome da oposição, sobretudo, quando o assunto é fiscalização dos recursos públicos. Conhece como ninguém a administração estadual e seus números. Foi coordenador da bancada federal por anos e carrega grande experiência, sobretudo em Brasília (DF). Para uma oposição que já está desarrumada…

Muribeca I

Fernandinho Franco (PSDB) tomou posse como prefeito reeleito de Muribeca, juntamente com seu vice, Márcio Pinheiro (DEM). Também foram empossados os nove vereadores que irão compor a Câmara de Vereadores.

Muribeca II

O fato que chamou a atenção foi a eleição da mesa diretora. O resultado final demonstrou a força do PSDB em Muribeca. O candidato a presidente, Periquito, que é do PSDB, foi eleito por unanimidade e os quatro componentes da mesa também são do partido. Foram eleitos: Periquito (presidente), Remo (vice-presidente), Pirroxa (1º secretário) e Mário de Tonho de Preta (2º secretário).

Educação I

Em clima de cordialidade e entusiasmo, a nova secretária municipal da Educação de Aracaju (Semed), Maria Cecília Tavares Leite, foi recepcionada e conduzida ao seu gabinete pela ex- Consultora Especial para Assuntos Governamentais da Semed, Osvaldina Cruz e pelo líder do Governo na Câmara de Aracaju, vereador Antônio Bittencourt (PCdoB).

Educação II

A ex-secretária Marcia Valéria não participou da transferência de cargo por motivo de viagem, anunciada à nova gestora. Na oportunidade, Maria Cecília agradeceu a equipe pelo trabalho realizado até o atual período e apresentou parte da equipe técnica que irá recompor o quadro da Semed, salientando ser formada por técnicos que têm como critério de atuação o perfil ético-político.

Emília Correa

A defensora pública e radialista, Emília Correa (PEN), vereadora de Aracaju, confirmou que fará oposição coerente e que irá fiscalizar e cobrar as ações do governo municipal de forma responsável. “Honrei com o grupo que iniciei, que é o de oposição, o que reflete e diz muita coisa. Farei oposição de forma responsável sempre visando o bem do aracajuano”, pontuou.

Reunião

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, anunciou o pagamento integral do décimo terceiro salário dos servidores da administração direta e que iniciará o pagamento do benefício para a administração indireta. Ele ainda informou que até o dia 10, aposentados e pensionistas também receberão o recurso. No próximo dia 20, o gestor municipal se reunirá com os sindicatos para tratar dos salários do mês de dezembro, deixados pela administração anterior.

Edvaldo Nogueira

“Não é uma atitude simples o que estamos fazendo já no segundo dia da nossa gestão. É uma demonstração de que a prioridade é os servidores”, afirmou ele, durante o anúncio que ocorreu na manhã dessa terça (3) em reunião com 10 sindicatos das categorias da Saúde, da qual participaram também a vice-prefeita Eliane Aquino e os secretários Jefferson Passos (Fazenda), Carlos Cauê (Governo) e André Sotero (Saúde).

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com