06/01/17 - 13:25:48

Gestores e técnicos de municípios são capacitados para o Bolsa Família (Foto: Rebecca Melo)

A Coordenação Estadual do Programa Bolsa Família iniciou, na quinta-feira, 05 de janeiro, uma capacitação emergencial com gestores e técnicos de municípios de Arauá, Campo do Brito, Frei Paulo, Nossa Senhora das Dores, Poço Redondo e Porto da Folha. Ainda este mês – nos dias 11, 12, 13; e 17, 18, 19 -, as capacitações terão continuidade, com outros 36 municípios que também tiveram suas gestões renovadas, após a eleição de outubro passado.

De acordo com o coordenador do Programa Bolsa Família, na Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos (Seidh), José Carlos Passos, cerca de 80% dos municípios passaram por renovação de gestão, porém, nem todos necessitam da capacitação emergencial porque já possuem técnicos com experiência no programa.

“O nosso intuito, neste primeiro momento, é trazer para a capacitação aqueles técnicos que são totalmente zerados em termos de experiência com o Bolsa Família e o Cadastro Único, para que recebam instruções e orientações no que diz respeito à operacionalização dos serviços”, explica. Entre os assuntos abordados, foram pontuadas as orientações básicas sobre os critérios e sobre como gerir o programa, bem como o acesso às plataformas do sistema e os procedimentos para realização dos cadastros.

Ainda segundo o coordenador do Programa, a capacitação também poderá contemplar outros municípios que, porventura, necessitem de capacitação para gestores e técnicos de Bolsa. “Estamos com o cronograma aberto para os municípios, que podem ligar e solicitar agendamento para a capacitação. Após estabelecer a data, os gestores são encaminhados à Seidh para que, no horário de 08h às 13h, possam tirar dúvidas e receber as instruções necessárias”, pontua José Carlos.

Uma das participantes do primeiro dia da capacitação foi Juliana Vieira, coordenadora do Bolsa Família na secretaria de Assistência Social de Nossa Senhora das Dores. Ela revela ainda não possuir experiência na operacionalização do programa. “Acho muito importante esse momento, pois estou me capacitando sobre um serviço com o qual não tinha familiaridade. As minhas principais dúvidas são acerca dos critérios, de como lidar com os beneficiários e como preencher o sistema e o Cadastro Único. Então, a oportunidade vai me ajudar muito a dar início aos trabalhos, visto que é indispensável esse conhecimento para quem está chegando agora devido às mudanças nas gestões municipais”, considera.

Texto: Neto Menezes e Rebecca Melo

Foto: Rebecca Melo