11/01/17 - 11:18:56

Ipesaúde procura informar e solucionar dúvidas com os beneficiário (Foto ascom)

Ampliar as possibilidades de acesso a informação prestando a informação precisa sobre procedimentos e novas ações. Esta tem sido uma meta do Ipesaúde que vem sendo cumprida através da utilização das redes sociais e do correio eletrônico (e-mail) que permite o contato direto com o seu público-alvo que são os beneficiários. A partir de um banco de dados já existente no respectivo cadastro, a autarquia vem buscando ampliar as possibilidades de contato e difusão de informações pertinentes a novas rotinas de procedimento e novas ações.

De acordo com a coordenadora de Comunicação, Paola Santana, serão enviados, via e-mail, num novo produto de comunicação chamado de “Ipesaúde Informe”, normas sobre procedimentos como renovação de carteiras, recadastramento, inclusão de dependentes e outros. “Buscamos ampliar as formas de difundir esse tipo de informação que tem relação direta com o beneficiário. Temos conseguido um bom índice de retorno, onde também recebemos sugestões, críticas e elogios a partir dessa iniciativa”, relata.

Ouvidoria e Fale Conosco

Os beneficiários ainda contam com outros meios para entrar em contato com a gestão do Ipesaúde, a exemplo da própria Ouvidoria, que funciona na sede do órgão e no Serviço de Pronto Atendimento (SPA), ao lado do Hospital da Polícia Militar (HPM), onde profissionais estão aptos a acolher todo tipo de reclamação ou sugestão dos beneficiários, protocolando o referido procedimento.

Outro canal efetivo de comunicação mantido é o ‘Fale Conosco’ disponível no site da autarquia www.ipesaude.se.gov.br, que também possibilita essa interação com o público alvo. “Além dessas canais, nós também desenvolvemos uma estratégia de comunicação institucional nas redes sociais, o que permite um acolhimento imediato de todas as reclamações com o fornecimento da pronta resposta no menor tempo possível, além de ser um excelente meio de promover a interação com o nosso público”, relatou Paola Santana.

Ascom/Ipesaúde