18/01/17 - 10:07:44

Voluntária incentiva doação de sangue entre amigos em Pinhão (Foto assessoria)

De acordo com a gerente do serviço de Captação de Doadores do Hemose, a assistente social Rozeli Dantas, o gesto individual de um doador serve de estímulo para que outros voluntários decidam colaborar com o serviço

Egina Santos é uma funcionária pública comprometida em levar esperança para o próximo. Nesta terça-feira, 17, véspera de seu aniversário, ela compareceu ao Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) com um grupo de 20 voluntários do município de Pinhão para colaborar com a doação de sangue. “Esse é um gesto simples para quem vai doar, mas tem um valor sem tamanho para quem precisa”, declara a doadora.

Ela relatou que aproveitou o contato direto com a população para explicar sobre o procedimento e a importância que o ato de doar tem para toda a comunidade. “Sou doadora há mais de dez anos e, como agente de endemias, diariamente estou em contato com as pessoas. Elas acabam falando de suas necessidades. Vi nesse diálogo uma forma de ajudar pacientes que precisam de transfusão de sangue nos seus tratamentos”, completou Egina.

Laís Oliveira dos Santos, 20 anos, decidiu participar da ação junto com as colegas de Pinhão. Ela contou com satisfação que doou pela primeira vez. “Hoje foi o dia em que realizei um desejo antigo ser uma doadora de sangue. Estou feliz porque sei que vou ajudar a quem precisa”, disse.

“Antes da viagem a Aracaju, Egina explicou tudo. Vi que era simples e, graças a Deus, deu tudo certo”, completou.

De acordo com a gerente do serviço de Captação de Doadores do Hemose, a assistente social Rozeli Dantas, o gesto individual de um doador serve de estímulo para que outros voluntários decidam colaborar com o serviço.

“Diariamente recebemos ligações buscando informações sobre os procedimentos necessários para trazer doadores ao Hemose. Esse é um gesto nobre, se preocupar com quem não conhece”, destacou.

Ela informou que, para doar, o cidadão deve ter entre 16 e 69 anos, estar saudável, ter mais de 50 quilos e apresentar um documento oficial com foto. “Os menores de 18 anos precisam apresentar o termo de consentimento que está disponível para download no site do Hemose: www.hemose.se.gov.br. No dia doação, o menor precisa ir ao hemocentro acompanhado porque, caso tenha uma necessidade, ele poder receber as orientações”, pontuou Rozeli Dantas.

Documentos

No Hemose, o voluntário terá que apresentar um documento oficial, original e com foto, válido em todo território nacional. Pode ser a carteira de identidade, de habilitação, de trabalho ou, ainda, a carteira de reservista. Detalhes sobre a doação de sangue, palestras e visitas a unidade, através dos telefones (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

Fonte e foto assessoria