24/01/17 - 00:01:00

REFORMA E POLÊMICA

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

Qualquer reforma em equipe de Governo provoca dissabores. O governador Jackson Barreto (PMDB), praticamente fechou os seus novos auxiliares e vai anunciá-los na quinta-feira. Claro que alguns aliados ficam irritados. Ou porque perderam espaço, ou porque não indicaram ninguém. O clima é como o da musica extraída de uma piada pelos eternos ‘Mamonas Assassinas:

“Roda-roda vira, solta a roda e vem/neste raio de suruba/já me passaram a mão na bunda/E eu não comi ninguém!”

Quer dizer: tem muita gente chateada porque queriam que a reforma fosse um pouco voltada para interesses políticos de cada um. Por exemplo, manter uma secretaria para Fábio Henrique (PDT), se ele em Aracaju esteve oposição, sob argumento de um quadro paroquial em seu município. Assim como o convite ao economista Josué Modesto, que estaria fora da prática diária para resolver problemas graves de arrecadação e de falta de criatividade, provocados por um momento de crise que impõe muita dificuldade aos Estados.

Comentam sob a forma de conquista do deputado federal Laércio Oliveira (PSB), que ganhou toda a estrutura da Indústria e Comércio. Mas Laércio é um nome que repercute bem em Brasília. Diz que quer disputar a reeleição, mas, a Gilmar Carvalho, sugeriu como candidato a governador pelo grupo em 2018 ele próprio.

Aí vem Almeida Lima para a Saúde. Um inegável gestor de primeira linhagem, mas “um chato de galocha”. Seria o nome à pasta desde a posse de JB, mas a pressão dos fundadores do PT conseguiu impedir. Agora Almeida vai com tudo, inclusive com um empurrãozinho do secretário de Governo, Benedito Figueiredo, que o vê com um olhar voltado para 2018.

É esse o quadro buliçoso dos fundadores do PMDB em Sergipe, que chegará ao fim na quinta-feira, com o anuncio oficial da reforma no Governo.

NOVOS SECRETÁRIOS

Está marcado para quinta-feira o anúncio dos novos secretários de Governo, dentro da reforma que Jackson Barreto começa a fazer na atual administração.

Vai agradar a uns e desagradar a outros.

OS QUE ESTÃO CONFIRMADOS

Almeida Lima assume a Saúde; Fábio Henrique está no Turismo; Antônio Hora vai para Esporte e Lazer, e Heleno Silva vai para representação de Brasília.

Ainda falta os nomes para a Sedetec e Adema.

E A FAZENDA?

O secretário da Fazenda também tem nome anunciado com exclusividade aqui: Josué Modesto dos Passos, mas ainda estaria faltando uma posição final dele.

Isso se resolve até amanhã.

ALGUMAS OBSERVAÇÕES

O nome de Josué Modesto provocou algumas reações dentro do bloco de aliados e até mesmo de técnicos do Governo. Alguns sins e muitos contras.

Nesse momento, cuidar das finanças requer experiência e criatividade.

GILMAR E O SALÁRIO

O deputado estadual Gilmar Carvalho, através do whatsaap, informa que não sabe na de outros parlamentares, “mas na minha contra não entrou o salário”.

Gilmar oficiou a Alese de que só receberia salários depois dos servidores.

ALESE EXPLICA

Segundo informação da Alese os salários dos deputados foram depositados ontem à tarde e deve aparecer em conta na manhã de hoje.

Para quem receber em outros bancos aparece quarta-feira em razão da compensação.

FILIAÇÃO AO PPS

Ao lado de José Carlos Machado, Gilmar Carvalho participou sábado da festa da Padroeira de Maruim, acompanhado de membros do PPS.

Dentro do partido é tido como certa a filiação de Machado e Gilmar.

NÃO PARTICIPA DE BLOCO

Gilmar Carvalho aproveitou para dizer que não participará de bloco algum e “manterei a mesma postura de sempre”, quando exerceu mandato parlamentar.

– Voto de acordo com o que sempre fiz, disse.

ADESÕES E CRÍTICAS

As adesões que estão sendo anunciadas ao Governo têm arrancado críticas da oposição que passou a espelhar composição com o DEM, liderado por João Alves Filho.

Na política a magia do Poder contagia…

NUNCA VIU SECA IGUAL

O ex-prefeito Heleno Silva desabafou, ontem, que aos 49 anos nunca viu seca igual a que ocorre há seis anos, com índices pluviométricos baixíssimos.

– A dor maior é que estamos muito próximo do rio São Francisco.

GOVERNO FEDERAL POUCO FAZ

Segundo Heleno, o Governo Federal pouco faz e deixa parecer que nada acontece, enquanto o sertanejo passa sede e seu rebanho morre por falta de água.

É lamentável que não se adote providências urgentes.

MARCIO CONFIRMA

Tesoureiro Nacional do PT, Marcio Macedo confirma que o seu nome tem sido citado para candidato a presidente nacional do partido.

Atribui isso ao trabalho que realiza como atual diretor de Finanças da Sigla.

QUER NOME DE LULA

Marcio Macedo defende nome do ex-presidente Lula da Silva como presidente do partido, para facilitar a preparação com objetivo de disputar o Planalto em 2018.

– Mas nada tem decidido sobre isso, disse.

QUER IR A FEDERAL

Politicamente, Marcio Macedo trabalha para disputar vaga na Câmara Federal pelo PT em Sergipe e começará a vir a Sergipe com maior assiduidade.

Marcio trabalha pela unidade do partido no Estado.

COMANDO DA BANCADA

O governador Jackson Barreto tem hoje a maioria da bancada federal. Segundo seus aliados, a oposição agora conta com apenas dois senadores e dois deputados.

Em fevereiro, a bancada quer o comando da bancada.

VALADARES EXPLICA

Coordenador da bancada, senador Valadares, diz que ninguém falou sobre isso: “nunca impus meu nome, sempre foi pelo voto espontâneo da bancada”.

– A escolha do coordenador sempre acontecem entre agosto e setembro, disse.

COMO É A ESCOLHA

Valadares explica que, em caso de não haver consenso, a escolha é feita pelo voto de 2/3 da bancada, que tem 11 integrantes: 08 deputados e três senadores.

É o coordenador quem tiver seis deputados e dois senadores.

MACHADO EM FESTAS

O ex-vice-prefeito José Carlos Machado não perde festa. Esteve no Fest Sergipe, na festa da padroeira de Maruim e na festa das Cabacinhas em Japaratuba.

Mostra que sua candidatura a deputado federal está de pé.

Notas

Aliados encrencados – O presidente Michel Temer já decidiu que só indicará o substituto de Teori Zavascki depois que o Supremo definir o nome do relator da Lava jato. Ainda assim, os aliados do presidente, encrencados nas investigações, encontraram um pretexto para influir na escolha do futuro ministro.

0x0

Relatoria do Lava Jato – A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, deve definir até o fim do recesso do Judiciário – no dia 31 de janeiro – a situação da relatoria da Lava Jato depois da morte do ministro Teori Zavascki, vítima de acidente aéreo. A informação é de Márcio Falcão, publicada ontem no Jota.

0x0

Dificulta aborto – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deu o primeiro passo de seu mandato contra o aborto. Ontem, o republicano assinou uma ordem executiva que corta o financiamento do governo americano a ONGs internacionais que realizam abortos, ou oferecem informações sobre o tema.

0x0

Sigilo nas apurações – O juiz da 1ª Vara Federal de Angra dos Reis, Raffaele Felice, decretou sigilo das investigações sobre queda do avião que transportava ministro do STF Teori Zavascki e outras quatro pessoas. A aeronave caiu no mar, a 02 quilômetros da Ilha Rasa, em Paraty, na última quinta-feira, matando todos os ocupantes.

0x0

Erradicar cadeias – Condenado em julgamentos do mensalão e da Operação Lava Jato, o ex-deputado e ex-ministro José Dirceu (PT) defende a erradicação das cadeias brasileiras e o fim do “justiçamento”, da “perseguição” e da “punição física e mental” no sistema penal do país. Sinceramente, Dirceu tem razão.

0x0

Maia pode disputar – Presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), desembargador Hilton Queiroz, suspendeu decisão proferida na sexta por um juiz de Brasília que impedia o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de concorrer a novo mandato à frente da Casa. A eleição acontece dia 02 de fevereiro.

Conversando

Pagar os salários – Edvaldo Nogueira reafirma seu compromisso de pagar os salários dos servidores em dia. Mesmo com a dívida herdada, esta é a prioridade.

Por adesões – Senador Valadares diz que JB&Edvaldo pelas adesões recebidas assumiu a cara de JAF: Juvêncio, Manoel Marcos, Tiago Batalha, Nitinho e Laércio Oliveira.

Pão e circo – Sargento Edgard: quem gostou do pão e circo das olimpíadas, o resultado está posto. Corrupção, RJ falido e Maracanã abandonado. Pobre povo brasileiro.

Está capengando – Segundo Douglas Magalhães, a bandidagem está montada graças a inércia da gestão pública de São Cristóvão, que começa capengando.

Prováveis adesões – O Fast Verão foi uma festa de grandes dimensões e levou para à ‘passarela’ conversas políticas de todos os tipos e prováveis adesões.

Rogério faz visita – Presidente regional do PT, Rogério Carvalho está em visitas políticas. Ontem esteve em Canhoba, que completou 80 anos.

Facções nos presídios – O comando nas facções nos presídios de todo país supera o do Estado. Um País que não controla seus detentos está moralmente falido.

Acusados de corrupção – Não tem um único acusado de corrupção que esteja nos processos em mãos de Teori Zavascki que não comemorou sua morte.

Muito mais esforço – Laércio Federal diz que irá se esforçar ainda mais para crescimento do estado de Sergipe a partir da sua chegada à base de Jackson Barreto.