25/01/17 - 14:46:35

PREÇO MÉDIO DA GASOLINA VENDIDA EM SERGIPE SUBIU 3,4%

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), observou que, no mês de dezembro do ano passado, o preço médio cobrado pelo litro da gasolina no estado ficou em R$ 3,739, registrando elevação de 3,4%, quando comparado com o mesmo mês do ano anterior. As variações são em termos absolutos, ou seja, sem considerar o efeito da inflação no período.

Para o etanol, houve aumento de 4,6% no preço médio praticado, no último mês do ano passado, em relação ao mês de dezembro de 2015. Em valores, o preço médio do litro ficou em R$ 3,070, no mês em análise.

O óleo diesel registrou preço médio de R$ 2,985 por litro, em dezembro de 2016, registrando elevação de 1,5% no preço médio, em relação ao mesmo mês do ano anterior. Para o Gás Natural Veicular (GNV), o preço médio praticado, por metro cúbico, foi de R$ 2,372, assinalando alta de 5,1%, na mesma base de comparação.

O Gás de Petróleo Liquefeito (GLP), ou gás de cozinha, registrou preço médio de R$ 58,00 (por 13 kg), com alta de 8,6%, na comparação de dezembro de 2016, com o mesmo mês de 2015.

Preços nas distribuidoras em dezembro de 2016

O preço médio do litro da gasolina fornecido pelas distribuidoras aos postos de combustíveis do estado, em dezembro de 2016, subiu 1,8%, se comparado com o mesmo mês do ano anterior, com preço médio de R$ 3,255. Para o etanol o preço médio ficou em R$2,713, com alta de 4,6%, no mesmo período de comparação. Já o preço médio do óleo diesel foi o único a registrar queda nos distribuidores, com preço médio de R$ 2,655, a queda registrada foi de 1,7%, quando comparado com o mesmo mês de 2015.

Para o GNV e GLP, o preço das distribuidoras ficou, em média, R$ 1,755 por m³ e R$ 41,38 por 13 quilos, ambos apresentando elevações nos preços, na comparação com o mesmo mês do ano anterior, sendo de 3,8% e 8,9%, respectivamente.

Larissa de Menezes Baracho