30/01/17 - 07:34:22

Culpa é da Prefeitura

A única culpada pelo crescimento do transporte clandestino de passageiros em Aracaju é a Prefeitura. O elevado preço das passagens de ônibus, a falta de uma fiscalização para impedir que as empresas baguncem o sistema e a ausência de uma política definida para o setor, estimulam a pirataria. Diante de tudo isso, desempregados resolvem fazer renda transportando passageiros. Sem outra opção, as pessoas pagam caro para se aboletarem em inseguros carros velhos e motocicletas. Portanto, de nada adianta apertar a fiscalização ou aumentar o valor das multas aplicadas aos clandestinos. Enquanto a Prefeitura não tiver coragem de exigir das empresas de ônibus que ofereçam um serviço de qualidade e com preços razoáveis, o aracajuano continuará colocando a vida em risco para se deslocar pelas ruas e avenidas da capital em veículos caindo aos pedaços e dirigidos sabe-se lá por quem. Uma lástima!

Quem substitui?

Com a indicação do professor Josué Modesto dos Passos Subrinho para a Secretaria da Fazenda de Sergipe a presidência da Comissão Estadual da Verdade fica vaga. Aliás, a dita comissão, que começou com todo gás a apuração dos crimes cometidos durante o golpe militar, anda no maior silêncio. Será que incomodou alguém importante ou não tem mais nada para ser investigado? Oxente!

Corda bamba

Veja o que publicou em O Globo o jornalista Lauro Jardim: “O futuro de André Moura (PSC) na liderança do governo está em perigo, mas é menos por insatisfação do Palácio do Planalto e mais por ele ter se metido na eleição da presidência da Câmara. A avaliação com Moura é positiva, até por ele ter entregado um resultado positivo para o governo na Câmara. Mas Rodrigo Maia, caso se reeleja, como se avizinha, terá dificuldade para esquecer que Moura se envolveu a favor do Centrão na disputa”. Danou-se!

Consome menos

O consumidor está mais consciente na hora de comprar. Segundo estudo da agência global Havas, 85% da população entendem que o progresso não está em consumir mais, mas em consumir melhor, enquanto 75% acreditam que um consumo exagerado pode impor riscos ao planeta e à sociedade. 45% dos entrevistados, no entanto, disseram ser usual comprar itens e produtos de que não precisam.

Casa nova

Sem partido desde que deixou o Solidariedade, o deputado estadual Gilmar Carvalho tem sido paquerado por várias legendas. PDT, PRB, PPS e PSC já lhe ofereceram ficha de filiação, mas o comunicador promete aguardar um pouquinho mais para escolher a nova casa política. Afirma que, por enquanto, anda mais preocupado em concluir a equipe de assessores na Assembleia. Então, tá!

Vão às urnas

Deputados federais e senadores vão às urnas para eleger as novas mesas diretoras da Câmara e do Senado. Os dois pleitos estão marcados para quarta (Senado) e quinta (Câmara), tendo como candidatos favoritos o senador Eunício Oliveira (PMDB) e o deputado federal Rodrigo Maia (DEM). Em Sergipe, a escolha da nova Mesa Diretora da Assembleia para o biênio 2017/2018 já ocorreu em maio de 2016, tendo sido reeleito o atual presidente Luciano Bispo (PMDB).

Na reserva

Ficou mais difícil para a Polícia sergipana correr atrás dos bandidos. Segundo o deputado estadual Capitão Samuel (PSL), as viaturas da Polícia Militar estão recebendo diariamente apenas sete litros de combustíveis. O parlamentar culpa a crise financeira pela redução da quota. Admitamos, com esse tiquinho de gasolina é impraticável investigar crimes e perseguir marginais. Cruz credo!

Bico seco

Diante da grave crise hídrica vivida pelo Nordeste, Aracaju corre o sério risco de ter o abastecimento de água racionado. A sombria previsão é da Agência Nacional de Água (ANA), com base na redução da vazão da hidrelétrica de Xingó, que opera atualmente com apenas 700m³s. Os técnicos da ANA dizem que se não chover logo e muito na cabeceira do Rio São Francisco, todas as cidades abastecidas por ele sofrerão com a falta d’água. Misericórdia!

Aposta na qualidade

E o deputado estadual Georgeo Passos (PTC) está mais preocupado com a qualidade do que com o tamanho da oposição na Assembleia. Garantindo que vai seguir se opondo ao governo Jackson Barreto (PMDB) até o fim do mandato, Passos reforçou que “quando a oposição tem qualidade pode fazer a diferença, independente da quantidade”. Ah, bom!

Tapa na macaca

É grande a chiadeira dos usuários da Cannabis sativa pela falta do produto no mercado. Ontem, um maconheiro desconsolado dizia que a galera da fumaça está igual a formiga quando vira tanajura: batendo a cabeça nas paredes. Pelo visto, a seca é braba!

Discriminação

Embora sejam praticadas por apenas 0,3% da população, as religiões de origem africana são as que mais sofrem discriminação no Brasil. De acordo com os dados do Disque Direitos Humanos, o Disque 100, do total de 504 denúncias, 213 relataram ataques as religiões. Em 35% desses casos, tratava-se de religiões de matriz africana. Uma lástima!

Recorte de jornal

__________________________________________________________________________________________________897

Publicado no jornal aracajuano A Notícia, em 29 de dezembro de 1897.

Resumo dos Jornais