02/02/17 - 00:01:47

MUITA GENTE PARA COMER A RAINHA

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

O governador Jackson Barreto (PMDB) vai reiniciar contatos de ordem política, a partir do segundo semestre. Claro que não mudará de assunto se alguma liderança puxar o papo para o meio do circulo. Mas, por enquanto, está querendo rearrumação a casa e prepará-la exatamente para as questões que vão terminar por definir o pleito de 2018.

Está muito claro que a sucessão estadual caiu em campo. Para alguns menos experientes já com profundidade, mas para quem trata uma disputa eleitoral como um bem articulado jogo de xadrez, as pedras ainda estão se movimentando e há muita coisa a mexer até derrubar a rainha.

Aliás, a partir do segundo semestre deste ano, todos os passos têm que ser bem medidos, avaliados e vigiados, mesmo porque, na tranquilidade do xadrez, há muita gente querendo comer a rainha.

Os líderes da oposição admitem que estejam muito fortes no interior e na conjuntura nacional, mas reconhecem que em Aracaju e na Assembleia Legislativa não conseguiram sustentar manter forças. Sabem que terão dificuldade em atrair novos partidos através do bom papo, em razão do que ocorreu em 2010 e, ainda, pela nova composição, em que nenhum líder deseja sacrificar algum dos seus em benefício de outros.

Será uma coligação de três partidos de médio porte, com a presença de quatro líderes que só se ouvem dentro das suas conveniências.

A expectativa é de que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), seja o mais avaliado do bloco, hoje liderado por Michel Temer, para ser candidato a presidente. Será que vai favorecer a Eduardo Amorim, que se filiou ontem à legenda? Não há muita certeza disso, porque dificilmente Brasília se divide.

E como a disputa não será ideológica, mas meramente eleitoral, deve ganhar quem chegar mais próximo ao povo e com boas propostas para ele.

TELEFONEMA BEM ACEITO

O prefeito Edvaldo Nogueira e o senador Eduardo Amorim conversaram por telefone em Brasília. O senador ligou primeiro e o prefeito retornou após solenidade no STF.

Amorim lembrou emendas de sua autoria para liberação imediata.

EDVALDO MARCOU VISITA

Edvaldo avisou que fará visita pessoal a Eduardo e aos demais parlamentares, já na próxima semana, para tratar da emenda impositiva para Aracaju de R$ 124 milhões.

Também tem emendas individuais dos demais deputados e senadores.

COLOCOU-SE À DISPOSIÇÃO

Eduardo Amorim mostrou boa vontade em liberar emendas dele para a Prefeitura de Aracaju para a gestão anterior, que tem como prazo o mês de março.

O senador colocou seu gabinete à disposição do prefeito.

JACKSON ESTÁ EM SILÊNCIO

O governador Jackson Barreto mergulhou logo após anunciar sua nova equipe. Mas está convocando ‘mergulhadores’ para tratar da nova fase do seu Governo.

Ontem mesmo houve encontros importantes nos bastidores.

BOSCO PARA CODISE

Já não há mais segredo [e nem haverá] o ex-deputado Bosco Costa (Psol) está certo para a Codise e assume quando o atual presidente Rosmann assumir a Presid|ência do IHS.

O martelo foi batido desde o anuncio do engenheiro José Augusto para Sedetec.

CERTA INCREDIBILIDADE

O nome de Bosco Costa para a Codise teve certa incredibilidade em relação à sua posição política, mas já se sabe que Bosco há algum tempo já está com o Governo.

Bosco vai assumir até o dia 20 próximo.

TUDO FICARÁ COMO ANTES

Um bom observador político de Sergipe diz que não houve mudanças no País e que todos os “defeitos eleitorais que funcionavam, vão continuar funcionando”.

Será difícil montar estruturas jurídicas para retirar os vícios do País.

IMPEDIR QUE ROUBASSEM

A mesma fonte diz que o “certo seria um processo para impedir que roubem, mas no Brasil as instituições facilitam a corrupção e prendem depois”.

– Com certeza funcionaria o inverso… Fácil assim!

JOÃO É CANDIDATO DAS REDES

Tudo indica que o ex-deputado João Fontes vai tentar um novo mandato. Será o candidato das redes sociais, mas filiado ao PPS.

Dessa vez prefere a Assembleia Legislativa.

ANO DE PREPARO POLÍTICO

Wagner Júnior (PP) mantém a candidatura a deputado federal, mas vai passar o ano se preparando politicamente, para o enfrentamento de 2018.

Vai conhecer lideranças e aprofundar a noção de como o País vai funcionar.

EDVALDO FICA SATISFEITO

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, deixou a reunião da ministro Carmem Lúcia (STF) muito satisfeito. Acha que ela tem interesse em resolver uma série de programas.

Um deles é o das dívidas de pequenos portes dos municípios com a União.

JUDICIALIZAÇÃO DA SAÚDE

Carmem Lucia é contra a judicialização da saúde em que juízes determinas a compra de medicações caríssimas. Ela acha que isso compromete as finanças dos municípios.

– A Saúde tem que atender a todos, disse.

PAGAMENTO DE IMPOSTOS

A ministra Carmem Lúcia também acha que imunidade tributária tem que ser recíproca. Empresas públicas têm que pagar IPTU e outros impostos.

– A infraero, por exemplo, não paga IPTU de vários imóveis que tem, disse Edvaldo.

NÃO SUPORTA MAIS GENTE

O ex-vereador Pedrinho Barreto (PP) disse ontem que o barco do Governo ficou muito grande e não cabe mais o tanto de gente que deseja entrar.

– Já está na hora de avaliar quem deseja navegar,

AVALIAÇÃO PARA FEDERAL

Segundo avaliação de candidato a deputado federal, a eleição será difícil e o Governo não terá dificuldade para elege seis parlamentares para Brasília.

A oposição não acredita e diz que o tempo mostrará.

CAPITÃO SAMUEL ENCAIXA

O deputado Capitão Samuel consolidou sua passagem para o Governo. Sairá dele o nome do novo presidente da Fundação Aperipê.

Samuel queria a Segrase, mas não deu certo.

ANOTEM BEM ISSO

Eduardo Amorim pensa em fazer grupo forte para as eleições de 2018 e inclui em seus projetos, para disputar mandato majoritários, Valmir de Francisquinho, de Itabaiana.

Valmir Nega. Tem medo dos Teles…

PEGA TERCEIRA SECRETARIA

O senador Valadares (PSB) é o terceiro secretário da Mesa do Senado, eleita ontem, cujo presidência ficou com o previsível Eunício Machado (PMDB).

Eduardo Amorim fica na suplência geral.

Notas

Renan ataca judiciário – Antes de anunciar o nome do seu sucessor, o senador Eunício Oliveira (PMDB), Renan Calheiros (PMDB) defendeu a quebra do sigilo das delações feitas dentro da Operação Lava-Jato. Investigado, Renan fez discurso de despedida recheado de recados e ataques ao Poder Judiciário e ao Ministério Público.

0x0

Maia disputa Câmara – O ministro do STF, Celso de Mello, negou ontem o pedido de liminar de deputados federais e manteve a candidatura de Rodrigo Maia (DEM) à presidência da Câmara. O caso ainda não foi julgado em definitivo pelo Supremo, mas a decisão vai permitir que Maia dispute a eleição à presidência da Câmara hoje.

0x0

Dilma depõe em março – A ex-presidenta Dilma deve prestar depoimento dia 24 de março na ação penal que investiga Antônio Palocci, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e mais 13 pessoas. Dilma foi arrolada como testemunha de defesa de Marcelo Odebrecht. O depoimento será às 14 horas por videoconferência com Porto Alegre.

0x0

Economia sai da recessão – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse ontem que a economia brasileira deverá sair da recessão ainda no primeiro semestre de 2017 e que o desempenho da economia no último trimestre deste ano registrar crescimento de aproximadamente 2% em relação aos últimos três meses de 2016.

0x0

Eike continua detido – O juiz federal Vigdor Teitel, do TRF2, negou liminar ao pedido de habeas corpus feito pelo advogado Fernando Martins para o empresário Eike Batista, que desde segunda-feira está preso, preventivamente, na Penitenciária Bandeira Stampa, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio.

0x0

Sai hoje o novo relator – O STF adiou para hoje a definição do novo relator dos processos da Operação Lava Jato. O sorteio eletrônico que definiria o substituto do ministro Teori Zavascki, que morreu em um acidente de avião no mês passado, era previsto para quarta-feira, mas não foi realizado por questão burocrática.

Conversando

Carnaval em Aracaju – A prefeitura vai atuar no apoio logístico aos blocos. No aniversário da cidade fará uma comemoração simples e a corrida já tradicional.

Golpe? Quê golpe? – Quando o PT dá apoio a Eunício (PMDB) para presidente do Senado, joga fora todo o seu discurso de que impeachment foi um golpe.

Entubam a vergonha – Regina Brasilia lembra patetas que passam os dias berrando “golpe”. Fazem o quê? Entubam a vergonha de serem enganados pelos próprios deuses?

Programa do Refis – A Receita Federal publicou, ontem, a regulamentação do programa de regularização tributária do governo, já apelidado de Refis.

Sargento Edgar – De 70 e 90% dos políticos brasileiros estão envolvidos em corrupção, como vamos fazer uma faxina no Brasil? Politicamente não vai dar!

Recebe vereadores – A título de cortesia, o presidente Emsurb, Mendonça Prado, tem recebido vereadores de todos os partidos em seu gabinete. Atua bem na política.

Visão dos recursos – “Eliane Aquino diz que Com a adesão do município de Aracaju à rede Siconv, teremos visão real da destinação dos recursos federais para a cidade.

Uma nova unidade – Edvaldo Nogueira diz que vivemos um tempo muito difícil. Mas não cabe só o mimimi, só a reclamação. É preciso uma nova atitude.

Com mais música – Eduardo Amorim prioriza emenda no valor estimado de R$ 80 mil para a aquisição de instrumentos musicais para a Escola Senhora Santana em Boquim.