02/02/17 - 10:04:54

DEPUTADO AFIRMA QUE POLÍTICA É MISSÃO E NÃO MEIO DE VIDA

O ano começa com mudanças positivas na Assembleia Legislativa de Sergipe – Alese – com a posse de Moritos Matos (PROS) como deputado estadual. Ele enfatiza que a população pode esperar um político que tem compromisso com o povo e que irá trabalhar para melhorar a vida de todos. “Os sergipanos podem ter a certeza que serei um deputado atuante, ético, simples e a favor do povo sempre”, promete Matos.

E mais, que vai arregaçar as mangas para tornar a vida dos sergipanos melhor. “As pessoas estão carentes de muitas coisas na saúde, educação, segurança e trabalho. Quero trabalhar de forma bastante eficaz, com enfoque em valorizar e melhorar nosso turismo, incentivar o empreendorismo, dessa maneira vou contribuir para a geração de empregos. E sei que o parlamentar pode criar projetos com essas características, basta ter vontade”, afirma o deputado.

Matos atua na política desde 2009. Durante quatros anos foi vereador por Aracaju e esse período na Câmara Municipal de Aracaju – CMA – foi de muita experiência para ela. “A Câmara foi uma escola política para mim. Pude conhecer mais sobre legislação, aprendi quais as reais funções de um legislador e entendi que política é missão e não meio de vida”, ressalta Moritos Matos.

O COMEÇO

A história de Moritos Matos na política começou em 2008. Esse foi o ano em que algumas lideranças do Bairro 18 do Forte e da Paróquia São Pio X resolveram lançar um nome para vereador. “Por unanimidade meu nome foi escolhido, pois eu já tinha um trabalho com a comunidade há muitos anos. Não aceitei de início, porque sabia da grande responsabilidade que teria”, relata Matos.

Porém, o antigo padre da época, fez com que ele mudasse de opinião. “Ele disse: Aqui nesse grupo se Matos não sair eleito, nenhum outro ganha. Isso me tocou e percebi a confiança que estavam depositando em mim. E que eu poderia ser um agente transformador, ajudando minha comunidade e a cidade de Aracaju”, lembra o deputado Matos. E ele não só aceitou concorrer a uma vaga na Câmara Municipal de Aracaju – CMA – como foi eleito com 3.879 votos.

PROJETOS

Matos têm alguns projetos que foram criados para o município no período em que foi vereador em Aracaju e de acordo com ele, irá transformar essas leis municipais em estaduais. “Porque acredito que possam acrescentar muito na vida das pessoas. Por exemplo, criamos leis que proíbem a venda e uso indiscriminado de esteroides e anabolizantes. Hoje sabemos que muitos jovens usam desse artifício para criar uma falsa massa muscular, priorizando o exterior e a aparência, e com essa atitude acabam colocando a saúde e a vida em risco”, explica Matos.

O objetivo de Matos nessa nossa missão como deputado estadual é trabalhar para todos os sergipanos. “Sou deputado de todos e pretendo legislar assim”, ressalta o deputado.  E ele sabe que terá que trabalhar muito, porque a população está descrente com a situação política vigente e ele precisa e vai trabalhar para mudar essa visão. “A política atual está passando por um momento de transformação, um processo de limpeza eu diria. E a população não aceita mais a corrupção e não quer mais ser enganada”, expõe.

Segundo o deputado Matos, quem acompanhou seu mandato como vereador, sabe que ele nunca votou contra o trabalhador, seja ele público ou privado. “Nunca apoiei projetos que vinham do Executivo que pudessem prejudicar a população. Em quatro votações na câmara optei por ficar só, para manter minhas convicções, e posteriormente minha decisão acabou sendo comprovada, pois os trabalhadores e moradores de algumas regiões foram favorecidos. Provei que não errei em votar a favor do povo”, ressalta Matos.

E mais, ele enfatiza que na Alese não irá votar por ideologia do partido. “Eu não sigo ideologias, tenho minhas convicções e seguirei o que penso, dentro da legalidade e do que for melhor para a população. Vou me manter firme em minha retidão”, enfatiza o parlamentar. Matos têm dois anos para colocar seus objetivos em prática e demonstrar a população sergipana que a prioridade dele é de fato o povo.

Por  Assessoria Parlamentar