02/02/17 - 13:31:45

Zezinho Sobral é recebido por Wellington Mangueira na Fundação Renascer (Foto ascom)

Dando início à agenda de visitas às unidades vinculadas à Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos – Seidh, o secretário Zezinho Sobral esteve na Fundação Renascer na manhã desta quinta-feira, 02 de fevereiro, onde foi recebido pelo presidente Wellington Mangueira e sua equipe de gestores e técnicos. Durante o encontro, Zezinho pôde conhecer a situação das medidas socioeducativas no estado, bem como os projetos de melhoria que estão em curso, além de visitar inloco duas das unidades administradas pela Fundação.

“A Seidh já era grande e ficou ainda maior desde que absorveu outras pastas, então nós pretendemos criar um ambiente facilitador para quem está na atividade fim, otimizando os recursos que temos e agindo com transparência em relação ao Fundo Estadual de Combate à Pobreza. Viemos aqui iniciar esse diálogo com o Dr. Wellington, que tem feito uma gestão exemplar à frente da Fundação, sendo reconhecida inclusive por órgãos como o Ministério Público, que avalia positivamente o que vem sendo implementado”, disse o secretário.

Wellington Mangueira ressaltou o longo período de pacificação pelo qual passam as unidades administradas pela Fundação.  “A última evasão registrada no Cenam data de 07 de outubro de 2015; e na Usip, do mês de dezembro do mesmo ano. Significa que tivemos o ano inteiro de 2016 sem evasões nem rebeliões, apesar da superlotação que verificamos”, comentou Mangueira, que neste sábado, 04, completa dois anos na presidência da Fundação Renascer, cujo número de internos aumentou de 150 para 340 nos últimos oito meses.

De acordo com Antonio Carlos Viana, diretor operacional da Fundação, esse longo período de pacificação favorece a cultura da internação existente na sociedade. “Quando passou a não haver mais fugas ou rebeliões, verificamos um maior número de encaminhamentos de jovens para internação pelos órgãos responsáveis, e sabemos que há uma tendência de aumento desse número”, disse Viana, que atua com medidas socieducativas há 16 anos e afirma que, pelo perfil dos adolescentes, Sergipe pode vir a ter o melhor sistema de socioeducação do país.

O secretário Zezinho Sobral avalia que algumas medidas podem ser adotadas para reduzir o número de internamentos. “Essa determinação de internação não parte da Fundação, mas sim da Justiça, que encaminha os menores para cá. Então, considero importante se discutir esses números com as entidades envolvidas, e chamar os municípios à responsabilidade no que se refere às tentativas de ressocialização daqueles menores com pequeno potencial ofensivo, bem como buscar os meios que o Sistema S tem de se integrar na sua capacitação”, pontuou o Secretário.

Durante a reunião, a equipe da Fundação Renascer ressaltou, ainda, a aplicação de medidas de gestão nas unidades que, em 2016, conseguiram reduzir os custos em mais de R$ 11 milhões, em relação a 2014. Outro grande avanço registrado é a construção da mais moderna unidade socioeducadora do país, cumprindo todos os protocolos e indicações legais, a partir de um vasto aparato que favorece a ressocialização. “Já estamos com 30% da obra concluída, e nossa previsão é que, até o final do ano, consigamos concluir e equipar a unidade, para que entre em funcionamento”, revelou o presidente Wellington Mangueira ao secretário Zezinho Sobral.

Da assessoria