08/02/17 - 00:01:08

QUANDO CLIMA DE OPOSIÇÃO FAZ BEM

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

Alguma coisa acontece na situação e oposição em Sergipe. Apesar do clima sempre tenso, exposto quando estão no Estado, em Brasília é diferente. A luta de parlamentares que apóiam o Governo Jackson Barreto (PMDB) ou lhe fazem oposição começa a trazer benefícios à população. Que continuem sempre assim. Pena que o interesse real é de exposição política, para mostrar que um faz primeiro ou mais que o outro.

Viu-se ontem uma série de solenidades em Brasília que culminou com a liberação de recursos para solucionar efeitos da seca, além de solução para duplicação da BR-101. Teve mais reuniões de todos os gostos com ministros e vários entendimentos de grupo para solução de problemas imediatos. Quando os políticos brigam e procuram se redimir da inércia, é bom para o povo.

Bem melhor que a persistência do ‘quanto pior melhor’, principalmente quando no Estado são adversários e em Brasília são aliados. Já se registrou inconveniência de um bloco lutar por uma causa importante para o povo, e o adversário impor condições para votar. Até mudanças no projeto, prejudicando a população com o objetivo de evitar destaque ao opositor, já ocorreram.

Isso ainda acontece em outras situações, como viagens de ministro a Sergipe para anunciar benefícios não acontecerem porque contrariava um dos grupos.

Mesmo assim, o relacionamento entre situação e oposição em Sergipe anda muito mal, com a troca permanente de farpas e discursos violentos, que denigrem toda estrutura moral do adversário. Problema pessoal que apenas causa perplexidade com a classe política, já tão desacreditada. Mas se houver continuidade dessa disputa para mostrar quem trás mais recursos e obras para o Estado, que se mantenham de lado opostos, desde que, com isso, beneficiem ao povo.

De qualquer forma é uma boa ação…

COORDENAÇÃO DE BANCADA

Bancada federal de Sergipe se reúne hoje em Brasília para escolha do novo coordenador e o nome mais cotado é o do deputado federal Laércio Oliveira.

A maioria da bancada apoia o governador Jackson Barreto. (PMDB).

VALADARES PODE SAIR

O senador Valadares (PSB), que coordena a bancada há alguns anos, pode perder a posição, porque tem apenas quatro votos: dois senadores e dois deputados.

O outro grupo tem seis deputados e um senador.

ALMOÇO BEM DIVIDIDO

Jackson Barreto e Eduardo Amorim comandaram mesas durante almoço no Coco Bambu, em Brasília, ontem. De um lado e de outro conversavam política.

Às mesas estavam parlamentares, prefeitos e líderes políticos.

CONTAGEM IMEDIATA

Meia horas depois um curioso contou o número de pessoas em cada mesa e anunciou: A mesa de Jackson tem 35 pessoas e a de Amorim 15.

Imediatamente alguém gritou: está invertido, porque 15 é o número de Jackson.

CONVERSAS DE APOIO

O governador Jackson Barreto tem procurado a senador Maria do Carmo para ajudá-lo em Brasília sobre projetos do Governo para Aracaju.

Jamais trataram de assunto sobre composições políticas.

REUNIÃO FOI FIASCO

O deputado federal Jony Marcos (PRB) considerou a reunião com o ministro da Integração Nacional, Elder Barbalho (PMDB), um ‘verdadeiro fiasco’ para o Estado.

Houve apenas a liberação de recursos para a forragem.

CARREGOS DE ÁGUA

Segundo Jony Marcos, o ministro não pôs em pauta o aumento do ‘carrego’ água e nem tratou da inserção de mais onze municípios para serem atendidos pelo Ministério.

– Houve tanta discussão e perda de tempo para nada, disse.

EXPLICA OS RECURSOS

Jony Marcos disse que os recursos de R$ 7 milhões para a forragem foram solicitados desde agosto e só agora o Ministério da Integração anuncia liberação para Sergipe.

– Entretanto, Alagoas vem sendo beneficiado com o mesmo recursos já há meses.

PREFEITOS DISCUTEM

Aproximadamente 30 prefeitos foram a Brasília para participar da reunião e depois da reunião ficaram conversando com um coronel sobre o aumento do carrego da água.

Ouviram do coronel que não podia fazer nada, “o Exército faz apenas o carrego”.

BOA DISPUTA AGORA

Oposição e Sergipe estão na disputa de quem faz mais por Sergipe através de ações em Brasília. Os resultados estão chegando com disputa de autoria.

Essa refrega política é boa porque beneficia o povo. Quem continuem…

DISCUSSÃO ESTÉRIL

Um assessor muito próximo ao Governo sorriu ao saber que está existindo divergências na administração pelo nomeação de Almeida Lima para a Saúde.

– Não adianta ninguém gritar, os cargos são do governador, disse.

INFORMAÇÕES RUINS

As informações que circulam são de rixa entre secretários pela nomeação de Almeida Lima. O assessor disse que isso não existem, porque foi uma decisão do governador.

Qualquer ato discórdia que prejudique os trabalhos será avaliado.

QUESTÃO DO LÍDER

Circula na internet a informação de que para compensar maior atenção ao PSDB, o presidente Michel Temer poderia ceder a liderança do Governo ao PMDB.

Sairia André Moura, o que reduz a força de Sergipe.

POLÍCIA DEDICADA

Defendendo os policiais em Greve do Espírito Santo, o Capitão Samuel mostrou-se contra a manifestação da sociedade que entrou em conflito com mulheres dos PMs.

– Realmente a sociedade não sabe e nem quer ter uma polícia dedicada, disse.

EM RAZÃO DE FHC

O ex-governador Albano Franco ainda mantém sua filiação ao PSDB em homenagem ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso: “foi um pedido dele”, disse.

Diante da pergunta: ‘continua?’ Respondeu: ‘Há dúvidas!’

MACHADO SILENCIA

José Carlos Machado mantém um rosário de partidos convidando-o para filiação e se mantém em silêncio. Diz que está em período de novas escolhas.

A tendência é decolar do ninho tucano.

EM ESTACA ZERO

A questão da nomeação de um novo secretário da Cultura não tem nada definido e nem sondado. O governador Jackson Barreto quer um nome envolvido diretamente na área.

Ainda não se cogitou de nomes para a Pasta.

ESTRATÉGIA DE BRANCA

Segundo setores do Governo, a estratégia de levar para a cultura o vereador Manoel Marcos (PSDB) é do suplente de vereador ‘Branca de Neve’.

Jackson Barreto já descartou essa possibilidade…

Notas

Debater reformas – A Câmara vai instalar amanhã as comissões que vão debater as reformas da Previdência e trabalhista. O presidente da Casa, Rodrigo Maia, defendeu a necessidade de celeridade no debate sobre os temas. “Não podemos perder tempo. O Brasil está em uma crise grande para perder tempo” — disse Maia.

0x0

Cunha e o aneurisma – Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ex-presidente da Câmara, afirmou em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro que possui um aneurisma cerebral e que o local onde está detido não oferece assistência de saúde adequada. Ele foi interrogado ontem em ação decorrente da Operação Lava Jato.

0x0

Pela Saúde de Sergipe – O deputado federal Valadares Filho (PSB) disse ontem que, ao lado do senador Valadares (PSB), esteve em audiência com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, para ‘lutar’ por mais investimentos na saúde pública de diversos municípios sergipanos. A bancada sergipana está mostrando trabalho.

0x0

Protestos em Vitória – Clima foi tenso em frente ao Comando-Geral da Polícia Militar (PM) do Espírito Santo em Maruípe, na região central de Vitória, desde meados da tarde. Moradores pedem a volta dos policiais militares para o patrulhamento das ruas e protestam contra a presença dos familiares em frente aos quartéis.

0x0

Previsão de punição – Câmara dos Deputados aprovou ontem um pedido de tramitação em regime de urgência de um projeto de lei que confronta uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e reduz a previsão de punições a partidos políticos, envolvendo prestação de contas. De todas as formas beneficia os partidos.

0x0

Mortes de policiais – Câmara aprovou criação de comissão externa para avaliar aumento no número de policiais mortos em serviço em todo o País. Autor do pedido, deputado Cabo Sabino, citou dados da 10ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública que apontam o assassinato de 455 policiais em 2015, além de 1,2 mil feridos.

Conversando

Concurso na Câmara – O presidente da Câmara Municipal, Nitinho Vitale (PSB) tem dito que está preparando o concurso para ingresso de novos servidores.

Sargento Edgard – Nós comentamos apenas os homicídios, porém assaltos, roubos e furtos, não param de acontecer, roubaram a arma de um policial no ônibus.

Há inversão – Antes bandidos tinham medo [ou respeito] por policiais. Hoje eles parte para cima e chegam até a roubar-lhes revólveres.

Iolanda visita Central – A desembargadora Iolanda Guimarães visitou a Central do Plantão Judiciário (Ceplan), para conhecer o funcionamento da audiência de custódia.

Emendas para turismo – Eduardo Amorim acompanha prefeitos sergipanos em audiência com o ministro do Turismo, Marx Beltrão. Na agenda emendas para Sergipe.

Ação contra Moreira – O deputado João Daniel (PT) entrou ontem com ação popular para suspender nomeação de Moreira Franco.

Brasil vive recolonização – O líder do Governo na Assembleia, Francisco Gualberto (PT) diz que o Brasil vive hoje uma situação de “recolonização”.

Recursos do Hospital – Belivaldo Chagas diz que recursos para construção do Hospital do Câncer poderiam ser melhor aplicados na oncologia do Cirurgia.

Privatização do Deso – Presidente do Sindisan critica possível privatização da Deso e salienta compromisso da empresa com os mais pobres.