13/02/17 - 16:53:48

SENADOR QUER INCLUIR MUNICÍPIOS DE SERGIPE NO MAPA DO TURISMO

Eduardo Amorim solicita inclusão de municípios sergipanos no Mapa do Turismo Brasileiro

O senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) viabilizou a inserção de municípios sergipanos no Mapa do Turismo Brasileiro durante audiência com o ministro do Turismo, Marx Beltrão. Segundo ele, esse é um instrumento de orientação para a atuação do Ministério no desenvolvimento de políticas públicas, tendo como foco a gestão, estruturação e promoção do turismo, de forma regionalizada e descentralizada. Atualmente, 37 municípios sergipanos dos 75, fazem parte desse mapa, que se dividem em cinco categorias.

Marx Beltrão, informou ao parlamentar, que solicitou a Secretaria de Estado do Turismo de Sergipe a viabilização de um novo prazo, para que os demais municípios se incluam. Na classificação, dos atuais 37 municípios, há uma identificação do desempenho da economia do turismo para tornar mais fácil a viabilização de apoio a cada um.

Segundo o senador Eduardo, os municípios que ainda não fazem parte da categorização (A, B, C, D e E) devem entregar a documentação mínima exigida para estar presente no novo mapeamento, além de possuir um órgão específico responsável pela organização das atividades relacionadas ao turismo. “Vamos entrar em contato com o secretário de Estado do Turismo, Fábio Henrique, para ampliar esse tema de interesse dos municípios pelo fomento de atividades turísticas que mecanizam diretamente na economia do estado”, explicou Eduardo.

Composição no mapa

Para o Ministério do Turismo, dentro da metodologia, as cidades contempladas nas categorias A, B e C contam com 95% dos empregos formais em meios de hospedagem e 93% do fluxo doméstico e têm fluxo internacional; já o conjunto de municípios dos grupos D e E, reúnem caraterísticas de apoio às cidades geradoras de fluxo turístico. Muitas vezes são aquelas que fornecem mão-de-obra ou insumos necessários para atendimento aos turistas.

Pela atual classificação no “Polo Costa dos Coqueiros” está registrado os municípios de Aracaju, Barra dos Coqueiros, Brejo Grande, Estância, Indiaroba, Itaporanga d´Ajuda, Laranjeiras, Nossa Senhora do Socorro, Pacatuba, Pirambu, Santa Luzia do Itanhy, Santo Amaro das Brotas e São Cristóvão. No “Polo das Serras Sergipanas” se classifica Areia Branca, Carira, Itabaiana, Macambira e São Domingos.

No “Polo do Velho Chico” entra Canindé de São Francisco, Ilha das Flores, Itabi, Neópolis, Nossa Senhora da Glória, Propriá, Santana do São Francisco e Telha. No “Polo dos Tabuleiros” se classifica Carmópolis, Divina Pastora, Japaratuba, Maruim e Nossa Senhora das Dores. E finalmente o “Polo Sertão das Águas” com Itabaianinha, Lagarto, Simão Dias, Tobias Barreto, Tomar do Geru e Umbaúba.

O Ministério do Turismo informa que o Mapa prioriza os municípios que possuem estrutura mínima para o desenvolvimento da atividade e que tem o turismo como estratégia de desenvolvimento. Segundo o MTur, o Mapa é reconhecido pelo Tribunal de Contas da União e pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado. “É uma ferramenta que busca a convergência entre as políticas prioritárias para a área do turismo”, disse Eduardo.

Fonte assessoria