21/02/17 - 13:11:42

EDVALDO CRIA NÚCLEO DE DEFESA CIVIL COM VÁRIAS SECRETARIAS

O prefeito Edvaldo Nogueira instituiu, nesta terça-feira (21), o Núcleo da Defesa Civil de Aracaju, cujo objetivo será o de atuar na prevenção, gerenciamento e redução de danos de crises na cidade, sobretudo aqueles provocados por chuvas ou por outros fenômenos da natureza. O coordenador da Defesa Civil Municipal, tenente-coronel Gilfran Mateus, será o responsável pelo grupo que contará com a participação de diversas secretarias, como Saúde, Assistência Social e Educação, além das empresas de Serviços Urbanos (Emsurb) e de Obras e urbanização (Emurb), Guarda Municipal e Superintendência de Transporte e Trânsito (SMTT).

A primeira reunião do núcleo ocorreu nesta terça, no gabinete do prefeito, quando as diretrizes do trabalho foram apresentadas aos dirigentes municipais. Caberá a cada secretaria designar pessoas que atuarão em conjunto com a Defesa Civil. Participaram da primeira reunião do núcleo a vice-prefeita Eliane Aquino, que também é secretária da Assistência Social; o coordenador da Defesa Civil, tenente-coronel Mateus; o secretário de Governo, Carlos Cauê; o presidente da Emsurb, Mendonça Prado; o presidente da Emurb, Sérgio Ferrari; o superintendente de Transporte e Trânsito, Aristóteles Fernandes, e o diretor-geral da Guarda Municipal, Fernando Mendonça.

“O trabalho da Defesa Civil é fundamental, mas para ser efetivo, é preciso que funcione de maneira horizontalizada, atuando nas secretarias. O objetivo é que alcancemos aquilo que ocorreu na nossa gestão passada, quando extinguimos a Secretaria de Articulação Política e criamos a Defesa Civil Municipal e o núcleo de gerenciamento de crises. A Defesa Civil é muito importante para qualquer cidade, notadamente Aracaju que possui problemas crônicos que exigem ação da prefeitura, sobretudo neste período de chuva, que já se iniciou neste ano, principalmente os alagamentos”, explicou o prefeito.

Ele ressaltou que, desta forma, a atual gestão cria as condições para que o trabalho da Defesa Civil se desenvolva de maneira plena, mesmo diante das dificuldades encontradas. “Encontramos a Defesa Civil desestruturada. Mas já nomeei o tenente-coronel Mateus. Vamos estruturar o órgão, de forma enxuta. Por isso, é fundamental que seja uma instituição horizontalizada na prefeitura, para que cada secretaria tenha representantes da Defesa Civil, que participem ativamente deste processo e que atuem nos períodos de dificuldades. A Defesa Civil coordena as ações, mas os executores são as próprias secretarias”, reiterou Edvaldo.

Cada órgão da administração integrante do Núcleo desempenha uma função com desdobramento para a Defesa Civil. São funções da Emsurb, neste sentido, a limpeza dos canais, ruas, bueiros e a podação das árvores. A Emurb atua também na limpeza de canais, além da desobstrução de bocas de lobo e de ruas. A Assistência Social deve realizar o cadastramento das famílias desabrigadas e/ou em situações de risco. A SMTT deve organizar o trânsito, sobretudo em momentos de problemas nos semáforos e em situações de alagamento. A Guarda Municipal atua no sentido de garantir a segurança das pessoas. A Saúde desempenha funções de combate às doenças próprias do período, como a leptospirose e aquelas provocadas pelo aedes aegypti. Também como parte deste processo de ação com foco na Defesa Civil, a pasta da Educação deve desenvolver a educação das crianças e adolescentes com foco em ações preventivas.

“Fizemos esta primeira reunião para estabelecer o papel de cada ente e definir o nosso Plano Municipal de Defesa Civil. As palavras de ordem são participação e integração. Diante da possibilidade de chuvas ou de algum outro fenômeno como enchentes e desmoronamentos, a Defesa Civil faz o alerta para as secretarias para quem coloquem as suas estruturas em funcionamento. Cada secretaria atua em sua especialidade, e a junção das ações de cada pasta torna o trabalho completo como um todo”, pontuou o prefeito.

O tenente-coronel Mateus se disse muito satisfeito com a criação do Núcleo de Defesa Civil. “Agradeço a iniciativa do prefeito e fico feliz que o cabeça da gestão atue neste nível.  Com a orientação do prefeito e com a integração de todos tomaremos medidas eficientes. Se não for assim, a Defesa Civil não anda”, destacou.

Valter Lima