10/03/17 - 00:01:36

REPERCUSSÃO DE UM DISCURSO OBVIO

DIÓGENES BRAYNER[email protected]

O secretário da Saúde, ex-senador Almeida Lima (PMDB), é a chamada ‘bola da vez’. Já se movimentava com desenvoltura, mas depois do discurso que fez ontem para deputados na Assembleia, atrai a atenção também da sociedade. Almeida não foi duro. Mas exibiu um ‘filme minucioso do que ocorre nas entranhas da sua Pasta’.

Relatou um diagnóstico minucioso dos excessos e entraves que terminavam por frear a eficiência de uma Pasta que exige celeridade para atender à população. Exibiu, de alguma forma, a ‘podridão que nunca saiu pelo ralo e se mantinha contaminada por microorganismos’. Almeida buscou endosso para suas palavras, ao levar o procurador Ramiro Rockenbach, bem enfronhado nas questões da Saúde Pública.

Pela primeira vez a oposição comemorou um discurso governista. Era um amontoado de palavras lógicas que a bancada oposicionista gostaria de montar e formar o texto. Os aliados também aplaudiram muito e elogiaram a valer o que dissera o buliçoso secretário.

O líder do Governo, Francisco Gualberto (PT) também demonstrou aplaudir os destroços que supostamente Almeida revelou aos deputados, os quais demonstravam que cada palavra estava entalada na garganta.

A oposição ficou bem mais satisfeita que a situação. Não muda nada para a bancada adversária (digamos assim), mas alguns segmentos ligados ao Governo certamente não gostaram, principalmente ex-secretários e – mais ainda – o ex-deputado federal Rogério Carvalho (PT), que teve ligações sempre com a FHS e tem discurso firme em favor de sua manutenção.

O discurso pode ter repercussão política entre o pessoal da base aliada, porque sente o uso político de Almeida nesse esmero em se manter bom gestor e até dá sinais que pode politizar isso. O governador Jackson Barreto não interfere, mas ligou ontem para Jerônimo Reis e confirmou a posse, para hoje, de Rosmam Pereira para presidir a FHS, órgão de desejo de destruição de Almeida.

ALMEIDA NA ASSEMBLEIA

O secretário da Saúde, Almeida Lima, participou ontem da sessão ordinária da Alese e debulhou problemas graves que emperram o funcionamento da Pasta.

Principalmente em relação ao atendimento das demandas.

ALMEIDA MIRA NA FUNDAÇÃO

Almeida Lima anunciou que existem 562 CCs na FHS, encontrados por ele mesmo, quando precisaria de apenas 262 servidores.

Vai extinguir cargos excedentes e terá economia superior a R$ 1,5 milhão mensal.

HORAS EXTRAS EXCESSIVAS

O secretário Almeida Lima denunciou que na Saúde há um número excessivo de horas extras e está adotando medidas necessárias para reduzir os gastos.

Além disso, existem 775 servidores que estão cedidos.

FHS TEM DIAS CONTADOS

O deputado Capitão Samuel concluiu, do discurso de Almeida, que da forma que foi apresentada a garantia dos empregos da FHS, ela está com dias contados em Sergipe.

Uma dedução absolutamente óbvia.

A OPOSIÇÃO COMEMORA

A bancada da oposição comemorou o que disse Almeida Lima: “foi o discurso que queríamos ouvir”, disse um deputado da base não aliada.

– A Saúde tem dinheiro, mas gasta mal por falta de gestão, disse.

SOBRE EXCESSOS DE PRESOS

O senador Valadares (PSB) disse ontem que Sergipe possui um lamentável indicador de 4.401 presos, 3.624 são provisórios. Isto é: 82% da população carcerária.

Um chamado à mais ação da Justiça.

FARÁ DOBRADINHA

O PRB fará uma dobradinha com Heleno Silva, para majoritário, e Pastor Jony para proporcional. Espera que seja do lado do governador Jackson Barreto.

Essa é uma questão já definida.

COMISSÃO DE FINANÇAS

O presidente da Comissão de Finanças da Câmara, Thiaguinho Batalha, vai convidar

Mendonça Prado, da Emsurb, para falar na comissão sobre o contrato do lixo.

O assunto é polêmico e precisa ser bem discutido.

NOMEAÇÃO PARA FUNDAÇÃO

Apesar da contundência do discurso de Almeida Lima sobre dificuldades da Saúde e do escrache à FHS, hoje o presidente da Fundação, Rosmam Pereira, toma posse.

Não pode se prever uma relação saudável entre os dois.

UNIÃO CONTINUA OMISSA

O procurador Ramiro Rockenbach sugeriu que representante do Ministério da Saúde comparecesse a uma das reuniões da Comissão para explicar sobre recursos.

O Ministério tem insistido nessa ação, mas a União continua omissa.

COORDENAÇÃO DA BANCADA

O deputado Jony Marcos informou que a bancada federal de Rondônia escolheu novo coordenador em fevereiro. Era do deputado Lázaro e assumiu o senador Vicentinho.

– Em todos os Estados todo mês de fevereiro muda o coordenador, disse.

MAS SERGIPE NÃO PODE

Segundo Jony, só Sergipe não pode realizar a mudança do atual coordenador em fevereiro, que já está há dois anos – desta legislação – à frente da bancada.

– A escolha tem que ser em fevereiro, mas o senador Valadares não quer.

QUEBRA PAU NA CÂMARA

Mendonça Prado, da Emsurb, e o vereador Cabo Amintas tiveram discussão severa ontem, durante a explanação de Mendonça sobre o problema do lixo.

Foi tão agressiva que o presidente da Casa interrompeu a sessão por duas vezes.

RECLAMAÇÃO DE ITEM

O Cabo Amintas reclamou que o primeiro edital da concorrência do lixo havia um item que só se encaixaria para a Empresa Torre.

Mendonça acusou Amintas de participar de programa de TV patrocinado pela Cavo.

PROBLEMA JÁ É CRÔNICO

Na realidade, o problema do lixo em Aracaju é crônico e incurável. Percebe-se que sempre as mesmas empresas estão na área, mesmo com atrasos também históricos.

O lixo em Aracaju não suportaria um investigação rigorosa da Polícia Federal.

APENAS UM PENSAMENTO

Será que essa posição exposta de bom gestor, severo com as contas publicas e pedindo maior transparência por onde passa, não será uma tática política de Almeida Lima?

Ele revela a nova tendência do eleitorado e pode querer voar mais alto.

A PIOR SECA EM 30 ANOS

Segundo Dr. Julio, ex-prefeito de Porto da Folha, a seca que atinge Sergipe este ano é a pior de 30 anos. Falta água para beber, para o banho e para os animais.

Apenas três carros-pipa abastecem o município.

NÃO CHEGOU A FORRAGEM

Segundo ainda Dr. Julho, até o momento ainda não chegou a forragem liderada pelo Governo Federal e nem a milho mais barato na Conab.

– A situação é de grande dificuldade para a população.

Notas

Tempo muito quente – Jackson Barreto (PMDB) determinou que a partir de segunda-feira, sete municípios do alto sertão sejam inicialmente beneficiados com a distribuição de água, via carros pipa. A situação da região já é de desespero, porque até o agora não há sinais de trovoadas. O tempo é nublado e muito quente.

0x0

Prevenção de doença renal – O senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) presidiu ontem, a sessão especial em comemoração ao Dia Mundial do Rim. Segundo ele, o objetivo da sessão é a divulgação de informações simples, claras e diretas sobre os fatores de risco e a prevenção da doença renal crônica, para o maior número possível de pessoas.

0x0

Caso Michel seja cassado – Segundo avalia o Antagonista, se o presidente Michel Temer for cassado, como parece inevitável depois dos depoimentos assombrosos da Odebrecht, e se ele mantiver seus direitos políticos, como indicou Gilmar Mendes, o Congresso Nacional pode reelegê-lo até o fim de 2018.

0x0

Cobrança de bagagens – O MPF em São Paulo pediu que a Justiça anule liminarmente as novas regras da Anac que autorizam as companhias aéreas a cobrar taxas para o despacho de bagagens a partir de 14 de março. A norma, que consta da Resolução nº 400, de 13 de dezembro do ano passado, vale para voos domésticos e internacionais.

0x0

Mudanças no Enem – O Ministério da Educação (MEC) anunciou mudanças no Enem que, este ano, será realizado em dois domingos consecutivos – dias 5 e 12 de novembro – e não mais em um único fim de semana. As inscrições estarão abertas de 8 a 19 de maio. O resultado do exame será divulgado no dia 19 de janeiro de 2018.

0x0

Prioridade ao Nordeste – O presidente Michel Temer considerou ontem que a celeridade que seu Governo tem conferido às obras de transposição do Rio São Francisco expressa a “prioridade” que o governo federal tem dado ao desenvolvimento do Nordeste. Temer celebra hoje na Paraíba a conclusão do Eixo Leste.

Conversando

Sargento Edgar – O BNDES diz que os gastos em outros países, não chegam a 2% do anualmente. Então pergunto: os outros 98% foram gastos aonde?

Consignados – Bancos não podem mais descontar consignado de servidor público com salário atrasado. Isso tem a ver com o Estado.

Crueldade – A paralisação de médicos e servidores da saúde é o pior que pode acontecer em um Governo, porque ela é cruel com os pacientes mais pobres.

Não justifica – Não dá para cruzar os braços quando o atendimento médico está parado por falta até de diálogo. Nada justifica a Saúde parar.

Em Lagarto – Segundo João Correa, Lagarto tem um estádio caindo aos pedaços, no centro da cidade, num local supervalorizado de propriedade do Governo.

Precatórios – Deputado Capitão Samuel recebe Policiais Militares da reserva para encontrar uma solução para precatórios.

O Cirurgia – O diretor do Hospital Cirurgia, médico Gilberto dos Santos, fala sobre possibilidade de fechamento da unidade.

Nefrologia – A unidade de nefrologia do Huse, responsável pela hemodiálise, ameaça retirar os serviços e deu prazo de 78 horas para pagamento de dívidas.

Previdência – André Moura diz que parlamentares estarão incluídos na reforma da previdência como qualquer outro trabalhador.