11/03/17 - 00:01:05

UM TEMA EXCITANTE

DIÓGENES BRAYNER[email protected]

Percebe-se que o bloco do Governo precisa realmente conversar para por as coisas em seus devidos lugares. Todo mundo se mostra unido em torno do líder Jackson Barreto, mas um grupo expressivo não está demonstrando satisfação com as conquistas políticas que fortalecem a estrutura da base aliada. Mesmo que tenha comemorado as conquistas, fica muito claro, entre as conversas reservadas, que há preocupação quanto a nomes para majoritários e proporcionais.

Pode-se considerar isso natural, mas não é quando se leva em consideração a unidade do grupo. Se as insatisfações começarem agora, elas podem ir se aprofundando e mudar de endereço bem mais à frente, quando das composições. Uma posição em falso pode ser fatal a qualquer projeto de Poder e nesse momento o desgaste será profundo diante de qualquer indício de ruptura.

A adesão do Solidariedade ao Governo foi bem aceita e aplaudida por todos, com um toque de receio. O deputado federal Laércio Oliveira (SD) é um bom nome para qualquer bloco político e se destaca em Brasília pelo seu trabalho discreto, mas produtivo. Mas os seus novos aliados, principalmente os que pretendem disputar o Senado, vêem como inusitada a sua inauguração recente na base aliada e já ser um nome forte para o Senado Federal.

Agora tem o caso do secretário da Saúde, Almeida Lima (PMDB). A sua movimentação na Pasta e diante dos holofotes é de quem se prepara para disputar o Governo do Estado, como símbolo de gestor e arauto da moralidade. Que seja, mas dentro do seu partido ele encontra algumas barreiras, que darão trabalho para ser superadas. E tem mais, Almeida candidato, força Jackson Barreto a permanecer no Governo até o final, o que tira do grupo a expectativa de sua candidatura ao Senado.

Jackson Barreto convocou reunião de liderança para segunda-feira. Esse pode ser um tema de pauta excitante…

UMA PREVISÃO AINDA ABSURDA

Lideranças de alto calibre na política cochicham e terminam soprando possibilidades ainda remotas. O candidato à vice do grupo de Jackson Barreto pode surpreender.

Existe algo no ar além dos aviões de carreira.

AMPLIAÇÃO DE GRUPOS

Esses sussurros que estão acorrendo são para ter resposta em 2018, sem precisar de troca de partidos. O objetivo é fortalecer grupos.

Embora a acoplagem pode oferecer riscos.

ROSMAM NOMEADO PARA FHS

Governador Jackson Barreto nomeou ontem Rosmam Pereira para Fundação Hospitalar de Sergipe (FHS) e a posse acontecerá na segunda-feira.

Jackson já comunicou a Jerônimo e a Fábio Reis.

SEM FAZER COMENTÁRIOS

O deputado Fábio Reis preferiu não comentar a fala de Almeida Lima na Assembleia e lembrou que a decisão dele foi tomada antes de Rosmam assumir.

– Nós queremos trabalhar a quatro mãos, mas não depende só de nós, disse.

REUNIÃO COM LIDERANÇAS

Jackson Barreto marcou reunião com lideranças políticas do seu bloco para a segunda-feira, sem que tenha pautado o assunto.

O pessoal não tem dúvida que é acomodação política.

PREFEITOS RECLAMAM DO TCE

O prefeito do Neópolis, Dr. Luizinho, queixa-se da falta de cuidado do TCE ao publicar tabela expondo salários. Diz que Luizinho ganha R$ 30 mil.

Através do holerite, o prefeito comprova que seu salário liquido é de R$ 13.505,82.

SERVIDORES ACHARAM ÓTIMO

A maioria dos servidores da Saúde achou ‘excelente’, ‘forte’ e ‘convincente’ o discurso de Almeida Lima sobre o setor, na Assembleia.

Poucos se queixaram do que Almeida disse.

CHEGOU PARA FECHAR TORNEIRAS

Segundo um dos funcionários, o discurso de Almeida foi de ‘um gestor que chegou para fechar as torneiras e resolver um problema crônico.

– A saúde é a Pasta mais importante do Estado.

O PROBLEMA SÃO OS EMPREGADOS

O único problema de Almeida Lima, segundo o servidor, é encontrar solução para os empregados públicos, cuja maioria fez concurso.

– Concursados não podem pagar erros do Estado.

ROGÉRIO VÊ FHS ÚTIL AO ESTADO

O presidente regional do PT, Rogério Carvalho, acha que a FHS bem administrada é boa para o Estado. Mas não sabe como a Fundação está nesse momento.

– Estou distante dela há sete anos, disse.

INSTITUIÇÕES BEM VINCULADAS

Rogério Carvalho lembra que a criação da Fundação Hospitalar não saiu de sua cabeça, “elas não são instituições desconexas do mundo”.

– No caso de Sergipe, não havia hospitais instalados, daí a sua implantação.

ESPERA QUE ALMEIDA TENHA SUCESSO

Rogério admite que o fim da FHS é um retrocesso no ponto de vista operacional e espera que o secretário Almeida Lima obtenha sucesso.

– Ele terá uma operação gigante pela frente, avaliou.

ACHA CEDO NOME PARA GOVERNO

Perguntado sobre nome para governador em 2018, Almeida Lima (PMDB) respondeu que acha muito cedo. Mas admite que “Belivaldo é a bola da vez”.

– Mais vamos esperar, sugeriu.

CONVERSA COM RICARDO FRANCO

O PRB vai conversar com Ricardo Franco na próxima semana e lhe aconselhar: se quiser disputar o Governo que se filie ao PMDB.

Mas se quiser outro mandato majoritário, “que venha para o PRB”.

PEDIDO JÁ CONFIRMADO

O líder do Governo no Congresso, André Moura (PSC), confirmou o telefonema de Jackson Barreto solicitando uma reunião com ele em Brasília.

Na pauta, interesses de Sergipe. Será na quarta-feira.

RENAN RECLAMOU DE ANDRÉ

O ex-presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), reclamou da indicação de André Moura para líder do Congresso. Chegou a ser ferino.

No dia seguinte pediu desculpas ao senador Eduardo Amorim (PSDB).

NÃO DECIDE SOBRE ELEIÇÕES

Após reunião, e com acordo de todos, a oposição não tratará sobre as eleições estaduais antes do segundo semestre deste ano. Isso foi bem definido…

Acha que o momento é de tratar dos problemas do Estado.

MAIS UNIDA E ORGANIZADA

Eduardo Amorim admite que a oposição em Sergipe está hoje mais unida e organizada do que antes. Admite que “é preciso se manter assim”.

Ele tem conversado com o grupo e vem dando mais suporte.

Notas

PSB e oposição a seu candidato – O deputado Valadares Filho (PSB) Fez questão de ir até o povoado Aguada, em Carmópolis, para reafirmar que o partido está com o candidato Volney Leite (PFL), futuro prefeito da. O candidato a prefeito Luiz Guimarães, que é do PSB, não tem apoio do partido no município.

0x0

Saiu nas redes sociais – O presidente do TCE, Clóvis Barbosa, reclama de prefeitos que ganham até R$ 30 mil reais – acho alto – mas o ilustre conselheiro recebeu em fevereiro salário de R$ 42.058,87, mais diárias de R$ 7.757,15, somando um total de R$ 48.816,04. “Na casa de ferreiro, espeto de pau”.

0x0

Meirelles não viu ilícito no Governo Lula – Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse não ter presenciado nada “ilícito ou ilegal” durante o governo Luiz Inácio Lula da Silva, quando foi presidente do Banco Central. Meirelles também afirmou que sua relação com parlamentares se restringia a depoimentos nas comissões.

0x0

Bloqueio dos bens de Roseana – Segundo Lauro Jardim, de O Globo, a 8ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão bloqueou os bens da ex-governadora Roseana Sarney no âmbito do ação penal em que ela é acusada de integrar uma organização criminosa para fraudar a Secretaria de Fazenda do Maranhão.

0x0

Transposição sem paternidade – O presidente Michel Temer disse ontem que ninguém pode ter a paternidade das obras de transposição do Rio São Francisco, uma vez que ela foi financiada pelo povo brasileiro por meio do pagamento de impostos. A declaração foi feita durante visita que Temer fez à Paraíba.

0x0

Lei muda forma de rateio – A lei que muda a forma de cálculo do coeficiente de participação do município no rateio do ICMS quando houver usina hidrelétrica em seu território (Lei Complementar 158/17) foi sancionada em 23 de fevereiro e publicada na edição de 24 de fevereiro do Diário Oficial. Canindé do São Francisco é um deles.

Conversando

Administrar o mundo – A vereadora Emília Correia acha que “se a mulher consegue administrar uma casa, ela consegue administrar o mundo”.

Conjunto – Com Valmir Monteiro, de Lagarto, e com André Moura e Eduardo Amorim, Valadares participou da inauguração do Conjunto António Martins.

Motéis sofrem – Os motéis sofrem com a crise econômica e alguns podem fechar as portas. Pequenas pousadas na Atalaia cobram R$ 30 por duas horas.

Sem provas – Mesmo sem provas, Prefeitura suspeita de irregularidades na Associação que administra Hospital de Laranjeiras.

Velho Chico – Segundo José Nêumanne, transposição do Velho Chico leva água bendita pro sertão, mas custa caro e degrada a vida no rio.

Saques do FGTS – Começou ontem o saque do FGTS com filas extensas em todo o País. Em Sergipe, as agência da Caixa literalmente.

Receio de assaltos – Alguns policiais, principalmente delegados, estão evitando ir a bares e restaurantes à noite, com receio de assaltos.

Estão certos – Sem estar a serviço os policiais estão certos, porque são naturalmente visados. Imagina a população desarmada como é que fica?

Saúde Pública – Rogério Carvalho estava viajando. Participou de duas bancas de mestrado em São Paulo e outra em Recife sobre Saúde Pública.