25/03/17 - 06:10:06

PRESERVAÇÃO DA ÁGUA É TEMA DE SESSÃO ESPECIAL NA CMA

Dando continuidade às comemorações alusivas ao Dia Mundial da Água, a Câmara Municipal de Aracaju (CMA) realizou nesta sexta-feira, 24, sessão especial para debater a importância de se adotar comportamentos que visem a economia e reaproveitamento da água.

A vereadora Kitty Lima, que integra o partido Rede Sustentabilidade, legenda que tem como uma de suas principais bandeiras a preservação do meio ambiente, participou do encontro e manifestou sua preocupação com o tema.

“É imprescindível que todos nós percebamos a importância da água e do meio ambiente em nossas vidas, o nosso bem maior. Tivemos hoje aqui na Câmara profissionais que lidam com essa temática diariamente e que fizeram fortes alertas em relação à adoção de medidas que venham a economizar e reaproveitar a água utilizada em nosso dia-a-dia”, disse.

Mais cedo, o consultor ambiental, Genival Nunes, foi à tribuna falar sobre a relevância da água na vida dos seres vivos no planeta Terra. “Não estamos vivendo crise hídrica e sim, uma escassez de água. O triste dessa história é que discutimos pouco sobre isso”, alertou o especialista, lembrando ainda que cada brasileiro consome em média 5,559 ml litros de água por dia.

Já o analista ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Aracaju (Sema), Cleverton Costa Silva, discursou sobre o papel do município na preservação ambiental.

“A Sema realiza parceria com escolas municipais para promover ações relacionadas ao cuidado com a água. É necessário que a população saiba, desde cedo, a importância do líquido no meio ambiente, e que esse bem precioso precisa ser preservado através do consumo consciente e reaproveitamento responsável”, disse Cleverton.

Para o vereador Américo de Deus, autor do requerimento do debate, o assunto precisa ser debatido com frequência para que a população entenda a relevância em se adotar comportamentos que venham a reduzir o consumo desnecessário da água.

“Algumas pessoas só lembram da importância que a água tem em nossas vidas quando ela falta em suas torneiras. O problema pode parecer grande para nós que vivemos no meio urbano, mas ele é ainda maior para quem vive no sertão do Estado devido a escassez de chuvas que castiga o sertanejo, as plantações e o gado”, alertou Américo.

“A gente precisa se reunir com frequência e promover ações para discutir formas de reaproveitarmos da água. Esse encontro foi muito bom e estou muito feliz em ter participado porque aprendi muito com tudo o que foi exposto aqui e, com certeza, adotarei em minha casa algumas das sugestões passadas sobre consumo e reaproveitamento da água”, frisou Kitty Lima.

Felipe Maceió – Assessor Parlamentar

Foto Cesar de Oliveira