19/05/17 - 08:19:09

Goretti Reis é autora da Lei que institui a Semana de doação de Leite Humano

A deputada estadual Goretti Reis é autora da Lei Estadual de número 8072 de dezembro de 2015 que instituiu e incluiu no calendário oficial e anual de Sergipe, a Semana Estadual de Doação de Leite Humano, no período de 19 a 25 do mês de maio. A iniciativa visa a promoção de iniciativas que ajudem no aumento dessa doação para o abastecimento contínuo dos Bancos de Leite em Sergipe, que são três, estando eles em Aracaju, Lagarto e Itabaiana.

A lei também incentiva a realização de convênios, acordos ou protocolos com faculdades e com instituições educacionais e culturais para conscientizar a comunidade, através de campanhas educativas, palestras, seminários e divulgação nos meios de comunicação, sempre com o objetivo de aumentar a doação do leite humano.

A demanda é baixa e a necessidade é grande já que esse leite precisa ser utilizado para suprir as necessidades de alimentação dos bebês prematuros e de alto risco nascidos na maternidade Nossa Senhora de Lourdes. O leite materno é a principal fonte de nutrientes para os recém-nascidos, por isso a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que esse seja o único alimento consumido por todos os bebês até os primeiros seis meses de vida.

A doação, além de beneficiar os recém- nascidos, também é uma forma de ajudar as mães que não conseguem amamentar seus bebês que estão internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIN’S), atendendo ,principalmente, as demandas da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, que é a referência em alto risco

Ainda de acordo com a OMS as mães doadoras não correm risco de ficar sem leite para os seus bebês. Quanto mais a mulher amamenta, mais leite ela vai produzir. O ato que estimula a produção de leite humano é a sucção do bebê.

Para dúvidas ou para se tornar doadora entre em contato através do Disque Amamentação (79) 3226-6335 e o (79) 3226-6337

“Para a manutenção dos bancos de leite é preciso a doação, não apenas nessa semana, mas o ano inteiro. Como enfermeira que sou já atuei em maternidades e sei da importância desse leite para muitos recém-nascidos, por isso a criação dessa lei. O leite humano salva vidas”, ressaltou a parlamentar lembrando do baixo número de doadoras, que de acordo com informações do Banco de Leite Humano Marly Sarney, setor ligado à Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, até abril apenas 155 mães doaram e 508 recém-nascidos foram beneficiados. “Precisamos aumentar esses dados”, concluiu Goretti Reis.

Por Cristina Rochadel

Foto Maria Odilia