19/05/17 - 8:38:19

Corpo de Bombeiros inicia vistorias em barracas de fogos

Para a devida legalização e funcionamento das barracas, os responsáveis pela venda do material devem dar entrada na Diretoria de Atividades Técnicas (DAT) do Corpo de Bombeiros

Com a aproximação dos festejos juninos, aumenta o número de vistorias em barracas de fogos de artifício no estado. O Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) é o órgão responsável pela liberação de áreas para a comercialização do material pirotécnico.

Para a devida legalização e funcionamento das barracas, os responsáveis pela venda do material devem dar entrada na Diretoria de Atividades Técnicas (DAT) do Corpo de Bombeiros, localizada na rua Siriri, n° 805, Centro de Aracaju, e solicitar a vistoria para emissão do atestado de regularidade, o qual permite a comercialização por tempo determinado. Para informações quanto à padronização das instalações de barracas de fogos no Estado de Sergipe, a Instrução Normativa 001/2016-CBMSE trata sobre o assunto e está disponível para download.

Segundo o tenente Isaac Melo, vistoriante da DAT, sete áreas funcionam permanentemente na região da Grande Aracaju, essas têm os alvarás renovados periodicamente para o funcionamento. Os locais temporários, quando cumprem os requisitos, são liberados para funcionarem pelo período de dois meses.
Além das vistorias solicitadas, o CBMSE também atende às denúncias de estabelecimentos que vendem fogos de artifício irregularmente. Nesses casos, qualquer pessoa pode ir à DAT e fazer a denúncia anonimamente.

O Sr. Erivaldo Santos, responsável pelas barracas da Avenida Maranhão, Zona Norte de Aracaju, ressalta a importância da atuação dos bombeiros para a comercialização dos fogos de artifício. “O Corpo de Bombeiros é o nosso parceiro, o que garante um bom funcionamento para as barracas, com o menor risco possível. Quando fazemos nossa parte, eliminamos os riscos de acidentes com fogos, que na maioria dos casos são causados pelo fator humano, porque os fogos, em si, são seguros. Estou aqui há onze anos e nunca houve nenhuma emergência, isso graças aos bombeiros e a nós, que cumprimos as ordens deles”, afirma o comerciante.

Clique aqui e veja as orientações do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe quanto ao uso adequado de fogos.

ASN
Foto ascom CBM