21/05/17 - 23:29:44

Carlos Alberto vê como grave a falta de lideranças para apontar saídas

O jurista Carlos Alberto Menezes disse neste domingo (21) que via a situação do País, neste momento, dependendo do cenário. Diz que sob o aspecto jurídicos o cenário é de regressão. Explica que o Brasil é regido pelo direito penal do terror aquele cujas normas sao editadas pelo Comite da Salvação Publica lá de Curitiba, chefiado por Moro e Deltan”.

Olhando sob o aspecto politico, Carlos Alberto Menezes avalia que o cenario é de “desequilibrio institucional”. Para o jurista sergipano, dentro desse aspecto, “o legislativo virou pó, o executivo, um dominio de mascates, o judiciario, a boca que reproduz, não a vontade da lei, mas as fantasias de poder e mesmo narcisistas de muitos de seus membros”.

Já no aspecto econômico, Carlos Alberto Menezes admite que tudo ia bem até o “Joeslei dar o golpe do judoca na lava-jato, ali onde fez uso da força dela para jogar o pais na lona”.

Mas, para Menezes, “adicionalmente, o cenario mais grave é aquele materializado, de um lado, na falta de lideranças, pessoas capazes de apontar para saidas, de outro, na falta de pensamento, criando um espaço que vem sendo ocupado por uma onda moralista oca e vazia”.