24/05/17 - 13:04:57

DENÚNCIA: CARNE QUE ABASTECE ARACAJU É ABATIDA ILEGALMENTE

Uma significativa parte da carne que abastece as feiras e mercados municipais de Aracaju é feita de forma ilegal, sem atender todos os critérios que são exigidos por lei. A maior parte matadouros municipais trabalham sem respeitar as normas da vigilância sanitária.

E é justamente o abate o principal gargalo da cadeia da produção de carne de bovinos, ovinos, caprinos e suínos de Sergipe considerada de excelente pelos órgão de defesa.

Para o abate seguro de carne são necessárias dezenas de controles sanitários que garantem desde a saúde e bem estar animal, antes do abate,  exames veterinários que são feitos durante todo o processo até a correta conservação do alimento antes da venda.

Em Sergipe, somente um frigorífico localizado na região do Baixo São Francisco tem selo de inspeção que garante a qualidade  da carne consumida pela população. Contudo no em  junho próximo outro frigorífico localizado no agreste do estado, entrará em funcionamento para garantir a qualidade da carne consumida no Estado.

O Frigorifico Serrano está sendo construído no povoado da Ribeira, em Itabaiana, empreendimento, de propriedade do grupo Souza, corresponde a uminvestimento de R$ 22 milhões e conta com incentivos do Governo Estadual. A construção do novo frigorífico de grande porte, atende todas as exigências sanitárias e vai atender aos criadores e aos pequenos feirantes dos municípios da região sul, centro sul e parte do agreste.

O empreendimento ocupa uma área de 82 mil m². A capacidade de abate diário é de 600 bois por dia para atender produtores de 36 municípios. A previsão é de que sejam gerados cerca de 140 empregos diretos. Será emprego e renda para região pois uma parte dos profissionais será absorvida e o trabalho será realizado com higiene e segurança. Só com os impostos gerados com mão de obra s  serão … R$ injetados na economia do município de Itabaiana.

O frigorífico não vai vender carne, é um prestador de serviços de abate para quem produz, para manter a qualidade empregada pelo criador em toda produção.  É uma melhoria na cadeia mais importante da região, já que o abate é, sem dúvida, o principal gargalo desse setor.

O principal diferencial do Frigosserrano é que a carne será abatida e entregue na banca do feirante dono da carne, diretamente no açougue e até para quem vende as vísceras (que já serão entregues limpas e separadas) sempre seguidos as normas de manipulação e conservação do alimento.

O couro também tem um tratamento especial valorizando o produto que não terá escoriações ou outros danos na peça total. É segurança, higiene e civilidade para vaqueiros, marchantes, fateiras e até para o vendedor da carne. O abate carne é feito com toda documentação, o que garante a saúde do animal abatido e, por consequência, a saúde de quem consome

por FRIGOSERRANO