07/06/17 - 14:46:51

Turismo regional e paz no campo são preocupações de Valadares Filho

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra), em reunião que ocorreu hoje (7/6), aprovou dois requerimentos de autoria do deputado Valadares Filho (PSB-SE), presidente da Comissão.

O primeiro requerimento convida o Ministro do Turismo, Marx Beltrão, para audiência pública a fim de prestar informações sobre programas e projetos de turismo regional. Valadares Filho destacou a contribuição desse segmento.

“O turismo regional é um grande propulsor do desenvolvimento de localidades que mesmo sem vocação para agricultura ou indústria, possuem atrativos turísticos que ainda não foram totalmente explorados   por se localizaram fora dos grandes centros urbanos”, argumentou.

O outro requerimento de autoria de Valadares Filho, aprovado pela Cindra, propõe a realização de audiência pública para debater as providências necessárias para resolver as questões relacionadas aos conflitos por posse de terra, em especial, o que ocorreu no município de Pau D’Arco, no Pará, no dia 24 de maio deste ano.

Para Valadares Filho, a Cindra não pode se omitir diante de um acontecimento que resultou na morte de dez pessoas. “Trata-se de uma situação recorrente e com possibilidade de agravamento; portanto, é necessário que a Cindra tenha informações para subsidiar suas ações no sentido de contribuir para solucionar essa questão. Uma cultura de paz é o que desejamos para nosso país, seja na cidade, seja no campo. E vamos buscar os meios para a prevenção desses tristes eventos”.

Para a audiência pública serão ser convidados dirigentes de organizações representativas dos trabalhadores rurais; a Comissão Pastoral da Terra, representantes da Liga dos Camponeses Pobres; Comissão de direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado do Pará, além da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará; e, também, as autoridades vinculadas aos programas de assentamento e regularização de terras rurais, além do Ministério Público.

Foto assessoria