16/07/17 - 21:44:17

Tiroteio fecha a Linha Vermelha e motoristas se abrigam em batalhão

RIO — Um intenso tiroteio na Linha Vermelha, via expressa do Rio, na altura do conjunto de favelas da Maré, pegou de surpresa quem passava pelo local na noite deste domingo. Por conta da troca de tiros entre criminosos da comunidade Nova Holanda, no Complexo da Maré, e policiais militares, a via teve de ser interditada nos dois sentidos — tanto para quem seguia para o Centro quanto para quem ia para a Baixada Fluminense. Os motoristas que trafegavam na via e ficaram no meio do tiroteio tiveram que se abrigar dentro do 22º BPM (Benfica). Após cerca de 1 hora de troca de tiros, o tiroteio cessou e os dois sentidos foram liberados.

Um sargento do 22º BPM informou que o tiroteio começou por volta das 20h, e que não havia operação policial na Maré. Segundo ele, os tiros partiram, inicialmente, dos criminosos e que, por isso, tiveram que interditar a Linha Vermelha. Um veículo blindado da PM foi acionada para o local para conter os bandidos.

Por volta das 20h40, o batalhão que as pessoas estão abrigadas ficou às escuras. Crianças, idosos e até uma mulher grávida estão no local esperando o tiroteio cessar.

Michele Andrade está grávida de sete meses e estava a caminho de Cabo Frio quando teve que parar o carro e se abrigar dentro do batalhão.

 

— Estavamos indo embora para Cabo Frio. Chegando proximo ao Batalhão a gente escutou os tiros, paramos o carro em frente ao batalhão, descemos do carro e entramos. Primeira vez que passamos algo assim. Em Cabo Frio não escutamos barulho de tiro — relata Michele, que se abrigou com o filho de 1 ano e sete meses no 22º BPM.

 

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio (COR) confirma a interdição da via e orienta que os motoristas utilizem a Avenida Brasil.

Na tarde deste domingo, um manifestação de moradores da favela Parque União fechou a Avenida Brasil na altura do complexo de favelas da Maré.

 

O tráfego para a Baixada, após a abertura dos dois sentidos da Linha Vermelha, é intenso no trecho do Fundão. Já no sentido Centro, há pontos de lentidão, do acesso da BR-040 até a altura do Fundão. Agentes da CET-Rio e a PM atuam na via.

Um motorista que ficou no meio do tiroteio na via expressa gravou um vídeo que mostra as pessoas se escondendo atrás das muretas para não serem atingidas pelos disparos.