24/07/17 - 11:15:00

Projeto cria unidade de beneficiamento de coco em comunidade quilombola

Resultado de articulação entre o Incra, o Ministério Público Federal (MPF) e o governo de Sergipe, um termo de colaboração vai atender aproximadamente 105 famílias da comunidade quilombola sergipana Brejão dos Negros com a implantação de uma unidade de beneficiamento de coco. A assinatura do termo aconteceu na última segunda-feira (17), em Brejo Grande (SE), no Baixo São Francisco.

No evento, que contou com a presença do governador em exercício de Sergipe, Belivaldo Chagas, foram assinados documentos que garantem um investimento de cerca de R$ 355 mil na estruturação produtiva da comunidade.

“É um recurso que dará suporte para a consolidação de uma atividade econômica absolutamente sustentável e que pode contribuir de forma decisiva para a melhoria da qualidade de vida das famílias”, analisou Pedro Lacerda, superintendente regional do Incra/SE.

O projeto prevê a implantação de uma unidade produtiva capaz de desidratar até quatro toneladas de coco por dia. Todo o fruto processado será destinado à produção de polpa, óleo e leite. “São produtos que ganham cada vez mais espaço e valor no mercado e que podem auxiliar muito na composição da renda de toda a comunidade”, afirmou Lacerda.

As atividades da unidade de beneficiamento de coco de Brejão dos Negros terão supervisão e assessoria técnica disponibilizadas pela Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e Pesca de Sergipe (Seagri).

Projeto Dom Távora

Com a efetivação do termo, Brejão dos Negros será a primeira comunidade quilombola atendida pelo Projeto Dom Távora, uma ação do governo do estado de Sergipe em parceria com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

O objetivo do projeto é contribuir para a remissão da pobreza rural, mediante apoio aos pequenos produtores, de forma que desenvolvam negócios agropecuários e não-agropecuários que contribuam para a segurança alimentar e permitam a inclusão pelo trabalho e pela renda de maneira sustentável. É executado pela Seagri, que dispõe de uma unidade técnica específica para análise das propostas originadas das comunidades.

ASN- Agência Sergipe de Notícias.