11/08/17 - 14:13:02

Piscicultores participam de capacitação levada pela Seidh e Sebrae

Oitenta piscicultores de cinco Associações dos municípios de Graccho Cardoso, Telha, Santana de São Francisco, Neópolis e Pirambu estão sendo capacitados, através de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Inclusão Social e o Sebrae. A consultoria tecnológica dá continuidade ao Programa de Apoio à Gestão de Arranjos Produtivos Locais (APLs), conduzido pelo Departamento de Inclusão Produtiva da Seidh. Nesta semana, os beneficiários foram os pequenos produtores do povoado Saúde.

Segundo Paula Yaguiu, técnica do Sebrae, as capacitações são fundamentais para reforçar, nos pequenos produtores da piscicultura, a importância do planejamento e do cumprimento das suas etapas. “É indispensável fazer esse acompanhamento, retomar esse contato com os produtores para que eles tenham a oportunidade de rever as técnicas e os conceitos, que muitos acabam esquecendo e terminam pulando algumas etapas, prejudicando o resultado final do processo. Com isso, a receita é inferior ao esperado e eles acabam desestimulando. Então, através desse curso a gente vem dar essa injeção de ânimo neles e mostrar que dá certo, desde que eles sigam as etapas que orientamos”, detalha Paula.

Ainda de acordo com ela, durante o curso são passadas atualizações do manejo, o que é importante para a melhoria do processo produtivo. “Buscamos trazer as novidades que vêm surgindo na criação de peixe, como equipamentos, rações diferenciadas, novas técnicas de manejo. Então é importante que eles vão se atualizando no processo de produção e se preocupem com cada detalhe, desde a seriedade do fornecedor de alevinos, por exemplo, cuja escolha eles ainda sentem muita dificuldade”, explica.

Joenilton dos Santos é um dos beneficiários do município de Santana de São Francisco e avalia que o curso é necessário para a melhoria do processo produtivo dos associados desses grupos. “É muito boa forma de melhorar a produção e ter mais uma renda na família. Essas orientações que estamos tendo, então, nos ajudam – e muito – a lidar de forma melhor com o peixe. A gente fica tendo mais conhecimento, se transformando numa mão de obra mais adequada”, pontua.

Para Heleonora Cerqueira, diretora de Inclusão Produtiva da Seidh, a parceria com o Sebrae surgiu da preocupação do Governo do Estado em ir além do apoio material oferecido aos grupos produtivos por meio dos três Editais dos APLs. “É importante, sobretudo, proporcionar meios de sustentabilidade dos empreendimentos implantados, através desse trabalho que capacita os pequenos produtores na gestão de negócios. Não adianta eles terem como produzir materialmente se não tiverem a visão administrativa e negocial”, defendeu.

ASN