15/08/17 - 00:01:48

UM DEDO À DIREITA

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

Não foi uma boa, para a visita do ex-presidente Luis Inácio da Silva (PT), esse recurso pedindo a anulação de sessão da Câmara Municipal de Estância, que lhe concedeu o título de Cidadão Estanciano. É a primeira cidade que ele visita em Sergipe. Mesmo que haja uma recusa do tal recurso, a homenagem não terá o mesmo brilho espontâneo de antes.

Pegou muito mal e a primeira visão que se tem de tudo isso é que houve algum tipo de pressão, capaz de fazer com que o vereador recuasse do seu desejo de conceder título de cidadania a Lula, já que ele votou favorável na mesma sessão que agora contesta por ter o caráter de urgência. Tudo muito estranho, Essa decisão fora tomada domingo, depois de reunião política efervescente.

Não se dá para dizer agora, mas futuramente sim, o que de repente fez o vereador mudar de ideia e encontrar uma brecha para o pedido de anulação da sessão. E mais ainda, mesmo sem argumentar no processo, o ilustrado parlamentar tem feito pergunta que provoca resposta imediata: “o senhor teria coragem de dar titulo de cidadão da sua cidade a um condenado?”.

Quer dizer, a tese de infração ao Regimento Interno da Casa, que teria aplicado urgência onde não devia, cai por água abaixo. Realmente, em conversas posteriores, o vereador teria sido convencido a impedir a entrega do título “a um condenado”, como ele fala em suas perguntas a terceiros.

Essa reação casa um pouco com o que a ‘direitona’ vem fazendo em Estados do Nordeste, tentando que Lula receba títulos, inclusive honoríficos das Universidades da região, por ter sido condenado. Lógico que não dá para prever, mas a impressão é que a caminhada de Lula pela região terá esse tipo de reação.

Inclusive de setores da imprensa…

ROGÉRIO REPERCUTE

O assunto político do momento foi o trabalho nos bastidores do presidente regional do PT, Rogério Carvalho, para disputar o Governo do Estado.

O próprio Rogério diz agora que não tem extrapolado o meio campo.

MANTÉM POSIÇÃO

Em entrevistas, Rogério disse que o PT vai exigir apenas uma vaga na chapa majoritária e que não fala em Governo. Mas também não fala em Senado.

Internamente a legenda aposta que Belivaldo não decola.

NÃO EXISTE ISSO

O deputado Fábio Mitidieri (PSD) diz que “não existe PT para Governo”, e repete que quando Jackson Barreto se afastar, “Belivaldo assume e será candidato à reeleição”.

Na verdade há muita especulação sobre a sucessão.

LULA COM PRAZER

Mitidieri diz que vai receber o ex-presidente Lula “com muito prazer” e lembra que sobre a formação de chapa todos os partidos já mostraram seus nomes e pretensões.

– Agora é começar a trabalhar para 2018.

NO DISSE-ME-DISSE

Um político que exerce cargo no Governo admitiu que esse é um momento em que há muita “fofoca”, algumas ilusões e muito disse-me-disse.

Criticou Heleno Silva: “ele quer ser senador, mas está inelegível”.

TÍTULO DE LULA

A informação sobre recurso para anular o título de cidadão sergipano ao ex-presidente Lula (PT) agitou o Estado e repercutiu de forma muito rápida.

Durante a tarde houve muitas conversas sem êxito para retirar o recurso.

POR TELEFONE

Em conversa por telefone com o colunista, o vereador Sandro de Bibi (PRB) também perguntou: “você, por exemplo, daria título de cidadão a um condenado”.

Ouviu que isso era uma questão de consciência política.

RECEBERA PEDIDO

Um colega de Sandro de Bibi, pediu sigilo do nome para evitar embate, disse que houve pedido para que ele entrasse com o recurso contra a concessão do titulo.

– No domingo ele se reuniu com alguns políticos que deram essa saída, disse.

AO LADO DE EDVAN

O deputado André Moura (PSC) tomou café da manhã na sexta-feira com o presidente do Incra, Leonardo Góes Silva, ao lado do empresário Edvan Amorim (PR).

A imprensa se assustou, mas André disse que sempre está “junto do amigo”.

PERGUNTA INDISCRETA

Perguntado por que geralmente aparecia ao lado dos Valadares (PSB), Eduardo Amorim (PSDB) respondeu que a agenda dos três é mais disponível que a de André Moura.

Hoje o trio viaja para festa da padroeira de Tobias Barreto.

TAMBÉM SE REÚNE

Eduardo Amorim avisou que ele, André Moura e José Carlos Machado tomaram café da manhã no sábado e conversam de política e… política.

– Não temos preocupação com essa agenda diversa, disse.

O QUE ROLOU NO CAFÉ

O papo no café com André e Machado, segundo Eduardo Amorim, foi sobre candidaturas e eleições do próximo ano. Quanto a nomes ninguém falou.

– Só no próximo ano é que vamos tratar de chapa majoritárias, informou.

SERÁ QUE VAI FICAR?

José Carlos Machado é secretário geral do PSDB em Sergipe e conversa para disputar vaga na Câmara Federal. Tem circulado bem em outros partidos.

Mas vai esperar a reforma política até setembro.

QUESTÃO DOS R$ 12MI

Circulou a informação que o presidente do TCE-SE voltaria a ceder R$ 12 milhões para ajudar o Estado a pagar a aposentados e pensionistas.

Um técnico do tribunal desmentiu.

EXPLICA COMO FUNCIONA

Segundo o técnico, o TCE recebe recursos da Assembleia como órgão auxiliar e não podia fazer o empréstimo anterior: “teria antes que consultar a Alese”.

Também precisaria da aprovação do colegiado, o que não foi feito.

COMO FAZER O INVERSO

Segundo o técnico, sair do TCE para o Governo é diferente. Além disso houve uma boa “pedalada” quando da concessão de auxílio saúde e alimentação para os servidores.

– Isso não pactua para a Lei de Responsabilidade Fiscal, explicou o técnico.

PÍLULA DO DIA SEGUINTE

O deputado Capitão Samuel é contra o aborto e mostra que entende dos meios para evitar gravidez indesejada: “que tal usar camisinha ou tomar anticoncepcional?”

– Ainda tem pílula do dia seguinte, ensina.

ABSOLUTO SILÊNCIO

Candidatos à reeleição e pré-candidatos, principalmente a deputado, estão calados à espera de uma definição das regras para o pleito do próximo ano.

O Distritão desencantou candidatos de partidos pequenos.

Notas

Partido unido – Em entrevista à Cássia Santana, do portal Infonet, Rogério Carvalho diz que o PT não tem pretensões isolacionistas, vai compor a chapa majoritária, mas dentro de uma aliança mais ampla e que tenha viabilidade e consistência na disputa”. Disse que seu partido está unido nesse objetivo.

                                                                    0x0

De Lauro Jardim – “Integrantes do DEM andam tão apaixonados com a possibilidade de lançar ACM Neto à vice-presidência de João Doria que só veem vantagens no namoro. Até a ovada que o prefeito de São Paulo tomou virou motivo de comemoração: avaliam que o episódio deu uma forcinha para torná-lo mais popular no Nordeste”.

0x0

Do Antagonista – O presidente do BNDES, Paulo Rabello, quer que empresários presos possam voltar a comandar suas empresas: “É preciso ensinar economia aos procuradores. Há desemprego e empresas fechando. Empresário poderia voltar a sua empresa para ajudar na retomada e pagar as multas que são impostas”.

0x0

Economia anêmica – Presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, afirmou ontem, em São Paulo, que será surpresa se o total de empréstimos do banco este ano chegar a R$ 65 bilhões, muito abaixo dos R$ 88,3 bilhões de 2016. “A economia brasileira está anêmica”, disse.

0x0

Pegar mais leve – João Doria está sendo aconselhado a pegar mais leve com Lula e o PT. O receio é de que, caso a venha a ser candidato, não importa o partido, ele repita Geraldo Alckmin em 2006. Naquele ano, no debate do 2º turno, Alckmin bateu tanto em Lula que o petista acabou vitimizado, especialmente no Nordeste.

0x0

Era outro tempo – O Antagonista observa que “em 2006, o mensalão não havia sido julgado, não havia petista preso por corrupção, o petrolão não havia sido descoberto, um presidente petista não tinha sofrido impeachment, Lula não era réu e o Brasil não tinha passado pela pior recessão da sua história por causa do PT.

Conversando

Serviço do crime – João Corrêa sugere que o mais eficaz plano de segurança pública deve vir de leis rígidas, fim de incentivos ao crime e dessas ONGs ao serviço do crime.

Cheio de problemas – Para a vereadora Emília Corrêa, Aracaju é um condomínio fechado cheio de problemas e que precisam ser resolvidos com pressa.

Não terá aumento – O líder do Governo no Congresso, André Moura afirmou ao Jornal da Cidade que “Governo Federal não vai aumentar impostos”.

De Tom Cavalcante – Venezuelanos desempregados atravessando a fronteira em busca de emprego no Brasil. Mesmo que limpar a bunda com Canjica. Melhora mundo!

Sorrir faz bem – O presidente regional do PPS, Clóvis Silveira, acha que “Sorrir faz bem. Bora, trabalhar porque rico os honestos não ficam mesmo né!”

Sargento Edgard – Em minha opinião, tem que privatizar todos os serviços públicos possíveis. O estado brasileiro só deveria cuidar da saúde, educação e segurança.

Achismo predomina – Há muitas informações desencontradas em relação à política em Sergipe. O achismo está predominando na mídia.

Vai de buzu – Tudo certo para a chegada de Lula domingo em Aracaju e na segunda-feira ele parte de ‘buzu’ para cidades do interior em caravana.

Dinheiro aos porcos – O povo brasileiro não pode deixar que se jogue aos porcos R$ 3.6 bilhões. Quê retorno social essa grana farta trás para o cidadão?