19/08/17 - 10:32:47

Fábrica de componentes irá gerar 180 empregos em Santa Rosa de Lima

“Levar uma fábrica que vai gerar 180 empregos diretos no seu primeiro ano de instalação com investimentos de R$ 31 milhões representa um oásis para os jovens de um município do tamanho de Santa Rosa de Lima e seu entorno”. A afirmação é do governador Jackson Barreto, ao se reunir na tarde desta sexta-feira, 18, no Palácio de Veraneio, com os diretores da Cooper Standard, indústria produtora de componentes e sistemas automotivos que vai se instalar em Santa Rosa de Lima a partir de 2018. Eles discutiram os ajustes finais para o início da construção do prédio da nova indústria.

De acordo com o diretor geral da Cooper Standard para a América do Sul, Jürgen Kneissler, a indústria tem uma planta industrial para produção de canaletas, guarnições de borrachas e de plástico e frisos para veículos automotores. A área requerida é de 51.500 m² e o galpão a ser construído terá 12 mil m².

O diretor de Operações da empresa, Ricardo Belfiore, disse que a escolha de Sergipe se deve por conta da localização estratégica; potencial adicional de negócios com futuras montadoras e incentivo fiscal e locacional.

Em fevereiro, o governador recebeu representantes da Cooper Standard para conhecer o projeto da fábrica. Na ocasião, o diretor-geral, Jürgen Kneissler, e o diretor de operações da Cooper Standard na América do Sul, Ricardo Prado Del Fiori, informaram que a unidade começará a produzir já em março do ano que vem e que a unidade de Santa Rosa de Lima fornecerá peças às montadoras Ford, em Camaçari (BA), e Fiat, em Goiana (PE).

A Cooper Standard é reconhecida pelo mercado de autopeças como pioneira na tecnologia em termoplásticos, técnica que possibilita que as aplicações de vedação em plástico sejam mais eficientes, ecológicas e funcionais. Além disso, a empresa possui diversas certificações, como ISOs de qualidade e meio ambiente.

Com faturamento global de US$ 4 bilhões e 30 mil empregados em 20 países, a Cooper Standard foi fundada em 1927 em Dearborn, região metropolitana de Detroit e berço da indústria automotiva dos Estados Unidos. Hoje, a sede mundial da companhia fica localizada Novi, Michigan. A operação brasileira atende a Europa, devido à maior compatibilidade de produtos.

A empresa é fornecedora de sistemas e componentes para a indústria automotiva e seus produtos incluem vedação de borracha e plástico, linhas de combustível e freio, mangueiras de transferência de fluidos e sistemas anti-vibração.

Instalada desde 1995 no País, a empresa produz em Varginha-MG e Atibaia-SP vedações de borracha (guarnições de portas) e dutos de combustível e fluído de freio. Desde o início do ano, a multinacional planeja expandir seus negócios com mais duas fábricas de montagem, uma unidade em Santa Rosa de Lima e outra no Sul do país. O segundo projeto fornecerá peças para GM Motors, em Gravataí (RS), Renault e Volkswagen, ambas em São José dos Pinhais (PR).

Com cerca de 1,5 mil empregados no Brasil e unidades em Varginha, Atibaia e Camaçari, a Cooper Standard produz anualmente 25,4 milhões de vedações de borracha e 5,9 milhões de dutos metálicos. A empresa apresenta um ótimo desempenho global, e suas ações listadas na Bolsa de Nova York saltaram de US$ 45 para US$ 110 em apenas um ano e meio.

Presenças

Acompanharam a visita o secretário de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), José Augusto Carvalho, o presidente da Companhia de Desenvolvimento Indústria de Sergipe (Codise) Eugênio Dezen e o prefeito de Santa Rosa de Lima, Luiz Roberto Azevedo Santos Júnior.
ASN