20/09/17 - 11:48:02

SINDICATO RADIALISTAS DE SERGIPE EMITE NOTA SOBRE A GREVE

Os Radialistas de Sergipe, que desde maio tentam negociar com os patrões, na Delegacia Regional do Trabalho a sua convenção, deram hoje a maior demonstração de força, com uma grande manifestação em frente à TV Sergipe, filiada da Rede Globo.

O ato teve início 1h da manhã de hoje, com o fechamento dos dois portões que dão acesso a emissora no Alto do Morro, na Cidade Nova.

As 4h da manhã, o jornalista Ricardo Marques, juntamente com outros colegas, chegaram para produzir o jornal da manhã e encontraram cerca de 200 trabalhadores participando do ato de greve.

As 6h da manhã, o representante do Sindicato Patronal, o advogado Roosevelt Souza, após se reunir com a direção da TV Sergipe, convidou o presidente do STERTS Alvannilson Santana, acompanhado dos dois vices presidentes Elton Rickarty e Alex Carvalho, juntamente com o presidente da CTB Adenilton Santana. O setor jurídico patronal, informou que se reunirá com os demais integrantes em caráter de urgência e até quarta-feira (20), trará uma posição referente a reivindicação dos radialistas. Os representantes dos Radialistas, deixaram bem claro, que não aceitam outro tipo de negociação, que não aquela posta sobre a mesa de negociação, onde a categoria reivindica a reposição de 4% retroativo a maio de 2017 e no mínimo mais 1% em janeiro de 2018, como produtividade.

Os trabalhadores em rádio, televisão e publicidade do Estado de Sergipe, lamentavelmente vêm sofrendo humilhações, perseguições, demissões e arrocho nos salários. Um dado histórico que muito nos envergonha é que em Sergipe, os donos do rádio transformaram o piso salarial em teto, mantendo o salário médio do radialista sergipano como o pior do país. Assim como em outros momentos de luta das classes trabalhadoras, os radialistas paralisaram suas atividades, pois o movimento grevista é a única manifestação que faz com que os patrões, parem para analisar as reivindicações dos operários da comunicação, já que quando se para de produzir, o terror da diminuição dos lucros fala mais alto. Estamos no aguardo e na esperança que nosso trabalho e empenho sejam reconhecidos e contamos com a compreensão e apoio da sociedade.

Aproveitamos para agradecer as entidades que apoiaram a greve: FITERT, CTB, SINDICATO DOS BANCÁRIOS, SINDIFISCO E SINTRA , FETASE, MST, CMP E UNIÃO POR MORADIA POPULAR.

STERTS