27/09/17 - 08:47:28

SEIDH participa de almoço com entidades da Pessoa com Deficiência

Nesta terça-feira, 26, o secretário de Estado da Inclusão Social, Zezinho Sobral, participou do almoço de celebração ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, realizado no Cacique Chá pela Comissão Estadual de Mobilidade e Acessibilidade – CEMA e o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CEDPcD. A programação festiva se encerra na sexta-feira, dia 29, com a realização do ‘DIA D’ pelo Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT) da Seidh e parceiros, em prol da inclusão da Pessoa com Deficiência no mercado de Trabalho.

De acordo com o secretário Zezinho Sobral, o evento irá reunir dezenas de empresas com a oferta de centenas de vagas para PcDs e reabilitados do INSS, com atendimento exclusivo do NAT e seleção imediata. “É uma ação extremamente necessária, porque quando a gente fala de PcDs, estamos falando de uma população de cerca de 500 mil pessoas em Sergipe. E o Dia D promove um avanço, com essa ação forte de empregabilidade. Mais uma forma de contribuir com a inclusão da pessoa com deficiência, favorecendo sua atuação profissional, sua atividade econômica. A gente não está aqui somente para cumprir tabela, a gente está aqui para promover uma política pública inclusiva, de acesso real ao mercado de trabalho”, pontuou Sobral.

Na avaliação do conselheiro do CEDPcD, Antônio Luiz, a ação tem fundamental importância para os PcDs. “Não só com o Dia D, mas o NAT tem colocado constantemente mais pessoas com deficiência no mercado de trabalho do que jamais foi visto. É um trabalho essencial, porque a PcD não que assistencialismo; quer trabalho e oportunidade. E o governo do Estado está nos proporcionando isso, através dessa iniciativa maravilhosa promovida pelo NAT”, disse.

O governador Jackson Barreto esteve presente, e relembrou a importância das ações que favoreçam a acessibilidade e a inclusão dos PcDs no estado. “Fiz questão de prestigiar essa celebração tão importante para os PcDs. Por isso vim aqui abraçá-los e dizer que o governo do Estado está incorporado às políticas públicas em favor dos deficientes. Nossa visita, junto com o secretário Zezinho Sobral, mostra o compromisso do nosso governo, da secretaria de Inclusão Social, com a causa”, pontuou o governador.

O integrantes das entidades representativas da PcD foram unânimes em pleitear melhorias na acessibilidade de vias públicas e no transporte coletivo. De acordo com José Leonel, presidente da Comissão Estadual de Mobilidade e Acessibilidade – CEMA, o sofrimento é diário na vida dos PcDs. “Nós sofremos muito, principalmente com o transporte coletivo público. Calçadas livres também não temos. Disputamos espaço com veículos, com o risco de sofrer um atropelamento. Mas com a nossa luta e o apoio de vocês, nós vamos vencer”, disse.

Também para Claudio Brito, presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a acessibilidade é um dos problemas mais difíceis de serem enfrentados pelos PcDs.  “A gente está sitiado. Não temos condição de locomoção em Aracaju. O início de tudo é o direito de ir e vir e, a partir do momento que não temos mobilidade nem autonomia, acontece o cerceamento de liberdade. Mas vamos vencer todas as barreiras através da nossa luta. É uma luta pacífica, harmoniosa, mas aguerrida. Quero agradecer a todos os companheiros porque o conselho e a militância exigem que estejamos sempre atentos, nos qualificando”, pontuou Claudio, que pediu – ainda – maior sensibilidade do Judiciário na avaliação dos casos e  na eliminação das discriminações.

Sobre essa questão, o des. Cesário Siqueira Neto, presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, discorreu. “Enquanto ouvia as falas de todos, fiquei imaginando o quão fácil é a vida das pessoas que não têm deficiência. A gente reclama, mas atos simples, como andar na calçada, atravessar uma rua, dirigir, podem se tornar extremamente difíceis para PcDs. Também me ocorreu o quanto nós – sociedade – esquecemos dos senhores; o quanto, às vezes, vocês se tornam invisíveis. O poder público tem que pensar nas PcDs e fazer, efetivamente, com que nossas calçadas, nossas ruas, sejam objetos de inclusão social. Fico feliz em ver o secretário da Inclusão e o governador aqui, porque isso demonstra a preocupação do executivo com essa causa”, disse o desembargador Cesário Siqueira Neto.

O desembargador afirmou, ainda, que a partir do encontro desta terça, estará comprometido a empreender esforços de sensibilização junto aos demais magistrados, sobretudo os de primeiro grau. “São eles que estão frente a frente com as partes. Vamos incentivar os colegas para que, juntos, possamos nos debruçar mais sobre a legislação, estudá-la com mais afinco, agilizar os processos e prolatar sentenças que efetivamente se transformem em resultados práticos para as vidas das pessoas com deficiência”.

Presenças

Além do governador Jackson Barreto; do secretário Zezinho Sobral; do presidente do TJ/SE, Des. Cesário Siqueira; e do Des. José dos Anjos; participaram do almoço festivo o presidente da Federação Sergipana de Tiro Esportivo, Marcelo Soares; a presidente da APAE Itabaiana, Ilenoi Costa Silva; o presidente da CEMA, José Leonel Aquino; o ativista da CEMA, Luis Carlos Santos; o presidente e o vice-presidente do CEDPcD, Claudio Brito e Niceu Posener; o conselheiro Antônio Luiz; e o presidente da Comissão de Acessibilidade da OAB, Ricardo Mesquita.

Fonte e foto assessoria