23/10/17 - 10:33:17

ESPECIALISTAS DO PAÍS DISCUTEM ENGENHARIA EM ARACAJU

Engenheiros do setor mecânico-industrial e estudantes de vários estados do país participam do XVII Congresso Nacional de Engenharia Mecânica e Industrial (Conemi), de 24 a 27 de outubro, em Aracaju. Nesta edição, profissionais e acadêmicos vão discutir sobre “Engenharia, Novas Tecnologias e Sustentabilidade”.

O congresso tem por objetivo aprimorar as relações entre estudantes, empresas e indústrias, com incentivo a parcerias e aperfeiçoamento técnico. Além disso, apresentará tecnologias e novidades para o mercado, além da exposição de trabalhos científicos realizados por pesquisadores.

Patrocinado pelo Banco do Nordeste, o evento é organizado pela Associação Brasileira dos Engenheiros Mecânicos e Industriais (Abemec/SE) e Federação Nacional de Engenharia Mecânica e Industrial (Fenemi). Contará com palestras, minicursos, mesas redondas para a divulgação de pesquisas, produtos e serviços que envolvem a área de engenharia e afins.

“Os propósitos do Conemi estão em consonância com os objetivos institucionais do BNB, dentre eles a promoção da competitividade das empresas na Região Nordeste”, diz o presidente da Abemec/SE, Aládio Antônio de Sousa.

A expectativa da organização é reunir 400 pessoas no local do evento, a Faculdade Estácio de Sergipe (Fase). “Por se tratar de um evento nacional, Aracaju receberá profissionais e estudantes de muitos estados brasileiros, que terão a chance de conhecer as riquezas culturais e naturais de Sergipe, além de movimentar parte da economia sergipana durante o período do evento”, finaliza Aládio.

De acordo com o superintendente estadual do Banco do Nordeste, Antônio César de Santana, o patrocínio ao evento reforça a presença da instituição em eventos estratégicos para a região. “O congresso reunirá profissionais e pesquisadores de diversas áreas da engenharia mecânica, metalúrgica, naval, aeronáutica e industrial. São setores importantes para o planejamento e execução de projetos de infraestrutura necessários ao desenvolvimento do Nordeste”, afirma.

BNB