30/10/17 - 16:47:04

VALADARES FILHO OBTÉM APOIO PARA CURSOS SUPERIORES

Engenharia da Computação, Engenharia de Produção, Licenciaturas em Biologia, Física, Matemática, Química e Pedagogia. Esses são alguns dos cursos que poderão ser feitos a distância pelos sergipanos, na Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp). Essa oportunidade está sendo negociada pelo deputado Valadares Filho (PSB-SE) com o vice-governador de São Paulo, Márcio França, que é também Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

A Univesp é uma universidade pública, que atua em Educação a Distância (EaD), com cursos altamente qualificados. Para que os sergipanos possam se beneficiar dessa oportunidade será necessário que os municípios ou outras instituições assinem convênios com a Unvesp. E para os alunos, bastará inscreverem-se no vestibular, único momento em que é cobrada uma taxa. Mas todo o curso é inteiramente gratuito.

Esse entendimento começou a ser articulado pelo deputado Valadares Filho neste 30 de outubro, na oportunidade em que o deputado participou de reunião do Conselho Administrativo do Estado de São Paulo.

Segundo Valadares Filho, o funcionamento da Univesp é, ao mesmo tempo, simples e altamente intensivo em tecnologia: “Fiquei sabendo que a Univesp combina, por exemplo, internet e TV digital, com as metodologias presenciais de aprendizagem. E estas são realizadas nos polos. Por isso é necessário o convênio: para que nossos alunos tenham acesso ao atendimento presencial”, esclarece Valadares Filho.

“Nesse modelo da Univesp, como de tantas outras, o cumprimento das tarefas equivale à frequência em sala de aula; porém, a presença física é exigida quando os cursos prevêm atividades nos polos, como em aulas de laboratório ou nas provas”, informa Valadares Filho. Por isso, a necessidade dos convênios está vinculada à instalação dos polos, que funcionarão nos campi das instituições parceiras e em espaços físicos, especificamente cedidos para esse fim por outras entidades públicas.

Em São Paulo, 38 prefeituras já assinaram convênios com a Univesp: nos espaços físicos designados pelas prefeituras, é ofertada a infraestrutura necessária (computadores, impressoras e acesso à internet) para o estudante participar das atividades da universidade como provas, discussões em grupo e dos trabalhos orientados por tutores.

Com o andamento das negociações, Valadares Filho espera que municípios sergipanos queira fazer parte dessa experiência que trará ensino superior de qualidade a lugares onde, antes, não se imaginava que seria possível cursar uma universidade.

Foto Assessoria