07/11/17 - 00:01:33

JACKSON E A DISPUTA AO SENADO

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

A Candidatura do governador Jackson Barreto (PMDB) ao Senado Federal volta a subir no telhado. Preocupa a alguns e não é desconsiderada por outros. A maioria dos seus aliados o quer em Brasília. Acha que na disputa ele será imbatível, independente do momento difícil em que passa o País e os Estados. JB não se sente bem em ver uma situação em que se tem poucas saídas para soluções adequadas.

Não esconde, entre seus aliados próximos, tristeza porque o atraso no salário dos servidores tenha se iniciado exatamente em seu Governo e, em momentos como esses, fica visivelmente abatido. Para JB não justifica que os demais Estados exibam a mesma fotografia e faz a autocrítica ao lembrar que sempre foi político que combateu casos como os que hoje enfrenta, principalmente quando atingem servidores.

É diante desse quadro, em que está na luta para encontrar meios capazes de minorar toda essa situação agônica, que o governador Jackson Barreto repensa a sua candidatura ao Senado Federal. Já revelou com tranquilidade que o problema não está na questão política, mas no momento administrativo. Deixa a entender, entretanto, que só sairá do Governo para disputar mandato, em caso de sentir melhora significativa na economia do Estado e que possa passá-lo ao sucessor sem remorso.

É verdade que a maioria dos políticos que o segue não desanima da sua candidatura. Não passa pela cabeça de nenhum deles. Por razões até óbvias: é o melhor nome para tentar o Senado pelo bloco governista. Sua eleição é tida como certa. Sem a sua participação na chapa e a permanência no Governo, o grupo corre risco, mesmo que Belivaldo Chagas esteja avançando junto ao eleitorado.

Lógico que essas dúvidas sobre candidatura são esparsas, até porque JB sabe que o grupo depende de sua presença na chapa majoritária…

MOMENTO DE REFLEXÃO

Segundo um auxiliar próximo ao governador Jackson Barreto (PMDB) ele passa, nesse momento, por um período de reflexão quanto a uma candidatura ao Senado.

Analisa a situação administrativa e a disputa do pleito.

ENFRENTAR PROBLEMAS

O auxiliar diz que Jackson Barreto não pensa em deixar o Governo só para disputar um mandato ao Senado, como se fosse uma fuga dos problemas administrativos.

– Jackson não está se sentindo bem com esse quadro.

PAGAMENTO DO SERVIDOR

O que deixou Jackson desanimado nesses últimos dias foi o pagamento dos inativos marcado para o dia 14, mesmo que seja um atraso suportável.

– Nada que não possa ser superado, disse um aliado.

REUNIÃO NA PETROBRSA

Jackson Barreto está no Rio de Janeiro onde se reuniu com o BNDES e com a Petrobrás para tratar sobre pagamento de royalties em atraso.

Também trata sobre recursos para a Sergas.

TUCANOS ESTÃO DIVIDIDOS

O PSDB está literalmente dividido entre grupo que quer permanecer ligado ao Governo e aqueles que estão abandonando o Palácio do Planalto.

Tasso Jereissati quer distância de Temer, Marconi Perilo quer proximidade.

SERGIPE QUER FICAR FORA

O senador Eduardo Amorim (PSDB) se mantém favorável ao desembarque do Governo e acompanha de perto o que pensa o seu colega Tasso Jereissati.

Aliás, sábado, o PSDB de Sergipe fará convenção.

COMO SERÁ A CONVENÇÃO

A convenção PSDB será na sede do partido, à rua Frei Paulo. O senador Amorim será o presidente e José Carlos Machado o primeiro secretário.

Deputados Georgeo Passos e Maria Mendonça são convidados a se filiar.

EDVALDO APOIA MANUELA

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), estava na reunião do partido que lançou a deputada gaúcha Manuela D’Ávila como candidata a presidente da República.

Foi sexta-feira, em São Paulo, onde Edvaldo fez discurso.

HORA DE MOSTRAR PROJETO

Edvaldo Nogueira acha que já está na hora do PCdoB mostrar que tem um bom projeto para o Brasil, sem que isso signifique afastamento do PT.

– O PCdoB quer abrir diálogo com outras legendas, disse.

MOMENTO DE CRISE

Para Edvaldo, vive-se um momento de crise e está na hora dos partidos mostrarem suas ideias e compromissos para solucionar os problemas e promover o crescimento.

O lançamento de Manuela D’Avila a presidente será dia 19.

VAI DISCUTIR NOMES

O PCdoB vai discutir nomes para a chapa majoritária em Sergipe, deixando claro que apóia Belivaldo Chagas (PMDB) ao Governo do Estado.

Vai esperar até 30 de dezembro, para discutir a formação da chapa majoritária.

AGORA ESTÁ EM SURDINA

O ex-prefeito de Capela, Manoel Messias Sukita, está trabalhando sua filiação em outro partido e faz silêncio. Não pretende divulgar para evitar “invasões”, como disse.

Acha que os adversários vivem de olho nele.

ABERTURA DO DEM É BOA

O ex-deputado Mendonça Prado, pré-candidato a governador pelo PPS, ficou animado com a abertura do DEM para uma conversa sobre composição.

A expectativa agora é agendar um encontro.

CONVERSAS EM ITABAIANA

Senador Eduardo Amorim continua conversando com Valmir de Francisquinho e Maria Mendonça à busca de um entendimento que volte a unir os dois.

Já conseguiu que o silêncio entre ambos aumentasse.

SÓ QUANDO JB DECIDIR

Um deputado da base aliada diz que aguarda Jackson Barreto anunciar que vai disputar vaga no Senado Federal para tomar posição em relação à sucessão estadual.

Avalia que o quadro muda caso ele fique ou saia.

PT COM BELIVALDO E ROGÉRIO

Sem a Articulação de Esquerda, grupos do PT reunidos ontem definiram fazer grande encontro e trabalhar candidaturas de Rogério ao Senado e Belivaldo ao Governo.

Em discurso, Belivaldo disse que iniciava no PT seu trabalho como pré-candidato.

ALGUMAS LIDERANÇAS PETISTAS

Havia na sede do PT 74% das correntes que formam a legenda, entre deputados, prefeitos e lideranças do interior que aprovam a composição com o PMDB.

A Articulação de Esquerda mantém o professor Dudu como pré-candidato.

ALIANÇAS JÁ DEFINIDAS

O PT e o PMDB, que se agridem em Brasília, são muito bem aliados em seis Estados. Sergipe, por exemplo, é um deles onde as duas legendas sempre estiveram unidas.

Na política, as divergências são consequências isoladas.

Notas

Meirelles e herança – Segundo divulga o Poder360, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, 72 anos, criou uma fundação nas Bermudas para administrar sua herança. Chama-se Sabedoria Foundation. No mundo dos paraísos fiscais, trata-se do que tecnicamente se conhece como trust.

0x0

Desembarque tucano – O blog de Gerson Camarotti informa que diante do ultimato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para que os tucanos desembarquem do Governo Michel Temer, cresceu no Palácio do Planalto a pressão pela saída imediata do PSDB, inclusive do primeiro escalão.

0x0

Lula vira herói – Forças ligadas ao PSDB no Planalto avaliam com preocupação uma condenação de Lula por parte do TRF4. Com o petista líder nas pesquisas de intenção de voto, os tucanos acreditam que há uma possibilidade de uma revolta popular. “Lula pode se transformar num herói caso seja preso”, avaliam.

0x0

Estado terminal – O presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, defendeu ontem que o Rio de Janeiro precisa redescobrir e suas vocações porque se encontra em estágio terminal em razão das crises que atravessa. Ele fez uma palestra no Exame Fórum RJ, evento organizado pela Revista Exame em um hotel na zona sul da cidade.

0x0

Nega negociação – Rodrigo Maia negou a O Antagonista que “negocia” com Paulinho da Força novo imposto sindical, como disse a Coluna do Estadão. “Eu, inclusive, barrei a iniciativa de recriação do imposto por medida provisória. Agora, o Paulinho tem direito de tentar aprovar um projeto de lei, mas não vejo clima para isso.”

0x0

Bancos excedem – O Tribunal de Contas da União quer que a Caixa, o Banco do Brasil e outros bancos devolvam à União mais de R$ 38 bilhões em empréstimos que, segundo o tribunal, foram irregulares. A área técnica do TCU quer que a Caixa monte um calendário para restituir R$ 27 bilhões recebidos da União entre 2009 e 2013.

Conversando

Repercute bem – Boa repercussão as declarações da presidente do DEM, Ana Alves, quanto conversas para composição com legendas como o PPS.

Vai a Brasília – Jackson Barreto viaja amanhã a Brasília e trata de interesses de Sergipe, inclusive da liberação do empréstimo.

Vinho em Poço – Senador Valadares (PSB) animado com a possibilidade de Poço Redondo produzir uva para fabricação de vinho, como acontece em Petrolina.

Retorno militar – Diante de um quadro político tão desacreditado, cresce o número de brasileiros que defende o retorno do regime militar.

Só para ver – Uma Jovem usou camiseta com foto de Jair Bolsonaro para fazer a prova do Enem e postagem fez sucesso na internet.

Circula mais – Belivaldo Chagas (PMDB), pré-candidato a governador, circula com mais frequência em cidades do Interior e conversa com lideranças na Capital.

Acaba aliança – PCdoB desembarca de aliança de 20 anos com o PT e já lançou candidatura da deputada estadual Manuel D’Avila a presidente da República.

Auxílio Moradia – George Marques sugere: “na ânsia por flexibilizar direitos, o auxílio moradia mensal de R$ R$ 4.377,73 a magistrados poderia ser o primeiro item da pauta”.

Sem direitos – O trabalhador que ganha uma miséria não tem direito a nada e por que quem tem salário máximo é socorrido com tantas vantagens extras?