13/11/17 - 15:19:30

Ter três nomes como prováveis candidatos é sinal de força política, afirma Machado

No último sábado (11), o PSDB realizou a Convenção Estadual, onde foi eleita a nova Diretoria. E para falar mais sobre o assunto, o ex-deputado federal José Carlos Machado, secretário-geral do Partido, participou do Jornal Primeira Mão na manhã desta segunda.

Machado garantiu a participação ativa do PSDB e da oposição de forma geral nas eleições do próximo ano, inclusive na chapa majoritária. “O senador Amorim, presidente do Partido, colocou seu nome à disposição, assim como André Moura. Também se comenta da possibilidade de Valadares disputar. Mas não é melhor ter vários nomes do que nenhum?”, questiona Machado.

Segundo ele, isso não representa nenhum rompimento dentro da oposição, já que a chapa majoritária contempla quatro nomes. “Estou otimista: a oposição não está desunida, mas precisa demonstrar mais união para vencer o candidato do Governo. E acredito que a oposição vai vencer para recolocar o Estado numa posição de destaque”, ressalta.

Machado está se referindo aos bons índices que Sergipe já apresentou, mas que hoje são uma realidade distante. “Os índices de desenvolvimento de Sergipe são os piores: no abastecimento de água, Sergipe era o 3º, hoje está em 10°. Estamos andando para trás”, afirma.

Mas não é o único problema aprontado por Machado, que também falou sobre a crise na segurança, na saúde, na educação, na economia e na Previdência. “A previsão que faço é que a situação dos aposentados e pensionistas de Sergipe se assemelhe à situação que eles passam no Rio de Janeiro”, diz.

Para ele, diante de tantas questões que precisam verdadeiramente de solução, é preciso ter bons nomes para disputar a eleição. “Precisamos de disposição da classe política e do envolvimento da sociedade para tirar Sergipe desse retrocesso”, pontua.

Por Tanuza Oliveira

Foto assessoria