14/11/17 - 00:01:32

O JORNALISMO PERDE O ROMANTISMO

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

O médico sanitarista Antônio Samarone, intelectual e descobridor de paisagens percorrendo trilhas, faz uma análise do momento pela qual passa a imprensa, citando Sergipe. Nada tão profundo que não se possa entender na primeira leitura. Inclusive ao quando se refere a vícios adquiridos com a expansão da internet, passando pelo jornalismo marrom (hoje colorido), que se pratica em nome da “verdade financiada”.

Samarone lembra inclusive do surgimento do yellow press (“jornalismo amarelo”), que se usou no final do século XIX, nos EUA. E diz, “na lata”, que se fazia “uma imprensa do vale tudo, centrada na mentira, na extorsão, a serviço de interesses escusos”. Esse jornalismo amenizou no século XX, com a criação da primeira faculdade de jornalismo, na Columbia, em 1950.

As faculdades deram um tom profissional mais ético…

Mas, segundo ainda o ilustrado sanitarista. “a parceria do jornalismo com o poder chegou ao pico da promiscuidade. Para o leitor desatento está difícil separar a notícia da publicidade, o fato da versão”. Claro que o romantismo do jornalismo de se publicar o que aconteceu, sem tirar nem por, perdeu para a comercialização do espaço. Triste isso, mas é uma verdade compreensível, em razão da industrialização da imprensa.

Se antes o jornalismo era diletante, hoje se vive dele. Assim como se vive da medicina, que deixou de ser sacerdócio, do magistério, do comércio e de tantas atividades que se perderam na dureza do ganha pão. Agora, falsear a função vinculada ao poder, para se dizer isento e sem dever a caneta a ninguém, é que desmoraliza a atividade profissional, com a perpetuação de uma imprensa “goebbelsiana”, em que a mentira e a calúnia repetidas sempre se transformam em verdades absolutas.

Quanto ao noticiário mundano, sinceramente, é a ‘internetilização’ de alguns fatos sérios e excesso de boatos, que distorcem a verdade, alimentam a criação de mentiras, sempre ao sabor da grana vil “que desfazem coisas sérias”.

CASO DO ASSÉDIO VAI LONGE

A informação de que o secretário Almeida Lima, da Saúde, assediou uma jornalista em seu gabinete, chegou aos corredores do Senado com a velocidade da luz.

Surge agora as badaladas festas na mansão do ex-senador Valmir Amaral (PMDB).

ALMEIDA SERIA FREQUENTADOR

Em uma dessas baladas, em Brasília, quando senador, Almeida Lima teria assediado a hoje aposentada Denise Ortega. Os demais senadores teriam abafado o caso.

Diretora do setor de Taquigrafia, ela tinha olhos verdes e corpo exuberante.

CONHECIDA PELAS FESTAS

A mansão do empresário e ex-senador Valmir Amaral era conhecida pelas festas e pela invasão de área pública. Denise Ortega era desejo de vários senadores.

As baladas de Amaral eram frequentadas pela alta sociedade de Brasília.

INFORMAÇÃO PERSISTENTE

Setores da imprensa às vezes ‘elege’ um cidadão para ser o foco de denúncias múltiplas e, na persistência das críticas constantes, o torna vítima.

Daí então o leitor passa a querer saber as razões de ódios expostos.

SÉRGIO E O EMPRÉSTIMO

O ex-deputado Sérgio Reis confirma que o empréstimo solicitado pelo Governo do Estado passará no Tesouro Nacional, em razão de Sergipe ter capacidade para fazê-lo.

– Mas não será rapidamente como o governador pensa…

RECEPTADORES DE CELULAR

A fonte é ligada à Polícia: há negligência na apuração de celulares roubados nas ruas de Aracaju e outras cidades de Sergipe. Teria gente alta fazendo a receptação.

E diz mais: “a hora que quiser a Polícia chega ao receptador”.

CASO QUE CIRCULA ABERTO

Um problema sério na oposição: caso o senador Valadares (PSB) seja candidato ao Governo, não terá apoio do PSC&Cia, embora Eduardo Amorim o deseje.

Se André disputar o Governo, senador Valadares também não apóia.

E TEM MUITO MAIS NISSO

Caso Eduardo Amorim realmente dispute o governo e o senador Valadares vá – como é certo – à reeleição, André Moura também disputará o Senado.

Nesse caso, o voto cruzado entre André e JB pode funcionar.

JÁ NO CASO DO GOVERNO

No bloco do Governo está tudo em paz. Belivaldo Chagas é o pré-candidato, sem ter mais o zum-zum-zum de que Rogério Carvalho (PT) está conspirando contra ele.

Hoje, Belivaldo e Rogério estão juntos e o grupo unificado.

ROBSON SOFRE CANETADA

O presidente nacional do PEN, Adilson Barroso, de uma caneta insana retirou o deputado Robson Viana do partido. Colocou em seu lugar João Tarantela.

João é o novo presidente e será candidato a governador pelo partido.

RESISTIA COM PATRIOTA

O deputado Robson Viana era contrário à troca de nome do PEN, que passará a ser ‘Patriota’ e terá como candidato a presidente de República Jair Bolsonaro.

Nome, inclusive, que Robson também recusava.

A CAMINHO DO PODEMOS

Segundo informações que circularam ontem nos bastidores, o destino do deputado estadual Robson Viana, a partir do afastamento do PEN, é filiar-se ao Podemos.

Partido que vem crescendo no País.

VISITA À CIDADE DE POÇO VERDE

Belivaldo Chagas, ao lado de Rogério Carvalho, visitou sábado, a cidade de Poço Verde e foi recebido pelo bloco da oposição, liderado por Dr. Milton (PP).

A recepção foi na casa da vereadora Delia (PP).

TAMBÉM COM O PRÉ-CANDIDATO

Ainda esteve com Belivaldo, em Poço Verde, mais quatro vereadores, incluindo o presidente da Câmara, Alexandre Dias (PSDC).

Estava também o presidente do PSDC, Cincinato Jr.

ESTÁ FALTANDO A “REAÇÃO”

Segundo um militar da ‘linha dura’ na questão da segurança pública: “está faltando mais atuação na área da ‘reação’ dos bandidos às ordens de prisão”.

– Nesses casos a gente não vai morrer, né? Perguntou sarcástico.

E O PARQUE DOS FALCÕES?

As Polícias Civil e Federal estão investigando a invasão do Parque dos Falcões por seis bandidos e começam a considerar que a intenção não era para cometer assalto.

Mas para praticar violência contra o pessoal e as aves e amedrontá-los.

ALGUMA FUMAÇA NO AR

O Parque dos Falcões não tinha o que roubar e servia de atração turística crescente no agreste sergipano. A violência foi incomum para casos de assalto.

Os agentes tentam chegar a quem o Parque dos Falcões incomoda.

POLÍCIA DÁ COICE EM CAVALO

Em Nossa Senhora Aparecida, agreste sergipano, policiais prenderam um cavalo numa cela comum, porque o animal deu um coice em um veículo durante cavalgada.

Na realidade, foi o animal do policial “que deu um coice no cavalo”.

Notas

Pedido de liberdade de Palocci – O Supremo Tribunal Federal (STF) marcou para a próxima semana, na quinta-feira, dia 23, o julgamento sobre o pedido de liberdade feito pela defesa do ex-ministro Antonio Palocci, preso desde setembro do ano passado em função das investigações da Operação Lava Jato.

0x0

Reajustar Bolsa Família – Ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, afirmou ontem que o governo pretende reajustar o valor do Bolsa Família no próximo ano. De acordo com o ministro, o fato de a inflação estar mais baixa propicia o aumento do valor do benefício, concedido a 13,5 milhões de famílias, de acordo com o ministério.

0x0

Dilma pratica racismo – O Antagonista publica que a ex-presidente Dilma Rousseff disse na Alemanha que “O PT é coisa de preto. O ex-presidente Lula é coisa de preto. Eu sou coisa de preto”. Dilma Rousseff tem de ser processada por racismo, diz e pergunta: Como é que ela pode associar os negros a um bando de criminosos?

0x0

Luciano Huck no Nordeste – Segundo publica Lauro Jardim, de O Globo, Luciano Huck está passando o dia no sertão nordestino. Antes que alguém imagine que Huck foi fazer campanha em redutos lulistas: ele está gravando o seu Caldeirão. (NP) – Mesmo assim Huck ensaia para disputar a Presidência da República.

0x0

Quer recuperar credibilidade – Empresas envolvidas na Lava Jato, como Petrobras, Odebrecht e JBS, estão tomando medidas para recuperar credibilidade frente ao mercado e a opinião pública. Estão investindo em políticas de compliance (conformidade), que têm como principal função fiscalizar cada etapa dos negócios.

0x0

O inderrubável Renan Calheiros – Nos bastidores de Brasília, dizem que o inderrubável senador Renan Calheiros — alvo de 15 (!!!) inquéritos no STF — estaria disposto a candidatar-se o comando da Casa, no caso de continuar a ser senador, claro. A eleição está prevista para fevereiro de 2019.

Conversando

Nas redes sociais – A ‘guerra’ nas redes sociais se intensificou entre os aliados do ex-presidente Lula e os seus adversários. É briga feia…

Resposta imediata – Sergipe se revolta com a invasão, violência e assalto ao Parque dos Falcões. A resposta deve ser imediata.

Terá novas denúncias – O secretário da Saúde, Almeida Lima, realmente está em baixo astral e terá uma série de novas denúncias se enfileirando contra ele.

Partidos divididos – Os partidos de esquerda como PSTU, Psol e PCB devem sair divididos. E, dessa forma, não vão a lugar algum.

Machado firme – José Carlos Machado (PSDB) sairá candidato a deputado federal pela legenda. É um nome forte. Contra ele não existe um único “senão”.

Salão duas rodas – Ontem, Machado e o filho participaram do Salão Nacional duas Rodas, em São Paulo, representando a Aribé e a Itabaiana Motos.

Sem tendência – Está decidido e já bem assimilado: Gilmar Carvalho vai disputar a reeleição por partido que não é da base, mas também não fecha na oposição.

Contra as drogas – Capitão Samuel dá continuidade à missão contra as Drogas, incentivando mais uma escolinha de futebol, agora no sindicato dos taxistas.

Sargento Edgard – Mais um contrato emergencial do lixo de Aracaju, mas espere, não foi isso que Mendonça Prado fez? Antes era ilegal, agora não é mais?