16/11/17 - 08:27:37

Golpistas vão às ruas

Um pequeno grupo de autoritários e incautos foi às ruas de Aracaju pregar o golpe militar como solução para a crise moral e política que se abateu sobre o Brasil. Vestindo amarelo, os gatos pingados defenderam abertamente a ruptura democrática. Ao propor uma quartelada militar, eles deixaram claro o desprezo pelo povo, geralmente visto pelos golpistas como um mero estorvo. Alguém precisa lembrar a estes “galinhas verdes” que a saída para a crise política não pode ser alcançada fora dos limites da Constituição. Na democracia é fácil ir às ruas pregar o golpe. Impossível é defender publicamente a volta da democracia durante o regime militar. Quem sabe um dia, estes extremistas entendam o significado da liberdade que, embora diante dos olhos, eles não conseguem enxergar.

Caso de polícia

Literalmente, a saúde pública de Aracaju virou caso de polícia. Ontem, a direção do Hospital de Cirurgia registrou Boletim de Ocorrência na delegacia plantonista contra a secretária municipal da Saúde, Vaneska Barbosa. A unidade se queixa do atraso dos repasses financeiros por parte da Prefeitura. A dívida, segundo o hospital, já é de R$ 2,6 milhões. Af Maria!

Viva o livro

Aracaju vai sediar, de amanhã até sábado, a 6ª edição do Encontro Sergipano de Escritores e Leitores. O evento, que acontecerá na sede da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Sergipe, objetiva valorizar o escritor e incentivar a leitura. Estão previstas feira e lançamento de livros, praça de escritores e homenagens. Prestigie!

Atrás de votos

Candidato a presidente nacional do PSDB, o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), ainda não definiu uma nova data para visitar Sergipe e Alagoas. Ele deveria ter viajado aos dois estados na última terça-feira, contudo problemas na agenda o fizeram adiar o périplo para pedir votos aos tucanos. Perillo deve enfrentar nas urnas o senador cearense Tasso Jereissati. Vai voar penas pra todos os lados!

Combate ao racismo 

Para trabalhar o combate ao racismo institucional – tema escolhido para ser dialogado em alusão ao Novembro Negro –  a Prefeitura de Aracaju realizará diversas ações intersetoriais a partir desta quinta-feira. Segundo a prefeita em exercício e secretária da Assistência Social, Eliane Aquino (PT), enfrentar todos os tipos de discriminação e preconceito é fundamental para a construção de uma sociedade efetivamente mais justa e inclusiva. Certíssimo!

Telhado de vidro

A campanha salarial dos servidores do judiciário sergipano denuncia que “a casa da Justiça tem telhado de vidro. Juízes acima do teto, trabalhadores abaixo do piso”. Segundo o sindicato dos servidores, o Tribunal de Justiça paga auxílio moradia de R$ 4 mil aos magistrados, que ganham salários de mais de R$ 30 mil, e são os mesmos que autorizam despejos de cidadãos sem teto, fruto da desigualdade econômica. Crendeuspai!

Cavalice

Diante da prisão de um cavalo no xadrez da delegacia de Nossa Senhora Aparecida, já tem criador sergipano pensando em pedir habeas corpus preventivo para suas cavalgaduras. Ora, se um cavalo foi enclausurado por ter danificado um carro, pense o que farão com um jumento que coma a batina do padre estendida no varal? No mínimo, vão colocar tornozeleira eletrônica no desmiolado do asno! Homem, vôte!

Caindo fora

E o deputado estadual Robson Viana vai trocar o PEN por outro partido. A decisão foi tomada depois que a legenda decidiu se chamar de Patriota e apoiar o presidenciável Jair Bolsonaro (PSDC). Viana não defende este projeto político. Ele também ficou contrariado por ter perdido o comando do PEN para o empresário João Tarantela, pré-candidato ao governo de Sergipe. O deputado, que deve deixar a sigla em março de 2018, ainda não escolheu um novo partido.

Partidos ameaçados

Nove partidos políticos podem deixar de existir no Brasil. Tramita na Justiça Eleitoral um pedido de cancelamento dos registros e, por conseguinte, a extinção das legendas envolvidas em denúncias de corrupção. Estão neste bolo o PT, PMDB, PP, PROS, PRB, PC do B, PDT, PR e PSD. Todos são acusados de receberem recursos ilícitos, realizarem atividades ilegais fora do país, planejarem e executarem operações internacionais para tentar esconder o dinheiro de propina. Misericórdia!

Tenha fé

E aí, amanheceu Durango Kid, sem um tostão furado no bolso? Pois corra a uma casa lotérica e faça uma fezinha na Mega-Sena. O prêmio para quem acertar as seis dezenas nesta quinta-feira é de R$ 29 milhões. Tudo bem que é pouco, mas dá para pagar algumas dívidas e beber uns engradados de cerveja. Colocada na poupança, a ninharia rende mensalmente R$ 136 mil. Menos mal, né?

Recorte de jornal

11

Publicado no jornal aracajuano Gazeta do Povo, em 31 de março de 1926.

Resumo dos Jornais